E ai galera, beleza? Preparados para procrastinar?

Bom, estou de volta aqui com a Flash Games e dessa vez vou apresentar um jogo divertido e que com certeza vai tirar boas horas da vida social de vocês. Um não, mas uma série com 7 jogos!

Estou falando de The Boxhead Series, da Sean Cooper Games.

Falar de 7 jogos ao mesmo tempo é um trabalho árduo e cansativo, então vou tentar resumir o máximo possível para que vocês tenham uma visão geral de cada um deles.
Cronologicamente foi lançado:

1. Boxhead A Halloween Special – Uma versão especial de Halloween (a vá!) em que o objetivo é levar os civis até o ponto de evacuação no mapa. Mas você tem que fazer isso dentro de pouco tempo.
Os gráficos são meio “feitos na correria”, mas o jogo é bem legal já que, diferentemente das outras versões, ele se passa numa vila onde você pode ir para onde quiser. Essa versão tem só 4 armas no total e o personagem não possui barra de vida, ou seja, uma mordida e game over. Você sobe de nível toda vez que leva os civis em segurança até o ponto de evacuação.
O problema: Não há colisão com os zumbis. Então você pode vir segurando a seta que o seu personagem vai atravessar os zumbis como se eles fossem fantasmas, o que não é legal.

2. Boxhead The Rooms – Essa versão é bacana porque já entra na ideia de fase. E são logo 5 para você escolher. Você pode pegar até 8 armas e ainda existe um sistema de upgrade nas armas conforme você mata zumbis e seus pontos aumentam. Os gráficos já são bem melhores que a versão de halloween, porém como nada é perfeito, também não há colisão com os zumbis e uma mordida e eu nem preciso dizer o que acontece né?

3. Boxhead More Rooms – Nessa versão sim o pessoal da Sean Cooper Games trabalhou direito. Aqui eles aumentaram o número de armas para 10 criaram uma lista com mais de 90 upgrades! Além disso, você tem 8 fases diferentes para escolher,  sendo que você pode alternar entre 4 níveis de dificuldade antes de começar uma delas. Esses níveis nada mais são do que; começar a fase com muitos pontos e itens + os upgrades, como se você tivesse chegado até ali na raça. Também foi introduzido um sistema de colisão decente entre todos os itens do jogo (zumbis, cenário e o personagem) e como se não bastasse, agora há uma barra de vida \o/, o que possibilita receber dano e dar continuidade ao jogo. Mas o “UP” mais legal que eles adicionaram nessa versão, foi o que eu chamo carinhosamente de “demonão”. É um demônio, vermelho (do hell mesmo!) que atira bolas de fogo pelas mãos como se fossem hadoukens! Ele é mau, ele é sinistro, ele esculacha o seu amigo…, enfim, ele destrói tudo; barris, as paredes fakes que você faz e os hadoukens dele matam qualquer coisa, até os zumbizinhos! Isso sem falar na inteligência artificial dessa versão que simplesmente perfeita!

4. Boxhead 2play – Essa versão é a mais legal na minha opinião. Ela tem tudo que a versão anterior tem e mais. Além das 8 fases anteriores, agora existem mais 10 novas fases totalizando 18 fases e o personagem já não é mais aquele carinha de camisetinha verde com uma faixinha vermelha do Rambo na cabeça. Agora temos 4 personagens para escolher, sendo que um eles é o próprio Bambo, o outro é o Bind (James Bind) e temos também o Bert e o Bon (não associei os nomes). Mas mesmo com todos os pontos fortes da versão anterior, somadas as melhorias e adições dessa nova, a Sean Cooper Games se superou e adicionou mais 2 modos de jogo a essa versão. Além do tradicional Single Play, temos também o Cooperative e o Death Match. Detalhe: os dois modos são jogados no mesmo teclado! Um player pelo ASWD e o outro pelas setas. No Cooperative, são os dois players contra a zumbizada (sério?) e no Death Match seria o que chamávamos no CS de X1. É legalzinho sim e dá pra brincar.

5. Boxhead – The Zombie Wars – Com certeza absoluta vocês vão gostar mais desse. Por quê?
Porque os gráficos são melhores, as fases são mais bonitas (tem grama, árvores e pedras bem feitas), porque têm mais tipos de inimigos, agora temos Vampíros que se teletransportam para o seu lado, temos Múmias que aparecem do nada na tela, temos os Runners que são uns caras que vêm correndo freneticamente pra cima de você, temos os Zumbis normais e agora o “Demonão” está “mais do hell ainda”! Ele não solta mais hadoukens como antes, agora ele solta um hálito de fogo gigantesco e ele até flutua pra fazer isso! E isso, sem falar no som que é bem melhor. Mas ai vocês me perguntam “então porque você disse que o mais legal (na sua opinião) é o 4. Box Head 2play?” Bom, porque mesmo com todos os pontos fortes já apresentados acima, essa versão possui dois tipos de jogos; o Clássico e um chamado Defense que é mais ou menos um Tower Defense ou um “proteja a base” e que de repente o jogo vira uma bagunça só e você não entende mais nada e com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, fica difícil jogar e você acaba voltando para o modo clássico e como o jogo tem 4 fases do modo clássico e 4 fases do modo defense, é como se 50% do jogo ficasse meio “perdido”. Talvez alguns de vocês discordem de mim, mas esse foi o meu ponto de vista.

