Details

Preparem seus chicotes, águas bentas e adagas pois está começando mais um review aqui no Fênix Down!

Essa semana decidimos falar de um jogo um pouco menos atual: o controverso Castlevania Lords of Shadow.

Mas por acaso, o  jogo é bom ou é mais um fracasso da série tentando se aventurar no universo 3D? Aonde ele se encaixa na história? O quanto Hideo Kojima se meteu na criação desse game? Ele inova em jogabilidade ou é apenas mais uma cópia barata de God of War? E principalmente… ele merece receber o nome de Castlevania?

Responderemos, segundo nossa opinião, todas essas perguntas nesse mega video review de duas partes.

E se você está  com medo de spoilers, fique tranquilo, pois no primeiro vídeo apenas fizemos uma análise geral do jogo, sem spoilers algum! Já o segundo está repleto de revelações pois destrinchamos o final do game e aquele inesquecível extra que ocorre depois dos créditos.

O que está esperando? Basta dar o play!

Não esqueça de comentar no post e no youtube, deixar um dedinho pra cima e divulgar o vídeo!

Qualquer dúvida, sugestão, crítica ou elogio, envie para contato@fenixdown.com.br! E siga-nos no twitter : @fenix_down !

Confira também a versão em áudio da coluna!

Pior host do mundo, criou o Fênix Down para continuar falando de games. Mas sua mania compulsiva acabou criando mais colunas do que ele aguenta.

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

97 Comentario(s)

  • lucasbronze 5 anos atrs

    Ae, até que enfim vocês falaram de Lords Of Shadow!
    Bom, digo logo que achei o jogo excelente! Além de eu não ter um PS3 e não poder me deleitar com GoW 3, eu sempre desejei um Castlevania em 3 dimensões que fosse bem feito. E é ai que eu discordo de vocês em certos partes.

    Primeiro que eu não me incomodei com as mudanças e com as diferenças de história e contexto em relação a série Castlevania. Pelo contrário, eu enxergo como um reboot pra história (ok, eles poderiam ter feito o mesma jogabilidade com história relativa a série), mas mesmo assim não me senti ofendido como fã.

    Segundo, e agora vem SPOILER:

    Eu fiquei empolgadaço com a possibilidade de um Castlevania no tempo presente. Se souberem colocar o estilo gótico/vitoriano nos tempos modernos, é capaz de termos um jogo excelente, e uma história excelente também.
    Entendo a frustação de vocês quanto a isso, pois inicialmente torci o nariz também, mas depois de jogar LoS, entrei no clima completamente, e to ansioso por uma continuação.

    É isso, no mais nada mais, e obrigado pelo review.
    Grande abraço!

    • diegogc 5 anos atrs

      Perfeito, melhor castlevania no universo 3D já feito!
      A mim me incomodou sim, pois sou fã da série clássica. Se eles não tentarem no futuro misturar as historias das duas coisas eu vou estar feliz. Ao mesmo tempo gostaria de ver inimigos classicos no jogo novo. Como reboot ele funciona bem, mas reboots são passionais. Alguns adoram, outros odeiam. Quando se mexe com algo da pessoa pode acontecer isso.

      mas como disse no review, o jogo é excelente!

      [SPOILER]
      Sim, mas quem será o heroi? Quem será o vilão? Dai é q fica a minah pergunta… o Gabriel agora seria o eterno vilão da serie castlevania, é vc contra ele? Ou vc jogará com ele contra o capeta? Vamos ver o rumo q a série vai tomar… eu comprarei com certeza, apesar de ter desanimado, nao perderia essa experiencia por nada ;D
      [/SPOILER]

      Obrigado pela sua opinião, a ideia desse review era gerar essa polemica mesmo!

    • eu sinto que antes eles colocavam algo mais como exploração de cenário, algo bem menos linear. já LOS é BEM linear e segue a risca toda a historia, por isso teve um impacto grande em relação ao q tava acostumado

      [SPOILER]

      cara, sabe pq sou contra? uma coisa: armas de fogo. na atualidade vc vai ver uma bomba nuclear não arranhar um lobisomem mas um chicote molhado vai pq foi abençoado. criaturas misticas na atualidade n rola pq eles se recusam a adaptar isso, obrigando o cara a usar uma arma de 5 mil anos atrás pq uma bala n iria ferir um demônio. isso tira o clima da parada, n curto mesmo

      • [SPOILER]

        Bomba nuclear acho demais, mas n vejo problema nas armas de fogo abençoadas, acho, aliás, bem mais normal que uma flecha abençoada ou um machadinho. O problema vai ser se o mundo inteiro saber dessas coisas vampirescas, porque se não virá carnaval

        • diegogc 5 anos atrs

          [SPOILER]
          concordadissimo!
          Podia ser na atualidade, mas nao precisava explanar pra todo o planeta sobre isso!

          • KrazyFox 5 anos atrs

            [SPOILER]
            A verdade é quem o todo mundo "conhece" sobre isso, afinal no universo deles o Castelo de Drácula aparece à séculos e os clans ainda existem. Drácula e seu Castelo na verdade não são segredo nenhum. O negócio é que nossa perspectiva da história sempre foi limitada ao castelo, nunca vimos como a coisa é por fora, nem no Aria of Sorrow que também é no futuro (e que o Castelo apareceu no Japão ao invés da Romenia).

            O maior problema mesmo que eu vi foi quanto à história, o Gabriel é o Dracula? acho que não, Gabriel ainda está vivo desde de tanto tempo, mas como bem sabemos, Drácula foi morto várias e várias vezes pelas mãos dos Belmonts, e membros de outros clans, e até seu próprio filho, não faltou bullying em cima do pobre Drac. Além disso, o "Drácula" não existe no futuro, quem existe é o Soma (que é a reencarnação dele). Talvez simplesmente só tenha acontecido com o Gabriel o que aconteceu com os fundadores da Brotherood of Light, ele se tornou um lord of shadow.

            Eles levantaram muitas dúvidas sobre a história, não sei se foi de propósito ou se foi uma cagada GIGANTE em cima da história. Tô na ansiedade pela próxima DLC que vai sair, ela vai tratar justamente disso, da história após o final do jogo, tomara que esclareçam um pouco as coisas.

          • diegogc 5 anos atrs

            [SPOILER]
            esqueça a historia cara
            ela nao se encaixa
            nao adianta tentar colocar o gabriel belmont no universo de castlevania, tem q pensar como reboot
            Gabriel fala no fim do jogo para chamar ele de Dracul que é Dracula em romeno. Ele é o Dracula. O que nao gosto é dizer que os Belmont tentam matar um Belmont. Esse Dracula nunca morreu, apenas se escondeu (até onde sabemos) até agora.
            Não é o Dracula q conhecemos dos Castlevanias anteriores….
            [FIM SPOILER]

            A DLC me interessa bastante. Li algo, mas nao sei se é certo, que eles vão brincar com viagens no tempo e tal (o que é doideira tb) mas espero q eles tirem algumas duvidas nossa sobre o q aconteceu com o Gabriel depois do fim do jogo.

