Então vamos para mais um jornal gamístico aqui no Fênix Down! Fernando, Kazz e Alex_seph recebem o butequeiro mais odiado de seu próprio site Márcio Barrios para falar de tudo que aconteceu nessas últimas semanas!

Começando com boas notícias aqui no Brasil! Games agora estão na categoria de produtos da Lei da Informática, podendo sofrer uma redução de impostos que chegaria a quase 50% do preço final atual. E ainda, jogos eletrônicos foram inclusos na Lei de Incentivo a Cultura ( famosa lei Rouanet), o que daria incentivo fiscal a empresas que se aventurarem a fazer jogos! Mas e o que isso tudo significa? Quem fez acontecer? E qual a diferença entre pessimismo e realismo?

Seguindo em frente temos notícias que abalaram o mundinho dos games! Miyamoto se apostendo? Fumito Ueda saindo da Sony? Yoshifusa Hayama demitido? O que está acontecendo com o mundo? The Last Guardian is a Lie?

E apesar de tentarmos ignorar, não adianta. FênixNews Denúncia está de vota! E nossa campeã número um de reclamações continua sendo a queria EA! Banimento do fórum = banimento da VIDA? E o que a nova dash da Microsoft muda em seus direitos?

Ouça já!

Links:

  • Leis no Brasil 1 2
  • Abalos no mundo gamer 1 2
  • FênixNews Denúncia 1 2
  • Butecast

Edição: Samuka, Nathan Ferreira e Ricardo Pasqual

Trilha: Samuka

Não deixe de assinar o feed exclusivo do podcast:http://www.fenixdown.com.br/wp-content/casts/feed.rss

Qualquer dúvida, sugestão, crítica ou elogio, envie para contato@fenixdown.com.br! E siga-nos no twitter

Fernando X de Megaman X! Não de pornografia ou de Xuxa!

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

106 Comentario(s)

  • Rafael A. 17 anos atrs

    Agora sim compro meu xbox 360! Só compraria se os jogos abaixassem, pois não apoio a pirataria.

    • Darkness_HK 5 anos atrs

      STEAM >> All.
      No dia em que puder comprar os meus jogos de PS3 e X360 online pela Steam eu vou morrer de tantos orgasmos múltiplos!

      • credo, se eu sofresse dessa doença (STEAM_NOS_CONSOLES_EU_MORRO) eu torceria para q isso nunca acontecesse O_O

  • Squallnathan 5 anos atrs

    Sempre bom ouvir Fenix News num sábado sem nada pra fazer. =)
    Ouvindo…

  • Agora é só avisar pras lojas q eles tem q baixar os preços neh.. pq aqui em niteroi ja vi jogos como Arkham City pra ps3 sendo vendidos a mais de 250.
    Acho q na teoria é td mto bonito, mas na pratica ainda teremos altos preços e mega promoçoes como da saraiva da vida ( de 250 por 199 – sendo q o jogo sempre foi 199)

    • FernandoX 5 anos atrs

      claro, foi o que comentamos! a teoria é bonita e legal, mas se as lojas quiserem vender terão que abaixar os preços! aposto que o Gears of War 3 a 130 vendeu um zilhao de vezes mais que o Batman a 200

      • Isso é! Aquele lance d por Rayman por 99 foi ótimo, espero q mais jogos sigam essa linha.

    • Lpolon 5 anos atrs

      Cara, se você pretende comprar em uma loja de shopping, quem está de sacanagem é você.

  • Baixando pra ouvir no tour para Ouro Preto.

  • Marco Alves 5 anos atrs

    BUTECAST é legal pra caraleo, recomendo!

  • inominavel 5 anos atrs

    Sobre a saida de Fumito Ueda, vale acrescentar que antes dele sair, saiu o Yoshifusa Hayama, que era o produtor executivo do Last Guardian, para trabalhar…..acreditem em uma empresa de jogos sociais de londres!!!! é…. a coisa nesse projeto Last Guardian ou na Sony não andam nada bem, mais esse ai saiu mesmo, não está que nem o Ueda que ainda continua na projeto do jogo.

    Sobre jogos mais baratos, acho que o participante do butecast tem uma certa razão, pois acho muito estranho um jogo como Super Street fighter IV ARCADE EDITION por ai em muitos sites nacionais ele está pelo preço de 179,90 e depois você acha um outro site que tem o mesmo jogo por 69,90!!! como assim ??? ou seja me parece que dá pra baixar SIM o preço dos jogos sem precisar de jogo justo e afins, acho que a grande saca dessa noticia é mesmo você poder comprar os jogos lá fora sem ser taxado, isso é muito bom para quem compra muito jogo de fora.

    Sobre os correios, anotei o nome de todos… listinha negra agora por falarem mal! hehhehe

    • FernandoX 5 anos atrs

      depende onde vc tá vendo esse por 69,90!!! tem mto mercado cinza por ae, q pega o jogo de fora sem pagar imposto e revende aqui por preço baixo, aí é fácil mesmo abaixar o preço
      =P

      • inominavel 5 anos atrs

        Powww!! então porque não fazem isso mais vezes então ????? kkkkkkk totalmente afavor de jogos mais baratos originais! não importa como !! hehehhee

        • pedrohenri 5 anos atrs

          Se for carga roubada também tanto faz? Você se sentiria bem sabendo que está incentivando o crime?

          • inominavel 5 anos atrs

            não… carga roubada eu não me sentiria bem não, mais ai não tem como saber a procedência né ??? se eu soube-se que é fruto de um crime eu não compraria, mais como saber pendrohenri ????

