Vamos para mais um Tô Jogando aqui no Fênix Down! A coluna comunitária que precisa da sua ajuda.

Nessa semana, Diego Gomes, co-criador do Fênix Down, tapa buraco falando de Shank para PC e XBOX 360 e PS3.

Agora leia atentamente, comente e não se esqueça de enviar o seu review para colocarmos aqui no Tô Jogando!

[gameinfo title=”Game Info” game_name=”Shank” developers=”Klei Entertainment” publishers=”Eletronic Arts” platforms=”PC, XBLA, PSN” genres=”Ação” release_date=”24/08/2010″]

Você conhece o gênero beat’em up? São os famosos jogos onde você controla um personagem que segue um caminho, quase sempre linear, deve enfrentar hordas e hordas de inimigos, onde geralmente sua alimentação é proveniente do lixo e existe um chefe no final de cada level.

O esquema de “bater e seguir” fez sucesso nas gerações 8 e 16 bits, e com a chegada de games como o remake de Turtles in Time, Castle Crashes e Scott Pilgrim dão a entender que o gênero realmente voltou para ficar! Nessa mesma onda de games atuais que se adéquam a esse gênero, temos o Shank, um jogo que se você é amante do gênero e tem um console atual ou PC, deve experimentar!

O seu personagem, como o próprio jogo sugere, é o Shank, um matador de aluguel que possui um passado um tanto obscuro para o jogador, já que você vai entendendo suas motivações à medida que a história vai se desenvolvendo. A única coisa que você sabe é que ele quer vingança pela morte de sua amada e não vai medir esforços para isso.

O jogo traz uma mecânica que inova pouco perto dos beat’em ups que já conhecemos. Você possui um arsenal até razoável de itens que vai adquirindo à medida que avança, divididos em armas de corte e armas de tiro.

À sua disposição, na parte de cortes, você tem duas facas, uma machete, motosserra e até uma katana. Na parte de tiros pode contar com um par de armas, uzis e uma shotgun. Os inimigos, como todo beat’em up seguem o esquema de “clones” onde cada um traz um ataque diferente. Uns jogam mais granadas, outros atiram, e ainda há outros que são gigantes e precisam de um pouco mais de persistência para matá-los, outra marca registrada do estilo do jogo.

Ainda em jogabilidade, temos a movimentação de Shank, que faz uma espécie de parkour para se locomover pelos obstáculos do cenário. Além disso, é possível atacar certos inimigos pelo alto, enchendo-os de porrada até sua iminente morte.

Aliado a isso os gráficos são lindos, já que o jogo segue um esquema de animação que lembra muito jogos em flash (os bem feitos) e possui uma paleta de cor que representa bem um contexto meio faroeste/fora-da-lei onde o jogo é inserido. Uma das coisas que mais me agradou no jogo foram os designs dos chefes. Além de sempre possuírem animações de ataques especiais que você deve se desviar a todo custo, eles são muito mais detalhados e diferentes um dos outros, ao contrário dos inimigos padrões que você enfrenta.

Ainda temos um modo coop totalmente a parte do plot principal. O modo coop na verdade é um prequel do jogo onde você e seu companheiro percorrem novas fases e devem enfrentar chefes onde é necessário o trabalho em equipe, pois em sua grande maioria um agarra enquanto o outro bate.

Resumindo, Shank é um dos melhores games dessa geração que representam bem a diversão de jogar um beat’em up. A diversidade de armas, modo cooperativo e sua trama curiosa fazem do jogo ainda mais atraente para os amantes do gênero. Eu recomendo!

Trailer:

Host do Last Hit, atração sobre League of Legends do Fênix Down. Videos, podcasts e futuramente muito mais.

Facebook Twitter 

Categoria:

To Jogando

Tags:

, , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

24 Comentario(s)

  • CHODNOFSKY 5 anos atrs

    O bom e velho plataforma, parece ser interessante principalmente pela arte do jogo.

  • Joguei pouco, mas achei muito legal. Pena que meu note é fraco para ele, e ainda não peguei para jogar no Desktop. Mas vale a pena experimentar :)

  • Squallnathan 5 anos atrs

    Já testei a demo desse jogo e achei ele bem legal. Arte simples e bonita com uma jogabilidade fácil. Já estou pra comprá-lo há um tempão. Não sei pq ainda não comprei. =/

    • Poisony 5 anos atrs

      Eu tou com a preguiça pior ainda, pois nem o demo me prestei a baixar. Vou ver se jogo. A arte é mesmo linda.

  • Pinguim Chapeleiro 5 anos atrs

    Gosto muito de jogos Beat'em Up, esse jogo é muito bom e os gráficos também. A única coisa que eu achei meio ruim é que você pode terminar o jogo tranquilamente sem ter que usar alguma das armas novas. Não cheguei a jogar o coop, mas gostei bastante do modo single player.

    • ah sim, verdade ele nao te obriga a usar as armas novas, mas eu acho muito melhor que usar as antigas… elas tiram muito mais dano… pelo menos é uma coisa boa ele nao te obrigar, vc só demora mais pra matar. Agora o coop vc deve jogar, é outro game, outra campanha e os chefes são muito legais…

      • Pinguim Chapeleiro 5 anos atrs

        As correntes não gostei, perde um pouco da agilidade dos golpes… a machete até que foi bem útil no final.

  • fabianoloureiro 5 anos atrs

    wtf

  • WolvessS 5 anos atrs

    jogo realmente é muito foda! zerei a campanha single e coop! so n fiz 100% pq zerar o jogo sem checkpoint na ultima fase é muito fumo.

    • eu fiz 100% =D

      • WolvessS 5 anos atrs

        hehehehehehe boa! parabens! depois q morri duas vezes no final da fase por conta daqueles misseis! fui jogar outra coisa =D + talvez um dia volte la pra fazer os 100%

        vai ser bom até pelo replay daqui a algum tempo! definitivamente o jogo vale a pena.

  • FernandoX 5 anos atrs

    shank é foda, mas é foda no sentido de difcil tb!
    o multiplayer é mto bom

  • Esse jogo é muito bom!
    A arte dele é muito boa, a movimentação é exelente e os combos deliciosos de fazer, sem contar a trilh que tambem é muuuito boa.

    Alguem mais achou ele muito parecido com Machete? O clima e a trilha são muito parecidos e ambos muito bons.

    • Há controvérsias sobre Machete, o filme, ser muito bom.

      E apesar de no cinema isso ter ficado em foco só por esses tempo, essa temática já é batida.

      • Bom, eu gostei dele, ri bastante e me diverti. xD

        Sim, tematica já é batida, eu comparei os dois pois foram lançados quase juntos (ao menos conheci um no mesmo mês que o outro) e a trilho sonora é identica.

      • a tematica é batida, mas o jogo é bom. Eu não vi machete, mas o Shank surpreende na arte e na trilha mesmo com a temática já bastante usada pq é muito bem feito…

        • Não discordo sobre o jogo ser bom não. Pelo que joguei da demo é realmente bem legal.

          Só estava indagando o Sushi0 sobre Machete.