      • diegogc 5 anos atrs

        [SPOILER]
        O vampire killer tem todo um passado que foi esquecido nesse castlevania. Na real, o chicote dele pra mim é uma arma normal, apesar da estaca na ponta e dos upgrades "a la metroid" que achamos no decorrer do jogo.

        A agua benta é uma agua benta… e adagas são normais tb… as armas dele pra mim nao passam de coisas q qq um poderia usar, e uma metralhadora ia destruir tudo mais facil…
        ps: estou falando desse castlevania

        O lance é q criaturas misticas nao sao misticas por acaso. Ao menos queria ver um sentido mais magico na arma dele para ele poder destruir os monstros com a facilidade q faz. Talvez algo que ainda será explicado no 2, como sendo coisa da brotherhood of light, digo isso pq nao foi explicado nada. Se não houver uma limitação realmente que faça apenas sentido as armas da brotherhood of light destruir os monstros, qq um poderá lutar contra essa ameaça

        • KrazyFox 5 anos atrs

          Da pra tirar uma explicação sobre as armas no próprio jogo, se você ler o bestiário vai ver que todos os montros tem fraquezas e invulnerabilidades a certos tipos de armas e magias.

          [SPOILER]
          No jogo não diz se o chicote dele é a Vampire Killer, mas diz que ela foi criada por Rinaldo Gandolfi, o mesmo cara que criou a Vapire Killer e a Alchemy Whip. Logo não é só um chicote qualquer.

          [ok, falei besteira aqui nessa parte e apaguei, erro de interpretação. XD]

          • diegogc 5 anos atrs

            verdade! Nao tinha reparado no criador do chicote. But, no Lament of Inocence o chicote é criando quando o Leon é obrigado a matar a amada dele que havia sido mordida… quero ver a historia desse =D

  • Sushi0 5 anos atrs

    Infelismente só vou poder ver a primeira parte hoje, já que ainda estou jogando ele, ams assim que terminar volto e revejo a primeira e a segunda.
    Muito foda mesmo o puzzle da caixinha de musica!

    Por enquanto tenho achado o jogo mediano, tenho me divertido, mas quando vejo que deixei algo para traz na fase eu quero voltar logo em seguida e tenho feito muito repetido muito as fazer o que ta enrolando o jogo e deixando ele um pouco mais lento, mas isso é um defeito meu e não do jogo, ele só eu a oportunidade e que estou exagerendo. xD

    Depois de termianr comento algo melhor.

    NOvamente parabéns pelo review e pelo site que tem feito minha semana mais divertida.

    Ah e pessoal vamos dar uma força para o site para dar joinha é só um clique, mas nem 10% das pessoas tem dado, vamos ajudar o site crescer.

    • diegogc 5 anos atrs

      isso comenta depois!
      Quando fechar o game vc vai etr vontade de comentar, te garanto!
      E certeza q eu lerei pq eu estou querendo saber a opinião de quem jogou sobre o fim

      E galera, obrigado pelos joinhas! Vocês ae do 10% estao fazendo o site crescer mais rapido! Galera que não esta colocando, da uma força que temos muito a oferecer pra vcs ainda aqui no site!

  • ThiagoSantosT 5 anos atrs

    Bom Review e parabens vc's conseguiram me deixar com vontade de jogar dnovo um jogo que eu deixei de lado por simplismente perder a paciencia no castelo de frankenstein. Continuem assim e POR FAVOR façam o review do DA2 quero tentar aceitar aquele final.

  • Gabriel Perux 5 anos atrs

    Muito bom o review.. comecei a jogar e meu irmão esta terminando agora… ele tá adorando.. e eu gostei bastante, vou ver a primeira parte primeiro.. depois q terminar volto aqui e vejo a segunda.

    só p/ compartilhar, eu bem esperto.. lendo o artigo da wikipedia desse game.. parei em uma frase que entrega tudo desse final.. 3 palavras que estragaram a surpresa pra mim =(.. nao vou mais ler artigos sobre os jogos antes de jogar haha.

    mas pretendo terminar ele ainda esse mês ;)

    abraço! ótimo vid!

    • diegogc 5 anos atrs

      odeio tomar spoilers na cara sobre algo que estou adorando… mas comente depois sim! Sempre leio os comentarios gerais do site =D

  • Agora sério, pessoal da turminha "Esse Jogo Não Deveria Se Chamar Castlevania"… vamos pensar: O que Symphony of The Night no Playstation 1 tinha a ver com os Castlevanias anteriores? QUASE NADA! O design dos monstros era totalmente diferente, o personagem principal era um vampiro, ele usava uma espada ao invés de um chicote e o jogo inteiro se passava no castelo do Dracula, ao invés de só terminar lá. Ele, na verdade, apresentava uma mecânica muito mais parecida com Metroid (pode se dizer que ele estava "chupando" Metrod assim como Lords of Shadows está chupando God of War). Fora que havia o esquema de ganhar níveis e equipar armas e armaduras num estilo bem mais puxado pro RPG do que seus antecessores. Symphony of The Night é considerado o melhor jogo da série, mesmo "não sendo Castlevania".

    No mais, concordo em grande parte com o review de vocês. Lords of Shadows é, na minha opinião, um dos melhores jogos da geração atual — lógico tem que levar em conta que eu não joguei muito God of War ou Dante's Inferno, então não cheguei a enjoar desse estilo de jogabilidade. A arte e gráficos do jogo são perfeitos, o design dos inimigos é ótimo e até inovador em algumas partes, os ambientes são variados e a história é imersiva.
    Concordo também em alguns pontos fracos, como a parte Shadow of the Colossus do jogo que foi meio mal executada tentando resumir uma mecânica tão única como a de SotC em uma série de movimentos lentos e quick time events… mas ainda foi melhor do que a solução porca que muitos jogos em 3D encontram para lutas contra chefes de tela gigantes.

    [SPOILERS!!]

    Achei o final extra fantástico! Não cheguei a me surpreender com o final do Capeta por que eu curto checar a lista de dubladores no IMDb e tomei uns spoilers de graça, já sabia quem ia ser o último chefe…
    Mas aí, depois dos créditos, minha cabeça explodiu MUITO! Eu pensei "Cara, eu realmente não esperava isso"! E tomara, TOMARA que tenha uma continuação se passando nos tempos de hoje! Eu ficaria surpreso de maneira positiva se isso acontecesse. A série iria tomar um novo rumo assim como na era do Playstation 1.