          • pedrohenri 5 anos atrs

            Só olhar o preço, geralmente a diferença é absurda. E nunca estão em grandes lojas, nessas se o preço estiver corre que a promoção é boa ^^

          • pedrohenri 5 anos atrs

            preço estiver baixo*

  • Renato Mandi 5 anos atrs

    Do ponto de vista econômico para o país, os produtos importados sempre significarão prejuízo porque é dinheiro saindo do País. Não é interessante pois não é um produto essencial e nunca vai ser. O que o governo pode fazer é estimular o desenvolvimento e a fabricação de jogos aqui no Brasil através de isenção fiscal. A lei Rouanet têm um pouco essa função.
    Ess causa de vocês não têm sentido. Aprendam um pouco sobre economia.
    Fiquem à vontade para negativar meu comentário mas eu estou certo.

    • O que te sobra de conhecimento economico, te falta de tato ao se expressar.

      Primeiro acho que a maioria sabe a função dos impostos, que é de proteger as divisas. Como vc disse, é ruim que dinheiro saia do país. Em segundo, vc mesmo respondeu sua pergunta, reduzir impostos de jogos é a maneira do governo incentivar a produção dentro do país e fomentar o mercado.

      Agora Sr. Economista, não entendi porque a causa não tem sentido. Me explique porque não tem sentido você querer que o mercado nacional, seja de qualquer produto (legal) cresça. Pois isso gera emprego, arrecadação, etc, etc…

      Alem do mais, nenhum país (bom) vive apenas de "produtos essenciais". Acho que todo ser humano trabalhador e esforçado tem direito a um pouco de luxo e diversão a preços justos (sem querer fazer trocadilho com o Jogo Justo).

      Agora se você quiser se expressar, fique a vontade, mas não venha com meia-duzia de pedras na mão, porque aqui ninguém tá interessado em ficar batendo boca.

      • Renato Mandi 5 anos atrs

        Me desculpe se expressei mal. Não sou contra o mercado Nacional de Jogos. Só que reduzir IPI não é defender os desenvolvedores brasileiros. E o que eu vejo é só gente reclamando que não pode comprar jogo importado.
        Só acho que precisamos ser realistas. Independente da minha vontade ou da de vocês o governo nunca vai reduzir IPI para jogos.

        • Bem, agora você foi mais claro. Bem, não sou grande entendedor de quais e o que cada taxação significa e muito menos quais são prováveis de serem reduzidas.

          Só sei que há alguns anos o governo reduziu os preços dos softwares e jogos para PC, do pouco que sei, não vejo o porque isso não pode vir a acontecer com jogos de videogame também.

          • Renato Mandi 5 anos atrs

            É porque conseguiram convencer o governo de que o acesso a computadores é importante na educação dos brasileiros. A mesma coisa está acontecendo com as tablets.

          • Lpolon 5 anos atrs

            Isso explica pq reduziriam no PC e não nos Consoles. Na minha opinião de merda, as tablets nem são importantes para a educação. Aliás, eu não achava que eles precisavam desse tipo de justificativa. Achei que era algo do tipo: "Opa, isso vai dar dinheiro, Vamos pegar a nossa parte como Estado."

            Obrigado pelo esclarecimento.

    • Lpolon 5 anos atrs

      Talvez você tenha a razão. Mas não aqui. O seu texto tem palavras e eu só me resta confiar que você está completamente certo. Pois não sei deu ao trabalho de realmente explicar o porquê.

      Agora, pego uns certos atalhos para não achar que a causa é perdida.

      1 – Outras formas de mídia como jogos de PC e DVD/Blue-rays custam menos do que Jogos para PS3 e Xbox e Wii

      2 – Não vejo nenhum motivo a mais para isso ser verdade/necessário apenas para jogos de consoles. Aliás, parece que agora existem as versões Latino americanas dos jogos mais recentes. Uncharted 3 e Batman.

      Portanto, Há um grande putaria em alguma parte do processo. que dobra o preço do produto.

      Claro que eles protegem a venda de carros produzidos no brasil. Todo mundo sabe que Carros importados custam +50%.

      Agora.. estamos protegendo os jogos de celular?
      É tão dificil assim? Eu não ligo o bastante para realmente entender a questão. É um raciocínio simples.

      Mudando de assunto, embora eu cague litros se você é ou não uma pessoa agradável. ter razão de forma alguma justifica a babaquice. Sua namorada gostaria que você soubesse disso.

    • Ogro Himself 5 anos atrs

      Renato, o problema nao é jogos importados serem taxados, mas sim COMO eles são taxados.

      No regime de fiscalização atual, jogo de videogame está na mesma classificação que jogos de azar. O jogo chega em nossas mãos com mais de 100% do seu valor de compra em taxas. Como a taxa cobrada na receita inclui o custo do envio também, eh de se esperar que um jogo custe mais de 200 reais aqui no Brasil. ISSO que é o absurdo.

      Jogos de videogame são SOFTWARE. Não deveria ter nada diferente entre importar uma cópia de antivirus ou uma cópia de Lego Batman.

