Total War: Shogun II – Demo

Após Empire: Total War e Napoleon: Total War, a Creative Assembly resolveu voltar as origens fazendo uma continuação de seu primeiro jogo, Shogun: Total War. Com lançamento para 15 de março (hoje, para PC apenas), este novo título marca o retorno de antigos elementos da série com novos.

Como no original, o jogo ocorre no Japão durante o Sengoku Jidai, no qual o jogador deverá liderar um dos clãs para reunificar o Japão se tornando o novo Shogun. O jogo é dividido em um modo de campanha por turnos aonde você administra províncias e move exércitos e agentes e um modo de batalha (tanto por terra e mar) em 3D em que exércitos se confrontam em tempo real.

O demo é um pouco limitado e curto, porém, deixa uma impressão muito boa. Nele podemos experimentar o modo de campanha por um tutorial jogando com o clã Chosokabe. Neste modo já é visível a melhoria visual: o mapa está todo em 3D e muda conforme as estações vão passando. Uma boa sacada da CA foi fazer com que as áreas desconhecidas apareçam em 2D (como um mapa de papel) e as conhecidas em 3D, ao avançar se vê esta mudança.

É possível ver um pouco da administração das províncias, que continua semelhante ao Empires. Você tem estruturas que ficam dentro da cidade (protegidas de invasores) e aquelas que ficam fora dela (normalmente de onde se obtêm recursos), fora outros elementos como taxas e comércio e diplomacia. O demo também oferece a chance de ver alguns dos agentes especiais, como Ninjas, Metsukes e Monges em ação, e com eles o retorno dos vídeos com resultado das ações deles.

Shogun 2 traz de volta a Family Tree, ausente desde o Medieval II, nela é possível organizar os membros do seu clã (o líder do atual do clã, seus irmãos, ou filhos(as) e outras pessoas) o que não só marca a volta da possibilidade de casamentos, como agora você pode conferir comissões aos membros do clã, o que modifica suas habilidades e lealdade (semelhante aos títulos no Medieval I).

Ainda que o demo não demonstre, generais e agentes irão ganhar experiência e habilidades como em um rpg o que os torna muito mais valiosos já que podem ser customizados. A Skill Tree, introduzida a partir do Empires e que permitia pesquisar tecnologias para a sua facção, virou a “Arts Tree” dividida em um foco mais civil e outro militar.

Porém, no modo de campanha do demo (e apenas no demo) as batalhas são resolvidas com auto-resolve (com exceção de três que servem como tutoriais de batalha), mas o demo oferece uma batalha histórica – Segikahara, em qual você joga como Mitsunari Ishida contra Ieyasu Tokugawa.

Esta batalha permite ver bem as melhorias nas unidades, estas que estão mais diferentes entre si (oposto a quase serem clones no Empires), e são mais ricamente animadas com uso de muito motion-capture (que já vinha sendo aplicado desde o Medieval II) resultando em vários momentos em que você vê os soldados realizando pequenas lutas coreografadas (pelo demo nota-se que elas não só ocorrem em maior número, como são bem variadas), e não é só isso, por vezes soldados mortos, ao invés de só caírem no chão, ficam agonizando em diferentes animações. Porém, nota-se a falta de sangue (sangue apareceu apenas no Medieval II).

Fora o visual, outro ponto notável é o som e música, trazendo novamente Jeff van Dyck como diretor de áudio (ele foi o responsável pelo áudio/música do Shogun original e do Rome), temos vozes das unidades em japonês (e segundo a CA, Shogun 2 marca a volta dos “discursos” feitos pelos generais antes da batalha, como havia no Rome e Medieval II) e músicas muito boas, usando vários instrumentos japoneses, com aqueles tambores Taika ou flautas.

Quanto a AI, ainda é difícil dizer, a batalha em si usa scripts, mas há vários comentários de outros previews (com demos diferentes) e de jogadores usando mods para gerar um modo de batalha livre (sem scripts) que há uma sensível melhora. Resta ver como será no lançamento oficial e se irá conseguir não só superar as expectativas, mas ter um lançamento melhor que o Empire (que não foi um jogo ruim, mas que sofreu de muita ambição e uma com uma série de problemas principalmente no lançamento).

Links: Batalha [1][2]

Joao Salvador

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

5 Comentario(s)

  • Muito bom o preview, comecei a jogar a serie Total War recentemente, aproveitei as promoções e comprei o Rome, Medieval 2, Empire e Napoleon, atualmente ainda estou no Rome já com umas 50 horas de jogo, me impressionei bastante, excelente jogo mesmo sendo um pouco antigo ele não parece datado. Shogun 2 vai ser compra certa, mas só depois de finalizar os outros, até lá quem sabe pego ele em alguma promoção também.

  • Joguei a demo inteira de uma só vez, fiquei até com medo de comprar esse jogo e num ter mais vida ahaha
    Muito boa a analise :D

    E quem sabe um dia eu não tomo coragem de comprar o jogo mesmo :(

  • inominavel 5 anos atrs

    Muito bom o preview
    O jogo tem uma proposta bem interessante,não tinha conhecimento dessa série, mesmo não conhecendo o que eu li aqui e vi eu gostei muito.
    Mas agora uma pergunta….. quando se casa dá game over pro personagem? hehehhehe

  • RogerDKS 5 anos atrs

    Esta ai um belo gênero de jogo… Jogos assim me chamam muito (mas muito mesmo a atenção)… Só não me animo a pegar por dois motivos: falta de PC decente e falta de tempo (o seundo é o mais critico =/)

  • Thanks a lot for sharing this with all of us you really know what you are talking about! Bookmarked.Please also visit my web site =).We could have a link exchange agreement between us!