    [FIM DOS SPOILERS]

    Tudo evidencia que a série Lords of Shadow é uma espécie de Reboot da marca Castlevania. Fãs xiitas podem até ficar bravos, mas séries de videogame com evolução de história contínua e canônica tendem a decepcionar os fãs também (Resident Evil 5, pessoal?)… uma mitologia só pode evoluir até certo ponto, depois é bom inventar outra coisa.

    No geral ótimo review caras! Sinto uma falta de convidados, chamem mais convidados e tal nos próximos, que é sempre divertido. Mantenham a qualidade e continuem sendo fodas desse jeito!

    • diegogc 5 anos atrs

      Cara, eu nao me importo dele "sugar" gow nao… eu adoro esse estilo de jogo… acho q castlevania nao ficaria melhor em outro estilo. Sobre o bestiario do SoftN nao era tao diferente assim nao. Ele trouxe inimigos novos mas os classicos inimigos estavam todos presentes, falo isso como jogador de castlevanai desde a época do nes. Medusas, esqueletos, axes… o SoftN aumentou o bestiario.

      Concordo com vc q ele trouxe um vampiro como personagem e aquilo foi chocante inicialmente pra mim. Comprei o jogo depois de testa-lo em uma loja de games e ter jogado apenas a primeira fase dele que é com o richter. Entenda a minha frustração quando eu joguei com o alucard e a morte me roubou tudo… aprendi a gostar do estilo, dos personagens e hj é um dos meus jogos favoritos, assim como lords of shadow.

      Nao faria um review dele se nao tivesse adorado ele, e o q mais pesou pra mim foi o bestiario e o extra. De resto o jogo é excelente. Não precisamo sempre estar dentro de um castelo, eles conseguiram criar cenarios fenomenais com aquilo, vide o mundo dos necromantes.

      [spoiler]
      Meu problema foi para onde o enredo foi levado. O lance desse final foi terem transformado aquele personagem no dracula. Isso matou pra mim. Como ele não se encaixa em nada me fez pensar que nessa realidade, não existiram caçadores de vampiros na época medieval e o grande vampiro de todos na verdade é um belmont. Quer dizer que no próximo jogaremos com alguem tentando matar o dracula? Ou vamos tentar matar o capeta de novo? Se sim, jogaremos com o dracula no proximo game? Interessante? É! Mas ao mesmo tempo estranho… nao tanto pq ja jogamos com o alucard, mas é estranho pensar que o inimigo que vc sempre tentava matar nos castlevanis pode virar protagonista e ao mesmo tempo ele ser o dracula… [FIM SPOILER]

      reboots são normais, mas eu curtia mais a historia original =D
      não que eu não vá dar chance pra lords of shadow 2, é compra certa! Sou apenas um fã do produto original, mas nao me impede de apreciar esse novo castlevania!

      No mais obrigado pelo comentario gigante! Entendi seu ponto e sua opinião! A idéia desse review era gerar esse tipo de discussão mesmo pq foi algo que agradou muita gente e desagradou tb =D

  • KrazyFox 5 anos atrs

    Pan é um Fauno, ele é um Deus/Espirito guardião da floresta.

    Muito bom o Review, eu concordo em quase tudo que o Diego falou, também adorei o jogo, de fato também achei que não o jogo não é nada tradicional, tem nada haver com o "Castlevania" que eu conheço. Talvez quem começou no NES ou até no Snes discorde, pois o jogo era bem assim antigamente (action/adventure, linear, sem muitos elementos de RPG), mas eu comecei pelo Aria of Sorrow do GBA, depois o Symphony of the Night, depois o restante dos portáteis. "Castlevania" pra mim é algo bem diferente do que esse jogo oferece.

    Mas como jogo de ação e aventura, eu adorei esse jogo, eu ainda não tinha PS3 na época que ele saiu, só tinha o Xbox 360, então ele foi a minha fuga dos shooters. Como eu adoro God of War, Castlevania era o mais próximo que eu poderia ter disso no Xbox 360, não atingiu o mesmo nível não, mas até que chegou mais ou menos perto. Ao contrário de outros jogos que tentaram só imitar descaradamente o GoW (cof-cof Dante's cof cof Inferno cof) e nem ao menos fizeram isso direito, Lords of Shadow foi muito bem feito, do começo ao fim, a parte final do Castelo de drácula foi inesquecível, uma das Boss Battles mais fodas do jogo, não teve mercenarismo de lançar o jogo inacabado ou poupar orçamento, pode ter tido as jogadas de marketing e tal, mas em questão de qualidade, o jogo ficou ótimo do começo ao fim.

    Pra quem não jogou, eu recomendo. A duração do jogo é beeem longa, gráficos IMPRESSIONANTES, trilha sonora e atuação vocal excelentes. À mim, esse jogo agradou bastante.

  • KrazyFox 5 anos atrs

    Agora sobre o segundo video, ou seja, SPOILERS. (testando aqui, tentando descobrir se dá pra mudar a cor da letra)

    ____
    Deixa quieto, vou almoçar, depois comento. XD

  • Drugue 5 anos atrs

    Quando vi esse jogo, logo nas primeiras imagens já apareceram os inimigos gigantes e os primeiros comentários eram de uma jogabilidade igual God of War, nessa hora eu já vi que ia dar merda, não que eu tenha jogado e achado o jogo ruim, mas quando você vê um Castlevania cheio de elementos que não fazem qualquer sentido na série você automaticamente já fica com o pé atrás.
    O que piorou minha imagem do jogo foi um review (acho que do game trailers) que saiu logo depois do lançamento, no review o povo elogiava o jogo, e falava que ele não podia chamar Castlevania, mas que tinha uma jogabilidade ótima, o porém era que o mundo era aberto e limitado ao mesmo tempo e que os pulos eram péssimos, a partir dai eu já tinha desistido do jogo.
    Mas depois do que eu vi no review de vocês e como o preço ta caindo, é capaz de eu comprar nem que seja só pra conferir se ele é tão ruim assim mesmo.

    • diegogc 5 anos atrs

      ruim não é… eu gostei bastante.
      Não deixe os reviews fazerem sua cabeça… sei q é complicado pq as vezes a grana é pouca e temos q fazer escolhas, mas te garanto que os que eu deixei de lado por conta dessas escolhas será jogado um dia =P

      • Drugue 5 anos atrs

        Esse é o ponto, a falta de grana faz a gente ter que escolher bem escolhido os jogos, por isso que eu busco o maior numero de reviews possível. Mas claro que se o jogo aparecer barato, ou se algum camarada emprestar, eu jogo de boa e ai tiro minhas próprias conclusões, afinal de contas, o lixo de uns é o tesouro de outros(falei bonito né?rs)

  • lucasbronze 5 anos atrs

    Os comentários sobre esse review estão fervendo!