      • inominavel 5 anos atrs

        Uns tentando defender que isso é ruim para econômia do pais, outros não vêem sentindo na proposta, achando que não deve mudar nada, certo…… mais sério mesmo, só quem ganha com os impostos são os politicos, o povo não vê beneficio em nada disso, onde você acha que tão gastando essa grana arrecada ???? no aumento de salário deles mesmo! cara é um absurdo você lê uma noticia em que os parlamentares fizeram e aprovaram uma proposta de aumentarem seus salários em 126%!!!!!! você tem noção disso ??? e de onde você acha que vêem o dinheiro para terem esse aumento??? sorte que a presidente não aceitou isso, falando que é inviavel uma coisa dessas, então cara, pode ser que seja ruim para economia do pais, mais vai ser bom para o bolso do consumidor que ganha pouco!

        • Não é bem assim cara. Entendo a sua indignação quanto a corrupção que há nesse país. Mas quando falamos de economia devemos lembrar que é um ciclo. Uma coisa pode parecer, a curto prazo, otimo para o consumidor que ganha pouco, mas se isso afetar o país, a longo prazo, isso acabará de afetando.

          Um exemplo simples e chulo: muita grana sai do país em compras internacionais, o mercado nacional entra em crise, pessoas perdem emprego, se compra menos, se ganha menos.

          Pense bem, a função do emposto não é só arrecadar dinheiro pra ser usado em beneficio do povo, ele também coíbe a compra lá fora, sacou? Ele evita que você jogue todo seu dinheiro em produtos estrangeiros.

          • inominavel 5 anos atrs

            Vendo por esse ponto de vista eu concordo com você, e pelo o que pude entender no que você disse, com uma certa diminuição nos impostos e o preço final do produto agente achar JUSTO pagar por ele vai nos incentivar a comprar mais aqui e assim aquecer mais o mercado interno, e mantendo o dinheiro circulando dentro do nosso país, o que julgo eu que será muito melhor, pois vai gerar emprego, entre outros serviços.
            Bom é esperar agora para ver, pois eu não estava pensando nos efeitos de compras internacionais a longo prazo.

          • Não estou dizendo que justamente essa redução prevista para os games vai colapsar o mercado nacional, mas explicando a real função dos impostos. Porque todos simplesmente acham que eles servem apenas pra nos fuder e arrecadar dinheiro pra um governo corrupto.

            Em questão, essa redução tem mais como objetivo aquecer o mercado interno de games e incentivar a entrada de empresas estrangeiras no nosso mercado, assim gerando emprego e outros benefícios.

    • Velho, eu me interesso muito por economia e passo muito tempo lendo sobre o tema. E você como pessoa tão entendida no assunto está ignorando o fato de que a China hoje em dia é a fábrica do Mundo, não tem como competir com os caras em termos de custo de produção. Até a Apple, que fez o que podia pra deixar sua cadeia de produção nos EUA viu que não tinha como remar contra a maré. Os grandes estúdios de games vão continuar onde sempre estiveram, então acredito que o fato de o jogo ser ou não prensado aqui tem um impacto em termos de geração de renda muito menor do que se o jogo fosse inteiramente desenvolvido aqui (sendo que o fato dele ter sido criado por aqui ou não nada tem a ver com a tributação atual).

      Você está esquecendo dos empregos que são deixados de gerar no comércio varejista de jogos por conta dessa tributação abusiva. Fora dos grandes centros, lojas de games simplesmente não existem. A questão de ser ou não um produto essencial, não credencia o governo a tributar o produto de forma a inibir o seu comércio, como é feito nos jogos de azar. Pelo seu ponto de vista, músicas e filmes também não são essencias, afinal, pode se viver sem eles (Será?). A indústria dos games já deixou de ser sinônimo de brincadeira de criança há um bom tempo.

      Acho também muita pretensão x ou y afirmar que está certo, até porque o objetivo de uma discussão é cada um defender os seus pontos de vista, e não querer se demonstrar superior do que os outros…

    • você está certo meu amigo,mas é o seguinte:se governo não dá a minima pra gente,então estou pouco me fudendo para ele

  • Dr_Shenanigans 5 anos atrs

    Cara, ri demais com a cena surreal de você mandar o cara das Casas Bahia tomar no cu, daí a sua geladeira não funciona mais. É basicamente isso que a EA está fazendo mesmo, e é por essas e outras que eu nem uso essa porra de Origin. É uma pena ficar sem Battlefield 3, mas tem tantos outros jogos nesse fim de ano que ele nem faz falta.

  • Galera, o episódio ficou show! Parabéns pela sinceridade nas opiniões sobre essa nova lei, o jogo justo, etc. continuem assim!

    Mas tenho uma crítica a fazer: VOCÊS QUASE ME DEIXARAM SURDO! Os efeitos sonoros entre as conversas/ blocos estavam muito mais alto que as vozes! Por favor, fiquem de olho nisso pra próxima edição porque isso é algo horrível pra quem ouve o podcast no fone =/

    Abraços!

  • Lpolon 5 anos atrs

    Até onde eu sei, isso do banimento ja está acontecendo até antes do Origin sair. O Kotaku ja chamou atenção pra isso 2 ou 3 vezes e Pessoas da EA ja falaram que isso não deveria ser assim mas não resolveram..

    • FernandoX 5 anos atrs

      tambem tinha lido materias sobre isso a um bom tempo atrás! mas recentemente virou noticia de novo

  • Dom-ken 5 anos atrs

    Pessoal tenho tido um problema para baixar os arquivos de audio de vcs, minha conecção é muito instavel e quando o download é intenrrompido tenho que começa do zero novamente mesmo utilizando gerenciador.

