Vamos para mais um Tô Jogando aqui no Fênix Down! A coluna comunitária que precisa da sua ajuda.

Nessa semana com um formato um pouquinho diferente. O leitor Marcelo “decapa77ack” Santos, apresenta o resultado de seu garimpo pelos jogos indies da XBOX Live.

Agora leia atentamente, comente e se você escreve razoavelmente bem, não deixe de mandar sua colaboração para o Tô Jogando!

Fala galera! Beleza?

Hoje aqui no Tô Jogando, o assunto são os jogos independentes do XBOX 360!

Se você acha que para um jogo ser interessante ele precisa ter gráficos maravilhosos ou “trocentas” horas de campanha, eu te peço uma oportunidade para mostrar o outro lado da moeda.

A seção de Indie Games da Live vem me proporcionando uma experiência bem bacana (e barata!) e que não fica devendo em nada na diversão se compararmos com alguns jogos mais bem trabalhados.

Sem mais delongas, ultimamente, estou curtindo esses cinco:

Platformance: Castle Pain: Um jogo de plataforma altamente letal, onde seu objetivo é levar o cavaleiro, que morre até com um cuspe, até a saída do castelo. Estou gostando muito desse jogo.

[gameinfo title=”Game Info” game_name=”PLATFORMANCE: Castle Pain” developers=”Magiko Gaming” publishers=”” platforms=”Xbox 360″ genres=”Plataforma” release_date=”24/07/2010″]

As armadilhas do castelo vão ficando bem desafiadoras, exigindo cada vez mais precisão. Pra quem gostar do jogo, pode curtir também sua continuação: Temple Death.

The Impossible Game: Tudo bem, esse jogo é bem feio, mas a forma com que o jogo te desafia (a começar pelo nome do jogo), torna-o viciante e o protagonista quase carismático! O jogo é simples: você controla um quadradinho laranja que percorre a tela em side-scroll, se deparando com espetos, obstáculos e tudo mais.

[gameinfo title=”Game Info” game_name=”The Impossible Game” developers=”Flukeduke” publishers=”” platforms=”Xbox 360″ genres=”Plataforma” release_date=”23/11/2009″]

O objetivo é pular e se desviar dos obstáculos, sem colidir com eles. Paciência, precisão e até memória são fundamentais. Joguinho pra quem é hardcore!!!

Crossfire 2: Shooter com jogabilidade totalmente retrô, aliada a gráficos muito bonitos, num visual que parece o mundo do filme Tron. O que torna esse jogo melhor que seus irmãos mais velhos do Atari é que aqui você não fica sempre com o mesmo tirinho: uma verdadeira grade de upgrades está à disposição.

[gameinfo title=”Game Info” game_name=”Crossfire 2″ developers=”Radiangames” publishers=”” platforms=”Xbox 360″ genres=”Shooter” release_date=”16/12/2010″]

Além disso, há uma diversidade super aceitável de inimigos e uma dificuldade progressiva que acompanha bem a curva de aprendizado.

Biology Battle: Um clássico “Two Stick Shooter” onde, como o nome sugere, a batalha se passa no interior de uma célula. Para um indie game o jogo é muito bem acabado.

[gameinfo title=”Game Info” game_name=”Biology Battle” developers=”Novaleaf Game Studio” publishers=”” platforms=”Xbox 360″ genres=”Dual Stick Shooter” release_date=”19/11/2008″]

Um destaque adicional fica pra grande variedade de modos que o jogo apresenta, aumentando o fator replay.

T.E.C 3001: Na boa, esse jogo merece um destaque para os gráficos…muito bem feitos! No jogo você controla um robô, que tem como objetivo coletar células de energia e superar os obstáculos.

[gameinfo title=”Game Info” game_name=”T.E.C 3001″ developers=”Phoenix” publishers=”” platforms=”Xbox 360″ genres=”Ação” release_date=”24/08/2011″]

Eu não sei bem porque o robô está com essa pressa toda, mas a verdade é que, após alguns minutinhos na correria, o jogo pega uma velocidade impressionante e a experiência se torna muito legal.

Editei um pequeno vídeo que mostra um pouco de cada jogo pra vocês:

Aquele abraço. Comentem o que acharam e até a próxima!

Host do Last Hit, atração sobre League of Legends do Fênix Down. Videos, podcasts e futuramente muito mais.

Facebook Twitter 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

8 Comentario(s)

  • Daniel Avelan 5 anos atrs

    opâ,desculpa por incomodar aqui com um off-topic,mas é que eu realmente queria que vocês falassem sobre o material vazado do que seria o jogo dos vingadores no cutscene.O link segue abaixo se estiverem interessados: http://jovemnerd.ig.com.br/jovem-nerd-news/games/

  • Parecem muito bons, uma pena serem excluivos da XBLA.
    Esse T.E.C 3001 me lembrou o Pepsi-Man, mas em uma velocidade mais absurda.

  • Daniel Avelan 5 anos atrs

    cara,muito maneiro esse tec 3001.vai ser minha primeira compra na live!

  • RobsonCC 5 anos atrs

    poxa muito legal, principalmente esse do robô (pepsi man do futuro) que deve ter uma jogabilidade bem frenética, mas como não tenho xbox, fico só com esse bom review aqui.

  • caramba, ja joguei todos, haha! São realmente muito bons! O Crossfire e o TEC sairam agora na Indie Games Uprising se nao me engano.
    Tem alguns outros que tbm são ótimos: Akane the Kunoichi (jogo de plataforma), Inertia! (meio no estilo de Super Meat Boy e VVVVVV). E pros amantes de Shmups, tem o You Will Die e o みみいんさすかい, ambos excelentes

  • GeneralDoPanda 5 anos atrs

    Bem legal ver vários desses jogos desconhecidos. Apesar de não ter um 360 fiquei com vontade de jogar o Castle Pain e o The Impossible Game :D

    Caraca, Pepsiman, pode crer. Nem lembrava mais desse jogo. Tesourinho das antigas XD

  • decapa77ack 5 anos atrs

    Fala galera, obrigado pelo feedback do post.

    @generaldopanda: Tem uma versão em flash para PC do “The impossible Game”: segue o link >> http://www.flukedude.com/theimpossiblegame/

    Em breve vou dar mais uma garimpada e peço a colaboração da galera do FD novamente. Abraço!

  • Poisony 5 anos atrs

    Pô, maneiro. Vou falar uma coisa: ultimamente os jogos que eu ando jogando são muito mais os da galera indie que os AAA de empresas grandonas. Se eu tivesse um XBox 360, provavelmente garimparia esses aí. Comentários fast-food:

    – O Castle Pain tem uns gráficos oldschool muito legais. É bem o tipo de jogo que eu gosto.
    – O Impossible Game já é velho conhecido pra galera que garimpa flash games no PC e é muito foda apesar de simples.
    – O visual de Crossfire me lembrou o saudoso Geometry Wars (que é foda).
    – O visual de Biology Battle me lembrou Osmos, o jogo INDIE RELAXANTE MAIS HARDCORE do mundo.
    – T.E.C 3001, que coisa louca. O robô me lembra o Pepsiman, o cenário me lembra vagamente o do Audiosurf. Muita loucura aí!