    [SPOILER]

    Cara fiquei pensando aqui sobre essa fator de como lidar com armas num tempo presente, e sinceramente, não acho isso um problema, porque na hora lembrei de um outro jogo: Devil May Cry!
    O jogo, apesar da maluquice meio atemporal, tem armas de fogo, por exemplo, e funciona bem, não destoa.
    Ok, vocês vão me falar que DMC tem uma outra proposta, não tem os fundamentos da mitologia vampiro/lobisomem que Castlevania tem, mas da pra fazer a comparação. Armas abençoadas? Sim, porque não. Cabe aos criadores do roteiro serem criativos.

    Quanto a história, acho que tanto o Gabriel/Dracula como antagonista ou personagem principal seriam histórias incriveis. Imagine jogar com o Dracula? Seria uma ótima desculpa pra não usar armas de fogo.
    Poderia ser um novo Belmont, um filho do Gabriel talvez, sei lá.
    E condordo plenamente que o mundo mistico/sobrenatural tem que ser algo escondido, o mundo não pode saber.

    Cara, só de imaginar da muita vontade de jogar um jogo que nem existe ainda.

    Viajei. uhauahauhauha

    [SPOILER]

  • lucasbronze 5 anos atrs

    Os comentários sobre esse review estão fervendo!hauahuahuaha

    Ok ok, Diego. Concordo, é outro jogo. Mas eu acho que já aceitei que é um reboot, e quando digo reboot, me desapeguei ao anteriores pra jogar esse, e vejo as os elementos de Castlevania como meras homenagens ao clássicos. Encaro mesmo como outro jogo, que leva o nome de uma série que ficou na memória, assim como foi Resident Evil. (ok, minha ferida com relação a mudanças bruscas nas franquias é a série Resident Evil).
    Eu te entendo perfeitamente.

    Enfim, vamos aguardar e ver como vai ficar a série.

    • diegogc 5 anos atrs

      sim concordo com vc. Não pode ser xiita e condenar o jogo por mudar. Vamos dar chance ao proximo, certeza. Até pq nao posso julgar sem jogar ;D

      E a idéia é fazer os comentários ferverem mesmo. A discussão ta boa e to vendo pontos bem interessantes aqui.

      • lucasbronze 5 anos atrs

        A galera que acompanha os games (como eu) e que acompanha vocês (como eu também), tendem a ter argumentos pra debater.
        Isso é muito legal aqui no Fênix Down, tem um feeling de comunidade entre a galera, de amizade mesmo.
        Eu passo o dia no trabalho com a aba do FD aberta, vendo o que a galera ta comentando!

        Espero ser um Diego um dia e ser um fã que conseguiu entrar no site que tanto gosta!

        hauahaah Olha eu viajando de novo!

        • diegogc 5 anos atrs

          hahuhua o espaço esta aberto para quem quiser participar. Basta enviar uma proposta de coluna, ou apenas reviews, sugestões… o Tô Jogando é aberto a reviews de jogos mais antigos e o Bônus Content absorve reviews novos, crônicas, artigos, historias e o que vocês acharem legal e quiserem compartilhar com a galera. Espere só até os próximos Bônus Content, vc vai se surepreender com as coisas que recebi.

          A porta está aberta, basta vc realmente parar de viajar e entrar logo =)

          • lucasbronze 5 anos atrs

            uhauahauah Boa!

            Cara, estou preparando algumas coisas, mas estou meio incerto ainda.
            Fico muito feliz que vocês sejam tão receptivos, e isso dá um gás na vontade de colaborar.
            Vou te enviar uma preliminar de uma idéia de coluna que tive, dai se for ruim, vocês limam e parto pra outra idéia.

  • Sushi0 5 anos atrs

    Caramba acho que esse foi o Review com o maior numero de comentarios gigantes. Muito bom isso.

    • diegogc 5 anos atrs

      né? a discussão ta boa =D
      A intenção do review foi atendida!

      • Sushi0 5 anos atrs

        Agora repito a pergunta que fiz no twitter. xD
        Sera que rola um review de Enslaved? Jogo que não dava nada, mas acabei gostando muito.
        Queria ver a reação do pessoal em relação a ele e será tão positiva quanto a do Lords of Shadow.

        • diegogc 5 anos atrs

          sim, vc vai ouvir falar sobre enslaved em breve… continue com a gente =P

    • É que o jogo é polêmico. Mas é bom saber que a maioria das reações foi positiva.

  • Olá Diego e Fernando,primeiramente gostaria de parabenizá-los pela a maturidade apresentada por vocês ao fazer este review que diferentemente de outros que simplesmente usaram sua semelhança com outros jogos,o nome Castlevania ou até mesmo o ''coitado'' do Kojima como justificativa do ser ruim.

    Sobre o nome do jogo,assim como foi dito no review é óbvio que lord of shadows recebeu o nome Castlevania para fins comerciais,já a outra jogada de marketing ou melhor dizendo Hideo Kojima,não creio que o trabalho dele na produção do jogo não tenha passado de uma breve supervisão MESMO com o tema do metal gear tocando em certas partes do jogo e você poder usar o snake eye após terminar o jogo,assim como não posso dizer que alguém relacionado a Valve trabalhou em LOS devido a referência a Portal.

    Sobre a sua polêmica jogabilidade,creio que assim como foi falado no review,ele supera God of War em relação aos seus Puzzles e até mesmo se equipara a GOW no combate,pois no fim ambos são jogos burros,porém extremamente divertidos,´já as batalhas alá Shadows of the Colossus são muito ruins comparadas a SOTC devido a sua linearidade extrema e QTE desnecessários.

    Antes de falar da história gostaria de falar que o jogo é impecável na parte visual e sonora me deixando com vontade de comprar o Art Book e a OST assim que terminei o jogo,outro grande ponto é a dublagem do nosso querido Professor Xavier,Patrick Stewart que no papel de Narrador/Zobek deixou os loadings entre capítulos muito mais divertidos.

    (SPOILER)

    Gostaria de começar fazendo uma pergunta ao Diego (que obviamente é uma Fã da série muito maior do que eu);será que o Lords of Shadow não foi benéfico para a franquia Castlevania?,afinal foi um jogo que apresentou uma história bacana(mesmo com seus clichês) e uma jogabilidade em 3-D que funciona (diferentemente dos outros Castlevania em 3-D) e de certa forma ajudou a franquia no geral.

    Sobre o grande Plot Twist ,tenho que discordar da opinião do Fernando,pois é possível COGITAR que os eventos do jogos podem ter sido causados por algo mais poderoso que os Lords of Shadows,logo não achei que o Lúcifer estava bem intergrado ao contexto do jogo.