    Se possivel arrumem isso, sei que nao é uma prioridade mais quem nao chora nao mama =]

    • Fala Dom-ken!
      Cara, não temos nenhuma outra reclamação aqui no site sobre isso….
      será q nao é o seu navegador? acho q seria mais algo da sua conexao ser meio instavel mesmo…
      e se nem o gerenciador esta ajudando, eu nao sei como te ajudar =(

    • Ogro Himself 5 anos atrs

      Dom-ken, tentou baixar o ZIP? Gerenciadores de download podem se perder no mp3, mas no zip tem que funcionar (ou entao troque de gerenciador).

  • Sobre o esquema do Jogo Justo, acho que há um certo exagero de ambos os lados. Primeiro dos caras a favor, que acham que é um projeto que vai acontecer amanhã e durar pra sempre. Não é. A ÚNICA coisa que é aprovada de um dia pro outro são so salários dos parlamentários.

    E sobre quem é contra: achar que não vai acontecer nada é ser muito negativo. Não estou falando que é por causa do projeto, mas o Jogo Justo ajudou, como dito, a criar uma maturidade nos jogadores. MAs ACIMA desse projeto, coloco o crescente número de sites e blogs de games (sem puxar saco, heheh), que faziam algo mais sensível em relação aos benefícios de se ter um game original.
    Essa maturidade foi surgindo aos poucos, de forma tímida. A "sorte" do projeto Jogo Justo foi ter surgido no momento em que o público gamer "atingiu 18 anos": onde a maioria aqui tem sua própria grana e precisa pensar direito antes de comprar.

    O que eu acho errado é tentar "sindicalizar" as lojas de games com a Acigames. Para isso tem as associações de comerciantes/comerciários de várias cidades, até por que não vejo benefício REAIS para quem se afilia nessa associação (reais pelo menos para o ponto de vista de consumidor).

    • fabianoloureiro 5 anos atrs

      na verdade existem sim beneficios para os associados.
      como por exemplo treinamentos de diversos tipos para esses, além de futuramente poderem ser formadas cooperativas, onde serão comprados jogos em grande quantidade, baixando assim o preço por unidade.
      Essas associações tem muito o que oferecer quando levadas a sério.

      • MAs cara… que tipo de"treinamento" seriam esses? É só botar uns gordo granudo pra vender os jogos e fechou (na minha opinião)! Treinamento de vendaasojas dão normamente!

        A parte de cooperativa é interessante, mas esses esquemas (quase) nunca dão certo de verdade…

  • Eita o podcast ta caixista demais… U_U

    • Ogro Himself 5 anos atrs

      é que eu nao participei desse =(

      • KKK, Ogro não é de todo mal, mas so comentaram o Orc's Must Die e nesse fim de ano a PSN tava estourando de lançamento, e a atualização da Dash do Xbox que ficou muito legal, nem comentaram o reconhecimento por voz no knect e o app do youtube integrado com a sua conta (que tem a fila-da-putagem de filtrar conteúdo) mas mesmo assim muito foda… o fenixnews ficou parecendo mais um papo de advogados…. Achei que a galera ia debulhar mais tem ate a mega promoção de fim de ano da Humble Bundle com pague o quanto quiser e leve meatboy, shank e mais uma penca de jogos…. Jogo justo já deu né!

        • FernandoX 5 anos atrs

          cara, eu n tenho PS3 entao n sei NADA mesmo sobre o console! e poxa, sempre que tem notícia q achamos relevantes a gente fala! a própria saida do Fumeto Ueda é algo que afeta os sonistas =P

          e sobre a dash a idéia não era falar dela, e sim da clausula do novo contrato

          E sobre o Humble Bundle, nem tinha saido quando gravamos, mas divulguei no twitter =)

        • Ogro Himself 5 anos atrs

          Eles são caixistas mesmo, especialmente o Fernandókis e o Kazz

          Teve um aí que disse que não gostava de jogar PS3 porque o "controle belisca minha mão", nem vou falar quem foi …

          o Kazz

          • KKK nunca me diverti tanto nos coments do cast, pro Fernando é só TF e Xbox, mas tudo bem o site esta de parabéns e o conteúdo também, só poderia ser mais democrático, eu tenho as duas plataformas e procuro curtir o melhor das duas e não tenho tanto tempo livre pra ficar pescoçando na net por informação de qualidade, por isso tenho o Fenixdown e o supercontrole como principal fonte de informação, não é crime nenhum preferir uma plataforma a outra mas convenhamos de um site como esse penso que a intenção é trazer informação de qualidade pros gamers de todas as plataformas, afinal não foi so eu que achou a discussão pobre, na boa Ogro você e o Alex_Seph tem dado um puta gas nos casts que tem participado, mata no peito e domina até trolagem de qualidade mandam.

  • Guto Gerbase 5 anos atrs

    Oia, o feed ta quebrado, tem como arrumar?

    • O feed está normal. Você pegou o novo?

    • FernandoX 5 anos atrs

      se vc estiver usando feed do itunes então está ruim sim, ainda estamos tentando arrumar
      por hora pegue o de RSS que tá ok =)

  • rcborba 5 anos atrs

    Achei a discussão sobre o preço dos jogos no cast extremamente pobre, com argumentos infantis e sem embasamento pra muitas opiniões dadas, fora as idéias absurdas, como a dos correios (eu entendi que foi brincadeira, mas não deixa de ser idiota). Falta as pessoas verem que a mudança, pra existir, tem que começar de alguma forma, se o resultado imediato não vai te ajudar a comprar o Skyrim é uma pena, mas quando lançaram um novo jogo pra PS4, quem sabe ele já não venha em português e com um preço acessível.