Essa versão também está disponível na Apple Store por 3 dolares ($2.99) para iPhone, iPad e iPod Touch.

Bom agora saindo da parte “Jogue Forever Alone”, onde você só joga contra o computador, temos as duas últimas versões em que você só pode jogar online. Particularmente não joguei muito esses 2, mas posso falar algumas coisas a respeito deles. Se alguém já jogou essas versões online, complemente dando um feedback nos comentários. o/

6. Boxhead Bounty Hunter – É a versão multiplayer da coisa. Você escolhe um personagem, entra em um modo Death Match, dá HS nos outros jogadores, ganha dinheiro, compra equipamentos, armas e etc, no Shop (claro.) e se torna o ferradão. Se você se cadastrar no site, poderá jogar a versão completa e ainda poderá customizar o seu personagem. Mas me parece que nessa versão não há zumbis e inimigos controlados pelo computador, só o death match mesmo.

7. Boxhead the Nightmare – É a versão Social Media do Boxhead. Mas essa aqui você só poderá jogar no facebook. Esse jogo tem um estilo paper craft e diferente das outras versões, o mouse é a mira e você pode girar em 360 graus para mandar bala nos inimigos. Você recolhe moedas deles e assim como na versão multiplayer, você usa pra comprar itens e se equipar. O que eu achei legal nessa versão é que o “demonão” está parecendo o Vingador da Caverna do Dragão em paper craft, muito legal.

CLIQUE NA IMAGEM PARA JOGAR!

Abaixo estão os links dos sites com todas as versões do Boxhead.

Sean Cooper Games

Crazy Monkey Games

O desafio: escolham um jogo dentre as 5 primeiras versões e mandem bala! Quero ver quem faz mais pontos.

Bom galera peço desculpas pelo tamanho do post, sei que é difícil ler tudo isso, mas tentei deixar o mais completo possível para mostrar todo o universo Boxhead a vocês e evitar de ver nos comentários algo do tipo: “Ahh, mas você não falou sobre a versão X, que é minha versão favorita e tal”  (e eu realmente espero não ter esquecido de nenhuma versão!).
Espero que tenham gostado e divirtam-se!

Criticas e sugestões para contato@fenixdown.com.br, e no twitter @fenix_down e @carlosnovais_.

Um abraço e até semana que vem! o/

Carlos Novais

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

9 Comentario(s)

  • hatjerboy 5 anos atrs

    Putz esses jogos são viciantes O_O consegui só 2320800 no Boxhead 2play, morri por falha minha mesmo kkk

    • carlosnovais_ 5 anos atrs

      Ahhhh Hatjerboy isso é normal. Depois que os "domonões" começam a vir com "sangue no zóio" – rs, fica dificil agente não se matar.
      Geralmente não morremos para os inimigos, morremos para granadas, rockets e barris – rs.
      Abraço! o/

  • gabrielsushi 5 anos atrs

    Fiz 3432100 no 2Play, me explodi com uma Claymore perto de 500 barris. FUCK!

    • carlosnovais_ 5 anos atrs

      O 3432100 é uma pontuação boa… mas nessa hora ai a coisa já ta pegando fogo – rs – e os inimigos não estão de brincadeira…
      Valew pelo post. o/

  • Sushi0 5 anos atrs

    Por enquanto só joguei o Zombie Wars e fiz 16157800, mas parei porque ja fazia quase 1h que estava jogando e cansou um pouco. Mas apesar de tudo é bem divertido o jogo!

    • carlosnovais_ 5 anos atrs

      O problema do Boxhead é que ele não muda muito. Ele só evolui em questão de dificuldade, mas o legal é que conforme os pontos aumentam vc quer aumentá-los – rs – por isso ele vai ficando melhor. Mas o que você disse é verdade mesmo, chega uma hora que ele cansa.
      E parabéns pela pontuação.
      Valew velho, abraço.

  • Drugue 5 anos atrs

    Boxhead são jogos que não devem ser apresentados a ninguém, a não ser que seu intuito seja roubar a vida dessa pessoa..rs
    Não tenho certeza de quantas horas eu perdi jogando esse joguinho viciante, só sei que foram MUITAS.
    Mais uma ótima indicação. Parabéns!

    • carlosnovais_ 5 anos atrs

      Valew Drugue o/
      Cara, eu avisei no incio do post sobre "procrastinação", então não me culpem – rs.
      Eu já passei muito tempo tambem no Boxhead viu? Quando eu conheci o jogo, eu almoçava rapidão no trabalho só pra ter + tempo de jogar – rs
      O negócio vicia mesmo, mas é bom que tem "pause" o que facilita muito pra gente jogar e trabalhar, jogar e trabalhar, jogar e trabalhar – rs
      Abração o/

      • Drugue 5 anos atrs

        Éééé… já fiz muito isso também… Até que resolvi que eu era mais forte que o vício…rs