    Após a cena pós-créditos fiz as mesmas perguntas que o Diego ,Como ele virou isto?Como será jogar com um vampiro?Um jogo em New York vai funcionar?(é só reparar que a igreja é extremamente semelhante a Saint Patrick Cathedral),porém algumas destas repostas foram respondidas na DLC Reverie

    (SPOILERS DA DLC REVERIE)
    Mesmo sendo um pouco caro jogar com a Laura e descobrir que Gabriel vira um Vampiro ao sugar o seu sangue já valeram os 10 doláres gasto

    (Fim dos SPOILERS)

    No mais Parabéns novamente pelo review Diego e Fernando e se quiserem ver minha opinião mais detalhada sobre o jogo,leia o meu primeiro review (de toda a minha vida sobre o Lords of Shadows) http://www.cafecomgames.com/castelvania-lords-of-… e para terminar este comentário com uma pequena polêmica achei Lord of Shadow melhor que God of War 3 na parte gráfica e na história e se quiserem me jogar pedras o Skype é lucas.ribeiro.pires

    Gabriel com Snake Eye: http://www.games4gamers.com.br/wp-content/uploads

    Trailer de Reverie :http://www.youtube.com/watch?v=uR884G6ba6A

    • Não sabia desse detalhe da DLC. Interessante!

    • diegogc 5 anos atrs

      concordo, o game foi ótimo pra trazer a franquia a tona, pq o Castlevania q saiu pra Live nao foi tao bom assim.
      Concordo em 100% no que disse sobre os detalhes do jogo!

      [SPOILER]
      Sobre o DLC, pretendo pegar os dois e espero mesmo q eles expliquem sobre o final! Minha versao é a de 360 entao nao botei as mãos no DLC ainda pq so chega no meio do mes na Live, mas certeza que depoisq jogar os dois DLCs refaremos um review sobre eles =)
      [FIM DO SPOILER]

      Obrigado pelo mega comentario =D

    • KrazyFox 5 anos atrs

      Achei o visual de Lords of Shadow muito foda, mas não é pra tanto. God of War III foi tecnicamente e artisticamente muito superior. Lords of Shadow tem seus momentos épicos, mas nada comparado à batalha contra Poseidon ou Hades por exemplo. Lords of Shadow tirou o máximo que podia, isso eu reconheço, mas pelo jogo ser multiplataforma ele sofreu limitações, eu joguei a versão de Xbox 360 e afirmo que é frequente quedas de framerate, quedas GRANDES.

      • Foi mal Krazy,relendo meu comentário percebi que deveria ter explicado melhor esta parte,sim reconheço que a qualidade das texturas de GOW 3 é superior aos LOS,porém achei os gráficos superiores devido a forma harmoniosa que eles foram apresentados diferente da disparidade da qualidade das texturas de um personagem como o Kratos para a Hera.Concordo que nenhuma das batalhas de Lords of Shadows seja tão épica quanto a de Hades (Se Poseidon não fosse o primeiro chefe também diria que ele foi superior).Sobre as quedas de framerate,não ocorreram comigo talvez porque minha versão seja de PS3

      • Ricardo Pasqual 5 anos atrs

        Sim, há quedas notáveis de framerate (ainda bem que não sou o único maluco que viu isso =D). Só cheguei a "testar" o jogo no 360 de um amigo mas de cara da pra ver que o frame cai bastante algumas horas. Na versão de PS3, dizem que é a mesma coisa. Mas acho que com o tempo se acostuma e não chega a incomodar ou prejudicar o jogo.

  • perdão pela falta de comentários,espero que esse meu comentário gigante tenha compensado.

  • Só uma pergunta,se vocês pretendem fazer um Review de Enslaved?

  • Gostei de ver os reviews! Parabéns galera! Mas vamos entrar nos spoilers.

    [SPOILER]
    Eu achei o extra algo muito foda, se a gente parar pra ver, Castlevania sempre andou por várias épocas, inclusive o Dawn of Sorrow que é atual e o outro lá de DS que é na segunda guerra, não acho que quebra a imersão, pois nada garante que em um próximo jogo você irá jogar com o Gabriel / Dracul e mesmo se jogar será muito interessante ver seus novos poderes, se a gente comparar essa aventura com a cronologia da série clássica (até porque os produtores e a Konami falaram que esse é um reboot da série), ela conta a origem do Drácula, sua amizade com a Morte / Necromante / Zobek, como e porque ele volta sempre do inferno e porque ele não quer ficar lá! O Satan sempre foi mencionado sem ser explicitamente dito seu nome, por exemplo, você está querendo quebrar a magia que está separando os Céus da Terra porque o Inferno está avançando, até porque os Lord of Shadows foram criados a partir dos guerreiros da Brotherhood que queria se unir a Deus como Anjos na sua guerra contra o Inferno, nesse caso, por estarmos bloqueados dos Céus, Satan tomaria a Terra e assim aumentaria seu exército para então com a Máscara de Deus tomar de assalto os Céus e derrotar Deus. Na minha opinião a história foi bem contada apesar de ela não ser algo extraordinário, mas ficou bem inserida como um bom reboot à série. Um ótimo jogo, sendo um bom Castlevania com diversas homenagens a cronologia antiga, como o Slogra na sequencia pós-crédito, o nome dos chefes, por exemplo, Carmilla, Brauner, Olrox, termos uma fase do relógio, menções ao Gandolfi, ao Bernhard, termos um castelo Castlevania e a explicação de sua natureza caótica e o porque nunca temos um mapa preciso sobre o local. Estou imaginando em uma possibilidade para o próximo jogo onde jogariamos com Gabriel / Dracul, tendo que tomar o Castlevania para si por ele ter alguma ligação no fato de selar novamente Satan no Inferno.
    [/SPOILER]

    No aguardo do próximo Castlevania! Um abraço a todos!

    • diegogc 5 anos atrs

      [SPOILER]
      Nossa cara, não tinha percebido que a morte seria o necromancer… faz sentido o zobek ser a morte e ser amigo do dracula…. e o fato do dracula nao morrer por nao querer enfrentar o lucifer no inferno…. Levantou pontos que me fizeram gostar mais ainda desse final! Na verdade se olharmos esse jogo como a criação do Dracula, pode ser interessante, mas se Gabriel é bom, pq ele será um vilão no futuro? =/ Me apeguei tanto ao personagem, nao queria q ele mudasse a personalidade dele… Enfim, bons pontos levantados, inclusive as homenagens citadas! Parabens!