    Quando as primeiras montadoras de carros vieram para o Brasil, disseram que muitas iriam falir e que nunca teria um mercado consumidor como o americano ou o alemão. Achar que o brasil nunca se tornara um polo no consumo e desenvolvimento de jogos é ter uma visão muito limitada do potencial tanto do país quanto da indústria de jogos.

    Meu elogio fica pro comentários, a galera aqui sim elevou o nível da discussão fazendo ter valido essa edição do fenixnews.

    • FernandoX 5 anos atrs

      concordo que tem gente de birrinha do projeto, e eu já desisti de tentar fazer ver o lado positivo, mas eu comentei sim as boas novas e o que pode significar pra gente!

      uma crítica que fiz foi quanto a muita gente que acha que isso é pra amanhã, coisa que não é. leva tempo até tudo se adaptar e dar certo. acho que lei de incentivo a cultura foi o ponto alto de tudo isso, pois alimenta a indústria nacional a produzir

      tem muita brincadeira no meio e falta de confiança de um pessoal, mas vc ignorar toda a parte que falamos sobre o impacto positivo tb é foda =p

      • rcborba 5 anos atrs

        Também concordo contigo fabianoloureiro, e muitas vezes tive a impressão que o cara tem que ser troll, discordar e criticar só pra parecer "maneiro".

        Kazz eu consigo entender o que quer dizer, porém, muitas vezes você faz parecer que tudo o que o Jogo Justo fez não tem validade nenhuma por não atender todos esses pontos que vc levantou, e ai eu discordo, o projeto tem sim seus méritos (como vc mesmo disse), nem que seja pra gente ficar mais informado e debater o tema, e concordo quando vc coloca que é ingenuidade pensar que tudo foi conquistado até agora só por causa deles.

        Ah, FernandoX vc foi a voz da razão durante o cast (mas sem muita força)… rs ;)

      • Ogro Himself 5 anos atrs

        Concordo com todos voces, RCBorba, Fabiano, Kazz e Fernandókis (se for possivel concordar com voces todos ao mesmo tempo).

        O Jogo Justo cumpriu o papel em chamar a atenção da comunidade para o assunto, trazendo junto lojistas, empresários e gamers? Sim.

        O pessoal aproveitou pra se livrar de encalhe no dia do jogo justo? Quem compareceu nas lojas sabe que sim.

        Mas a frase chave dessa noticia, é algo que o Kazz frisou quando estava lendo: os deputados sequer tinham ouvido falar em jogo justo quando votaram a medida.

        Por um lado é bom, porque mostra que nossos politicos são ao menos um pouco sensatos em suas decisões. Por outro lado é péssimo, pois já que o jogo justo estava se esforçando tanto em engajar a comunidade, custava dar um telefonema para marcar uma reunião com os deputados ANTES de aprovar a proposta? E se a proposta nao tivesse sido aprovada, ou pior, reescrita de uma maneira que não iria ajudar em nada a comunidade gamer?

        Eles estão sim fazendo barulho e até acho válido varias das ações do movimento, mas eles precisam fazer MAIS. Ainda estão deixando a desejar.

        • fabianoloureiro 5 anos atrs

          mas sera que foram todos os deputados que não sabiam?
          eu sinceramente nao tenho essa informação e nem sei quem propos a votação em si.

          • Ogro Himself 5 anos atrs

            Da um bizu la na noticia original, Fabiano. O link ta no post.

            A comissão tinha 3 deputados. Um estava viajando e não pode ser contatado. Os outros dois não sabiam o que era o jogo justo.

            Se dois entre tres deputados não sabiam o que era jogo justo, significa que não contataram NINGUEM da comissão, ou então eles a menos lembrariam do nome do movimento.

          • fabianoloureiro 5 anos atrs

            li a matéria e compreendi melhor os pontos discutidos no cast.

          • O que diga-se de passagem Ogro, é muito, muito estranho você estar engajado em um projeto, fazendo o maior barulho e não entrar em contato com os responsáveis pelo projeto de lei.

            Já ouvi algumas entrevistas do Moacyr falando que fez reuniões com políticos, empresas, etc. Como assim não falou com esses três deputados?

            Me repito aqui: o movimento do Jogo Justo carece de mais transparência e lisura.

          • Aí entra a politicagem, Ogro: perguntaram se conheciam o JogoJusto, mas perguntaram se conheciam o MOACYR? Tem essa questão tb!

            E isso que é oque vcs falaram> é CERTEZA que o cara vai tentar se eleger depois!

          • Como disse antes, não vejo problema em ele tentar se eleger. Acho que se ele estiver fazendo o que diz estar, é mais do que muito eleito já fez.

            Mas é aquilo, realmente tem que fazer. Já vi noticias de quedas de preço acompanhadas de tweets de "vitoria do Jogo Justo", o que sabemos, era mentira descarada.

          • Ogro Himself 5 anos atrs

            Concordo. Nao duvido que o Moacyr esteja ATIVO no movimento, to me perguntando se ele ta sendo EFETIVO.

            Se ele for EFETIVO, merece o voto dos gamers.

            Pombas, eram só 3 deputados na comissão, e ele não conseguiu entrar em contato com NENHUM???

      • fabianoloureiro 5 anos atrs

        nao sei se você esta se referindo a mim no seu ultimo paragrafo, mas se foi eu queria dizer que especifiquei os nomes do kazz e do cara do butecast justamente para deixar claro que eu discordei deles, os outros que falaram eu achei boa a ponderação feita, também acho que o projeto não é perfeito, mas nada é perfeito!