      • [SPOILER]
        Faz sentido o Zobek não ter morrido, pois, por ele ser a Morte, ele deve ter o poder para sobrepujar ela. Como falei logo acima, imagino uma possibilidade em que o Gabriel / Dracul tenha que tomar o Castlevania para si por ele ter alguma ligação com o fato de selar Satan no inferno, só que imagine, se por exemplo esse selo ou o próprio Castlevania exigir que o seu "dono" necessite fazer atrocidades para poder manter o selo / castelo ativo, assim temos o porque o Gabriel seria um vilão, afinal apesar de ele se arrepender das coisas que faz, pra ele também os fins justificam os meios, também teríamos a ligação entre a Morte e o Dracul e até o porque a Morte vira e mexe consegue voltar e trazer seu "mestre"/ amigo de volta também, isso tudo chamaria a atenção dos caçadores de vampiros / Brotherhood of Light, fora que pela história do primeiro jogo, o Gabriel é um órfão que gostava da vista das montanhas e por isso a ele foi dado o sobrenome de Belmont, agora, imagine que a Brotherhood of Light também sobreviveu a todos esses anos, com certeza o nome de Gabriel Belmont ficou escrito na história da Brotherhood assim como o dos 3 fundadores por ele ter derrotado os Lords of Shadows, Satan e ter refeito a ligação entre os Céus e a Terra, com isso nós podemos ter um outro órfão que seja proeminente nas artes da Brotherhood e que de certa forma lembra o Gabriel, então a ele também é dado o sobrenome de Belmont além da missão de derrotar um mal imenso que se apoderou do Castlevania e que está cometendo enormes atrocidades contra a população.

        [/SPOILER]

        Tá aí, pano de fundo pra mais pelo menos mais 2 jogos da série Castlevania: Lords of Shadows.

        • diegogc 5 anos atrs

          realmente…. Estou querendo fazer um novo review sobre esses DLCs para poder colocar tudo o que o pessoal tem colocado nos comentarios!

        • KrazyFox 5 anos atrs

          [SPOILER]
          Isso até explicaria o porque de ele não querer ser chamado de Gabriel e ter adotado o nome de Dracul.
          [FIM DO SPOILER]

  • gamerinconstante 5 anos atrs

    Eu até concordo que os Castlevanias de N64 são algo a ser esquecido na história dos games… O Lament of Innocence é um joguinho mediocre (não é ruim, mas também não é bom).

    Mas eu fico meio encucado quando botam o Curse of Darkness no bolo dos "todo jogo 3d de Castlevania foi um fiasco". Eu posso até ter um gosto questionável, mas Curse of Darkness foi um dos poucos jogos que depois de terminar eu quis jogar de novo. Ele tem aquele estilo Metroidvania de ir pegar um item na PQP e levar pro fim do mundo que te força a explorar o mapa, o lance de "upar" os minions transformando eles em seres completamente diferentes, combos legais, uma jogabilidade bacana… Acho que é um dos jogos mais underrated do PS2.

    • diegogc 5 anos atrs

      q bizarro, eu ja gostei mais do lament of inocence q o curse of darkness…. o curse of darkness traz os familiares de volta e tal, é ate divertidinho, mas eu me emputeci com ele pq nao consegui evoluir o familiar de pumpkin pq eu deveria ter dado steal nos chefes e me obrigou a zerar tudo de novo e tomei birra dele… o lament of inocence foi um dos primeiros jogos q joguei no ps2 e tenho na minha memoria como um jogo legal, mas tenho medo de pega-lo novamente. Acho q meu lado critico nao estava formado naquela epoca

      • Talvez o meu problema tenha sido jogar Lamment depois do Curse. O 1º eu achei que tinha uma jogabilidade muito travada, meio dura, bem diferente do Curse.

        Mas quanto a esse lance do Pumpkin, é completamente compreensivo. Quantas vezes não fiquei emputecido por não ter dado um steal em um ou outro inimigo especial de algum Final Fantasy, obrigatório pra pegar "aquela arma super bad-ass".

    • Eu tinha esse Curse of Darkness piratão! Curti bastante, mas achava os chefes de tela meio jogados e sem sentido. Mas é não chega a ser um jogo ruim. Pelo menos não no sentido Castlevania 64 de ser ruim…

      • diegogc 5 anos atrs

        nisso eu hei de concordar hahaha nada supera a "ruindade" do de 64 XD

  • gamerinconstante 5 anos atrs

    Confesso que não cheguei a jogar até o fim o Lords of Shadows – achei a jogabilidade pior que God of War, sua nítida maior inspiração. Confesso que depois do Review fiquei com muita vontade de jogar, ainda mais depois que ouvi deliberadamente a parte de Spoilers.

    Fernando e Diego, parabéns, vocês estão fazendo uma dupla e tanto… Ouvi o cast de vocês na versão "áudio", mas vou passar no YouTube só pra "joiar" o vídeo de vocês! Sucesso!

    • diegogc 5 anos atrs

      obrigado =D
      Espero que os spoilers nao atrapalhem sua futura jogatina. O jogo é muito bom cara, tente experimentar qq dia….

  • Cara, eu concordo muito com o Diego quando ele disse que seria um jogaço (pra quem curte smash button, e olha que eu nem gosto tanto) se não levasse o nome da serie. Nossa, ficou muito decepcionado quando joguei isso, só conseguir pensar "Isso não é Castlevania.".

    Nem em um reboot se deve fazer isso, muita maldade com os fãs de verdade da série, que jogaram todos os Castlevania (eu joguei até os 3D, mas não vem muito ao caso rs).

    Enfim, como jogo "Mask", achei super legal o extra ahaha
    É isso ai, bom review gente, como sempre :D
    Abss

    • diegogc 5 anos atrs

      desagradou muito fã mesmo, mas no geral é um ótimo jogo… olha q os comentarios estao me fazendo mudar de ideia quanto ser um bom reboot, estou lendo coisas bem legais nos spoilers =)

  • Hadjin 5 anos atrs

    Não terminei o jogo, pra dizer a verdade, só joguei aquela demo horrorosa. Vi o programa todo, tomei spoiler, li spoiler, que se foda. :P

    Mas olha, esse papo de que "não merece ser chamado de castlevania" é meio tosco. Castlevania está parado a ERAS no 2D, está num mais do mesmo TERRÍVEL, mesmo os jogos sendo bons.
    Esse foi um passo importante pra série, foi necessário. É uma coisa que os jogadores PRECISAM entender, uma série TEM que mudar com o passar do tempo, por mais que ela largue suas origens, ela TEM que mudar. Se não ela fica só no mais do mesmo e NUNCA vai trazer nada de novo. Ser bom ou não só vai depender de como olhas para essa evolução.

    E essa de que o Kojima (Que cara super hypado ein?) estava no desenvolvimento foi só pra vender mais. O MÀXIMO que ele fez foi supervisionar alguma coisa aqui e ali. Dúvido muito que ele chegou a dizer "Isso tá uma merda, refaça!".

    Bom review, e assim que der eu compro o jogo. Vocês me animaram a dar uma chance para essa budega!

    • diegogc 5 anos atrs

      Esse papo q nao merecia ser chamado é papo de fã apaixonado pela franquia. Dói mas passa. Como foi dito ja nos comentarios foi algo que ajudou a franquia ser colocada em foco novamente e tb o reboot deu liberdade deles contarem uma nova historia e recriar o universo. Darei chance ao 2 e faremos reviews dos DLCs tb =D

  • RafaelGF 5 anos atrs

    Parabéns pelo Review Diegodc e Fernandox!
    Parabéns também ao pessoal que já comentou a cima, praticamente tudo que gostaria de comentar já foi contemplado por vocês.

    Só uma coisa que eu gostaria de adicionar. Uma sensação que o LoS me passou foi algo que eu estava sentindo muita falta nesta geração. Apesar dos momentos cinematográficos Hideocogimísticos, ele vem com uma proposta mais intimista e literária. Obviamente por causa da narração de Patrick Stewart no início de cada capítulo. E, principalmente, pelos momentos muito bem combinados das paisagens belas e desoladas com a trilha sonora que praticamente fala pelo pensamento do personagem. Isso sempre intercalando bem com os momentos frenéticos de ação. Sem falar dos melhores puzzles que eu já vi em um jogo do gênero.

    Já joguei o DLC Revierie, gostei muito, apesar de CURTO e CARO e espero muito o review de vc's sobre ele e o Ressurection.

    • diegogc 5 anos atrs

      teremos um review onde falaremos dos dois DLCs juntos e continuaremos a discussao.
      Concordo sobre as paisagens, trilha sonora e puzzles. Concordo 100%!

  • Anselmo "Cí-Joga" 5 anos atrs

    Ótimo Review! Concordo 100% com vcs: LoS é um bom jogo, pena que é um Castlevania!

  • inominavel 5 anos atrs

    O pouco que vi no review me agradou muito, e me sinto realmente empolgado a embarcar nessa aventura! um otimo review como sempre, e espero terminar logo os jogos que eu estou jogando para comprar esse jogo, vocês realmente deram um FênixDown nas pessoas que estavam com receio de jogar esse jogo!

  • Dinopron 5 anos atrs

    [Spoiler]

    Deixa eu ver se entendi o enredo do jogo traçando um paralelo entre LoS e Legend of Zelda: Link quer a Master Sword para ressuscitar a princesa Zelda, que ele mesmo matou, sendo guiado por Fox McCloud. Ele passa por Celadon, Gothan City e a Fazendinha da Colheita Feliz, derrotando inimigos como Hannah Montana, Seu Barriga e o Capitão Planeta, no final Fox se revela um traidor e é possuído por Chimbinha o verdadeiro vilão por trás de tudo. O guitarrista da banda Calypso encontra seu fim nas mãos do nosso heroi, que se torna imortal. Zelda aparece mostra um vídeo do Rick Astley para Link e rouba a Master Sword. Link chora pois queria no mínimo um bola gato por todo o trabalho que teve. Já nos dias de hoje Link vira um velho evil que na verdade é o Ganondorf e com a ajuda do Fox arrependido tem que evitar que Chimbinha e a banda Calypso lancem mais um disco que acarretaria na destruição do mundo em 2012. Deixei passar alguma coisa?

    [Spoiler da Sequencia]

    Sou amigo pessoal do Kojima e ele já me adiantou o enredo do próximo jogo: Um obreiro badass de uma igreja evangélica chamado Adimilson descobre que é um descendente dos Belmont, então ele é convocado por Silvio Santos para encher de porrada o Drácula, Satan, Ronaldo Fenômeno e a Suzana Vieira. Ele vai ser inspirado no Hagar do Final Fight, para recuperar energia ele vai comer do lixo e tal, mas para recuperar mana ele deve encontrar fiéis que jogam dinheiro nele, entre as roupas alternativas haverá uma roupa de stripper onde os fiéis colocarão notas de cinco reais. Eu acho que essa sequencia vai ficar bem legal e vai se manter bem fiel à serie original também, onde o tema religioso sempre foi recorrente. Já tem até videos com a gameplay do jogo já em estado avançado de desenvolvimento (http://moourl.com/x8n4s). É isso, e não se esqueça: você leu isso em primeira mão aqui no Fenix Down!

  • Marcelo Neves 5 anos atrs

    caras Vcs são mesmo fodas!

    Não joguei esse mas deu muita vontade, vontade essa que somente acaba quando olha pra minha carteira. Mas um dia quem sabe.

    Do mais, acho valido essas tentativas de fazer um castlevania com gráfico 3d. pelo pouco que vi desse parece ser bem divertido. Ainda que claro prefira os antigos/ psx/gba/nds são fodas.

    Meu deus, parem com isso de ficar comparado com gow, isso já encheu o saco, e tão na cara que não tem sentido ficar mencionando… ainda pq, gow copiou vários jogos da capcom e ninguém fala isso pq? Será que não viveram essa época?

  • Ricardo Pasqual 5 anos atrs

    Não joguei o Castlevania (só dei aquela testada na casa de um amigo), então não tenho muito o que falar, mas certamente vou catar ele uma hora dessas pro ps3, talvez compre usado ou espere baixar o preço.

    Mas, muito legal o review. O mais legal ainda é ver que o pessoal está dando opinião de um jeito tão bacana e fundamentado, complementando o review e dando outras visões.

    • diegogc 5 anos atrs

      né? To orgulhoso desse review. A discussão da galera é a parte mais legal.

  • diegogc 5 anos atrs

    fato, até pq ele inovou a jogabilidade em varios aspectos.
    A fórmula ta ae, é só aplicar e trazer algo mais

  • The DayIsComing 5 anos atrs

    Bah…que review de *****!!!
    As partes em que falaram mal do final extra e de como ele não é um Castlevania só demonstra a ignorância de vocês.Tanto para com a história do jogo como para com a história geral do Castlevania…lamentável que isso foi o que restou do NowLoading.

  • Esses troll são fodas, é aquela parada: atrás de um teclado e atrás do anonimato da internet, qualquer um é machinho e ignorante ao extremo. :D

  • B0NATTI 5 anos atrs

    Nossa, acho q é a primeira critica q eu vou fazer a vcs.

    LIXO DE FINAL BONUS? Meu Deus, eu curti o jogo, mas estava na cabeça q nunca mais iria jogar ele e nem estava afim de uma continuação até então. Po, "tira do mundo Castlevania"…. qual o problema de inovar? Não vejo nenhum.

    E E para mim esse jogo tem muito mais a ver com Castlevania doq o Symphony of The Night, por exemplo (não q esteja criticando o Symphony, é o meu favorito, hehehe). Voltamos ao Classico um personagem e seu Chicote em varios ambientes e tal.

    Achei o jogo muito bom, mas poderia ser mais curto…. chegou um momento q eu não aguentava mais jogar ele, só ficava mais empolgado na hora dos Puzzles mesmo. Mas é um otimo jogo q merece ser jogado!