  • fahrofa 5 anos atrs

    Sexta feira eu estava bebado jogando MW3 hsuahsuahsua. Curti muito o Cast. Parabéns pessoal.

    • Ogro Himself 5 anos atrs

      Sexta feira eu estava bebado com colegas da empresa.

      Mas as vezes estou bebado gravando podcasts …

      • fabianoloureiro 5 anos atrs

        um dia quem sabe eu grave com vcs desse jeito tambem ahahhaha

      • fahrofa 5 anos atrs

        É nóis que voa Aladin suahushau.

        Ogro, Tu trabalhas aonde? Em POA? Eu trabalho em POA também, em uma empresa de TI.

        Abração.

    • Sexta Feira a noite eu estava indo trabahar!

  • O Jogo Justo tem seu valor? Obvio que tem. Qualquer movimento que vise conscientizar e incentivar as melhorias de um mercado tem sim seu valor. Ninguem nega isso, ninguem sequer negou isso no episódio.

    Claro que ninguém espera que amanha seja vendido jogos muito mais baratos, mas é muita ingenuidade atribuir toda a melhoria ao Jogo Justo. Na pratica o que esse movimento fez? Vendeu jogos mais baratos em dois dias, muitos desses jogos eram encalhados, vale lembrar. Como o já citado varias vezes Bioshock, que abaixou no dia do Jogo Justo e continuou com preço baixo depois dele. Foi o Jogo Justo que baixou? Claro que não.

    É um projeto muito bonito no papel, mas na pratica é quase um sindicato (como citado pelo DioRod acima) que cobra dos conveniados, e com que beneficio? Bem, gostaria de saber. E me espanta vc fazer um movimento para incentivar a queda de preço e cobrar para as empresas participarem. Isso me parece mais makerting do que qualquer outra coisa.

    Um primeiro passo foi dado, com certeza, mas o Jogo Justo é responsável? Colaborou, com certeza, mas seria dado com ou sem ele. Você citou que os jogos eram vendidos a 250-300 reais. A queda foi natural, não tem nada a ver com o Jogo Justo. Acreditar que eles foram responsáveis por uma queda de preço é muita ingenuidade e/ou falta de conhecimento do mercado econômico.

    Finalizando, o que tenho contra o Jogo Justo é sua falta de transparência e lisura em relação aos seus reais esforços e méritos. Nada mais que isso.

    • fabianoloureiro 5 anos atrs

      eu sinceramente não vejo ninguém falando que a causa desses avanços são tudo por conta do jogo justo, talvez eu leia fontes diferentes de você.
      Sobre cobrar para se afiliar, bem acho que ninguém trabalha de graça (a não ser quem faz caridade), o cara precisa viajar, dar palestra, se hospedar, fazer todo o trabalho de divulgação e isso tudo requer dinheiro, que a acigames tem esse objetivo.
      ela também da treinamento para os associados como eu disse ali em cima e a taxa é tão pequena para os benefícios, a questão é que quem se filia esta na frente da fila para as melhorias, mas não quer dizer que quem não eh associado, simplesmente vai ficar de fora.
      Queria deixar claro que não sou associado e não tenho nada a ver com a acigames, só acho a iniciativa louvavel.
      kazz, desculpa o palavreado que usei no começo do meu reply, acho que peguei um pouco pesado

    • Mano, só uma pequena correção do que vocês falaram sobre Bioshock 2: quando saiu a "promoção", o pessoal do Jogo Justo deixou claro que era uma PRÉVIA do dia do Jogo Justo e não o dia mesmo.

      No primeiro dia, os jogos eram Castlevania, AC: Brotherhood, PES 2011 (entre copias de Xbox 320, PS3 e Wii); já no segundo os jogos eram Castlevania (de novo), CoD Black Ops (que se não me engano era o mais recente) Fall Ou New Vegas, Donkey Kong Returns, Golden Sun, Naruto Ninja Storm, MArvel vs Capcom 3, Wii party e Vaquish.

      Claro que muitos aí já nem valia 100 manogs (como o Vanquish, por exemplo)…

  • Ok, só tem um assunto que quero comentar, que é o lance das cláusulas dos contratos aí que "impedem" processos (vou deixar de lado a polêmico do Jogo Justo). Bom, não é bem assim que a coisa funciona, não. Se a pessoa se sentir realmente lesada de alguma forma e quiser levar isso à termo num processo, ela pode sim levar até às últimas instâncias, que no caso dos EUA seria o juri popular. Não sei se aqui no Brasil temos juri popular para processos civis (só sei dos criminais).
    De qualquer forma, o que o contrato diz é o seguinte (sendo bem simplista): "se você nos processar, será uma quebra de contrato". O que isso quer dizer? Simples: cancelamento da sua conta, no máximo. Ninguém pode te impedir de processá-lo, pelo menos não aqui no Brasil e muito menos nos EUA, com um simples contrato. Mas contrato é contrato, de qualquer forma, e se lá diz que você não pode levar até uma certa instância, significa uma quebra de um acordo mútuo. Logo, conta cancelada, no máximo.
    É estapafúrdio? Sim, com certeza, pois lhe tira a opção de processar a empresa E continuar sendo cliente dela.

    Edit: e agora a Sony está sendo processada por conta justamente da "cláusula anti-processo". Oh, the irony :D

    • Ezequias 5 anos atrs

      Como expus abaixo, trata-se ao meu ver de uma cláusula extremamente abusiva, e, portanto, inválida no Ordenamento Jurídico brasileiro. Todavia, uma vez que nossa legislação é bastante diferente da americana, não temos como precisar a aplicação deste contrato aqui. Fica valendo "genericamente" o previsto no CDC.