    • diegogc 5 anos atrs

      lixo não, apenas achei que não cabia na série do jeito que foi mostrado… Explanando para o povo inteiro, um vampiro e um homem voando no meio da cidade…. Por um momento não me vi jogando castlevania. Inovar é legal, mas só vimos o inicio dessa inovação. No 2 veremos isso se desenrolar. Espero que sejam mais discretos pelo menos… seu jogar com o dracula e pular em cima de um carro eu paro de jogar huahuahuahua

      • B0NATTI 5 anos atrs

        Eu entendo o "susto" q a parada deve dar, mas realmente eu fiquei muito empolgado com a possibilidade. CLARO q eles teriam q explicar direitinho oq aconteceu e tal, mas po, isso abre um leque de possibilidades q imagino q nunca foram exploradas, pelo menos não na serie! Estou bem ansioso para saber oq vai vim agora!

        • diegogc 5 anos atrs

          o primeiro DLC ja explica algo.
          o proximo deve introduzir melhor o novo jogo

  • [SPOILERS]Estou jogando o jogo de novo pra poder pegar todos os troféus e com certeza temos uma dica de que o Zobek é realmente a Morte quando você está para enfrentar a Carmilla, ele diz no Loading da fase: "… I can smell her fear, her stench. Vampires can sense the living but the dead she cannot. She knows Gabriel is here yet she cannot sense death close at hand also…"

    Esse trecho pode ser interpretado como a morte dela estando próxima por o Gabriel estar próximo, como também pelo Zobek / Morte estar sempre perto do Gabriel, acompanhando seus passos onde quer que ele fosse.

    [/SPOILERS]

  • Daniel 5 anos atrs

    Bom, o meu ta lacrado desde que comprei no dia do Jogo Justo! hahah
    Infelizmente não dá pra ver o vídeo daqui do trabalho, por isso a versão em áudio ta sendo muito útil pra mim!
    Agora, o que mais "gostei" (não sabia!) foi da FRANQUIA do jogo ter sido a última coisa a ser escolhida!
    Nada contra a empresas quererem lucrar mais em tudo – se tivesse uma seria assim mesmo – mas seria de bom tom levar mais em consideração o aspecto artístico dos games, já que hoje em dia estão muito mais para o lado de artes como o cinema que para um simples brinquedo. Pena que não são muitas desenvolvedoras que pensam assim…

  • Sushi0 5 anos atrs

    Enfim terminei o jogo e posso comentar o que achei dele. Vamos lá….

    [SPOILERS]
    Sobre a jogabilidade eu gostei bastante. Achei que ficou muito fluida e Dark/Light Magic deu um toque de estratégia ao combate do jogo. Isso sem contar as luta final que se deve usar-las a lá Ikaruga.
    A parte que achei mais falha na jogabilidade foi as de plataforma, muitos momentos me sentia perdido escalando as coisas, dava comando paa subir e não subia, coisas assim.

    A historia no começo estava gostando, mas nada de mais, foi na cutscene gigante do final que para muitos foi algo ruim que gostei da historia de modo geral. Foi cliche o que fizeram, mas realmente seria mais cliche ainda se o Zobek fosse o verdadeiro vilão.

    E o extra eu achei foda! Nem tudo nele eu gostei, como o Gabriel/Dracul caindo na rua e o povo nem ligando, mas a idéia de ir para um tempo atual eu gostei bastanto em parte por que me lembrou de Vampiro a Mascara xD. Acredito que tem um potencial legal isso de se jogar em tempos modernos com um vampiro, mas isso tudo depende do que o game design decidir fazer.

    Estou muito ancioso para o proximo e que venha logo… ok nem tão logo para não acontecer o que aconteceu com DA2.
    no aguardo tambem do review dos DLCs. O primeiro já sabemos que se trata de mostrar em como o Gabriel se tornou um vampiro e pelo o nome do segundo acho que irá falar em como o ZObel ainda está vivo e quem sabe falar na cara que ele é a Morte mesmo.

    PS: nem quis citar o nome Castlenia para não entrar nessa descução. Achei o reboot intereçante, ele poderia ter cido pior.
    PS2: ALguem ai reparou que o Slogra (aquele primeiro chefe verde com um lança do Synphony of the Night) está caido morto no video extra?

    [FIM DOS SPOILERS]

    • diegogc 5 anos atrs

      sim, eu reparei. Legal esse toque tb. Podia fazer parte do bestiario do jogo =)

    • Sushi0 5 anos atrs

      Uma coisa que esqueci de comentar.
      Eu acho que a unica coisa que o Kojima fez foi dirigir o Extra, pois eu achei que ele ficou a cara do Kojima, mas só isso que ele fez mesmo.

  • É tem uns videos grandes, mas nada "Kojimesco". Nem o final pra falar a verdade. O final de MGS4 tem quase 40 minutos, se bem me lembro.
    Acho que o estúdio do Kojima auxiliou na produção (dá pra perceber o estilo deles na direção de arte), mas eles não devem ter feito muito até porque durante a produção desse jogo eles já estavam fazendo Metal Gear Rising.

  • (SPOILERS DO DLC)

    Enfim resolvir comprar os 2 DLCs e descobrir como Gabriel se torna o Dracula. E fiquei um pouco decepcionado, o 1º DLC diciona mais um capitulo com três fases e o 2º adiciona um com duas fases. Ambos são muito curto e não falam quase nada. Poderiam muito bem ter adicionado aquelas informações no jogo. Mas meu mais problema foi o preço, não valem 10 dolares cada, no maximo 5.
    Os DLCs como jogo até que foram bons, porém esse preço exagerado de cada um (Mesmo valor do Beyond Good and Evil HD, por exemplo) me fez ficar meio decepcionado com eles.

    Na espera da continuação e para descobrir como vai se desenrolar a jogabilidade e a historia em tempos atuais.

    PS: O ultimo comentario tambem havia sido meu. Coisa feia ficar ressucitanto posts…

  • FahbioZero² 4 anos atrs

    Zerei só este ano essa bagaça, pois comprei a edição especial de barbada de um parceiro meu de jogos usados.

    Vou ser bem sincero, esqueci os jogos anteriores e levei em conta apenas este, e gostei muito do game. Achei o jogo com gráficos muito bons, os golpes bem bacanas e os personagens principais bem elaborados.

    A trilha sonora é foda, caiu como uma luva no jogo. Os puzzles são bem elaborados e acho que estão na medida certa, não atrapalha o ritmo do jogo. O modo que eles criaram para derrotar o último chefe ficou bem legal.

    Sobre o final, eu fiquei meio decepcionado, é um bom final. O sofrimento do Gabriel é de dar pena hahaha. Fiquei chocado com vídeo após os créditos, não intendi como ele se transformou em um monstro, Drácula ou seila o que.

    Eu não consegui nenhum DLC do jogo. Esses DLCs tem na live BR?