      Toda a questão do Juri popular fica, ao meu ver, ligada a questão que estas decisões vinculam nas decisões futuras nos tribunais americanos (lembram nos filmes, eles sempre citam casos famosos, mas raramente vão na letra da lei).

      Aqui a instituição do tribunal do Juri só é utilizado nos crimes contra a vida.Nada impede de uma mudança na legislação (não há impedimento constitucional, neste sentido) para que passemos a fazer uso do juri nas questões civis. Ao meu ver é bem impraticável, trabalhoso e dispendioso. Contudo alguns paises tem adotado. O japão, por exemplo, passou a adotar o instituto uns anos atrás, causou uma comoção, se bem me lembro.

  • Ahh, sim, caras, depois de ler um comentário acima me motivei a falar do lance dos impostos também. Seguinte: para nós, consumidores finais, que importamos diretamente do Mariio ou da PlayAsia nada muda. Continuamos comprando e pagando o preço que for, tendo a sorte de não pagar os 60% ou não. A redução de IPI, COFINS, o que seja não nos afeta nesse sentido, porque TODOS utilizam o modelo de importação simplificado, onde todos os impostos são arbitrados e condensados num único "impostão". Para conseguir fazer valer as alíquotas corretas, para pagar menos que os 60%, seria preciso importar de outra forma, com guia de declaração de bens, e nessa forma você SEMPRE paga o imposto. Não tem o "SE". É o modelo que grandes importadores (empresas) precisam adotar. E serão elas as maiores beneficiadas com as novas regras, SE E QUANDO elas forem aprovadas. O reflexo disso seria sentido nas prateleiras das lojas, se o comércio deixar de lado o "custo Brasil", ficando apenas com o lucro justo (produto ficou X% mais barato para importar, logo o preço cai os mesmos X%), e não com o lucro ganancioso (produto ficou X% mais barato mas continuam vendendo ao mesmo preço de sempre, ou reduzem menos que X%, passando a aumentar seu lucro sobre o produto)

    • Eu vejo uma galera comentar coisas como "ok, o imposto vai diminuir, basta saber se as lojas vão repassar isso pro consumidor". Ao meu ver isso é obvio que sim. Você acha mesmo que lojas como Submarino, Saraiva e etc, não querem ter preços competitivos com o mercado cinza?

      Quando um jogo é 130 reais, como foi o caso de Gears 3, a loja vê que vende MUITO mais do que um jogo de 200. Então é claro que ela tem interesse em baixar o preço, não porque é boazinha, mas porque é mais lucrativo para ela.

    • Ogro Himself 5 anos atrs

      Muda sim Marcio. Eu era cliente SILVER da shopto.net, de tanto jogo q eu comprava la, porque eu nao era taxado nunca. Agora a receita apertou a shopto e todo jogo q eu compro é taxado.

      Com a aprovacao da lei, jogos passam a ser taxados como software, onde o valor de imposto que incide sobre o bem é o valor fisico da midia, nao do produto total.

      • Ogro, dois problemas no seu argumento aí:
        Primeiro) pessoas comuns, como eu você, pagam o chamado "imposto de importação simplificado". Simplesmente 60% sobre o valor do produto. Fora o ICMS de seu estado, SE for cobrado. E isso SE chegar a ser tributado, se não for liberado diretamente pela alfândega. Isso não mudará para as pessoas comuns. Para pagar menos que os 60%, só fazendo o que eu falei, que é declarar o produto e já pagar o imposto direto (não sei como proceder nesses casos, isso é coisa que geralmente grandes importadores fazem, mas qualquer pessoa pode fazer também, se souber como)
        Segundo) essa insenção só é válida se houver discriminação do valor do que é software, do que é mídia, embalagem, etc, o que não acontece. Como não há esse detalhamento de preços, paga-se o imposto sobre o valor integral do produto (a lembrar são isentos os softwares, livros, revistas e roupas)

        Edit, direto do site dos correios:
        5. É cobrado Imposto de Importação de 60% pelo IMPORTA FÁCIL mesmo quando a alíquota para o código alfandegário da mercadoria for 20% devido acordos comerciais entre os países?
        O serviço Importa Fácil dos Correios opera dentro do Regime Simplificado de Importação, utilizando do código tarifário TSP (Tabela Simplificada de Produtos), onde todas as classificações tarifárias possuem alíquota única do imposto de importação de 60%. Para que o cliente possa utilizar da redução tarifária ele terá que contratar um despachante aduaneiro na zona alfandegária (porto ou aeroporto internacional) mais próximo da sua região, para nacionalizar o objeto por meio do Regime Comum de Importação e código tarifário NCM específico.

        Edit #2, também direto do site dos Correios:
        Quais são os casos que possuem isenção de Imposto de Importação?
        – Importação de Pessoa Física para Pessoa Física: remessas com valor total até USD 50,00, cujo remetente e destinatário sejam pessoas físicas, estão isentos do Imposto de Importação;
        – Importação de Medicamento: os medicamentos destinados à pessoa física têm alíquota zero de Imposto de Importação e a sua liberação está condicionada à apresentação de receita médica e demais documentos pertinentes exigidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA);
        – Importação de Livros, Jornais e Revistas: as importações de livros, jornais, revistas e outras publicações também não pagam imposto, por estarem imunes, de acordo com a Constituição Federal (artigo 150, VI, "d").
        – Importação de softwares: na importação de softwares, sem destinação comercial, deverão ser discriminados separadamente na fatura (Commercial Invoice) o valor do meio físico (CDs ou disquetes) e o valor do conteúdo do software, para que a tributação incida somente sobre o meio físico. Caso os preços não venham separados na fatura, haverá tributação sobre o valor total;
        – Remédios, Armas, Sementes e outros: armas e acessórios, sementes, remédios e etc., têm sua liberação sujeita à autorização de outros órgãos (Ministério da Defesa, Ministério da Agricultura, Ministério da Saúde, etc.).

        • Ogro Himself 5 anos atrs

          Marcio, já tem importadores trazendo jogos de videogame declarados como software, declarando midia e software em valores separados.

          Isso é irregular (ja que o jogo nao eh ainda taxado como software) MAS quando começar a valer, não duvido que lojas internacionais, como a propria shopto.net que até tem representante aqui no brasil comece a declarar as mercadorias de acordo.

          Mas é só especulação da minha parte e vamos ter que esperar quando e como isso vai se definir.

  • Essa história das novas leis parece ser uma boa né? O duro é esperar que isso se reverta em algo pra nós jogadores, quem sabe um dia, mas sinceramente, eu acho que vai demorar um tanto.
    Essas noticias de "saídas" do Miyamoto e Fumito Ueda só fizeram barulho pra mim, por que no final nada ficou definido, saíram ou não? E os jogos que eles estavam realmente fazendo, como ficam? Sei que o Miyamoto ainda ta na ativa, mas sera que sem o Ueda os projetos dele vão mesmo ser cancelados? O jeito é esperar pra ver.
    A clausula da Sony ta realmente criando uma brecha pra todo mundo fazer igual né? Mas a verdade é que isso no final não muda nada, você vai, processa e deixa que o juiz decida, se não der, você tenta levar pra próxima instancia e assim vai, sempre foi assim, e vai continuar sendo, mesmo com essa clausula, ok, não é certo da parte delas, mas pedir para que a gente não processe é muito melhor que impedir que a gente acesso os jogos né? Dá-lhe EA… Espero que ela desista do Origin e volte pro Steam pra parar de fazer essas cagadas…

    • O Fumito Ueda saiu, ponto. Mas vai continuar tocando o The Last Guardian como freelancer, não lembro se haviam outros projetos dele sendo feitos.

      • Se é assim o jeito é continuar esperando por mais noticias de The Last Guardian e principalmente torcer pro jogo sair ano que vem.

  • Ezequias 5 anos atrs

    Olá Pessoal, primeira vez comentando aqui no FD. Demorei um tempão para migrar do NL para cá, mas enfim, antes tarde do que nunca.

    Sou advogado e vou tentar dar meu ponto de vista sobre a questão, não vai ser muito chato, prometo, vou tentar responder umas questões lançadas no cast.

    Sbre a cláusula da Sony/Live fiquem tranquilos. Nosso Brasil pode não ser a coisa mais linda do mundo, mas o Código de Defesa do Consumidor é bem legal. (Lógico, haha…enfim…)

    Primeiramente, todo o contrato que vc faz com a Sony, com a MS ou a Nintendo, tem natureza de contrato de Adesão. Ou seja, apesar de ser um contrato, um acordo de vontade entre duas ou mais partes, suas cláusulas devem ser aplicadas nas conformidades dos princípios que regem o Ordenamento Juídico brasileiro. Assim sempre se presumirá a BOA FÈ das partes, e também a interpretação das regras do contrato será feita da maneira MAIS BENÉFICA AO CONSUMIDOR, afinal não foi vc que redigiu aquele contrato, nós, não é? Neste sentido nossa legislação é bem diferente da americana.

    Outro ponto e que a clausula não possui valor nenhum, já que no nosso país (atualmente) não existe juri popular a não ser nos casos de crime contra a vida (homicídio, aborto, e suas formas tentadas, por exemplo). Ademais todo o contrato deve ser legível e claro, sendo que num país como o nosso não se pode considerar como legível um contrato escrito inteiramente em inglês.

    Portanto, se você tem um problema com a PSN/Live brasileira, Parabéns, vc pode acionar o juizado mais próximo de sua casa e nem precisa de um advogado (causas de ate 20 salários mínimos e desde que não seja algo complexo que demanda prova também complexa, senão vai para a justiça comum.),

    Agora o que a Sony fez, ao meu ver, (que conheço pouco do "common law", do sistema americano) o que se tentou não foi retirar a possibilidade de acionar o poder judiciário, mas sim de "universalizar" as decisões. Este é o ponto crucial da discussão, acompanhem:

    Enquanto o juiz daqui pode tomar a decisão que ele entender correto (desde que esteja fundamentado) O juiz estadunidense não pode fazer isso, ele deve seguir e vontade do povo expressa através de decisões judiciais anteriores, tomadas por juri popular. (Isso depende do estado, mas geralmente é assim)

    Entenderam? A sony está tentando acabar com a possibilidade de uma única decisão judicial vincular todas as outras futuras, extremamente conveniente para eles, não é? De maneira tosca (não sou especialista na legislação americana, muito pelo contrário) vamos supor que houvesse um problema na PSN que fulminasse todos os ps3. Bastaria uma única ação para vincular a sony (posso estar errado nesta afirmação, mas seria uma Class Action) Do contrário cada um individualmente teria que perseguir o seu direito, o que prejudicaria a massa (sempre vai ter um que não vai se mover para resolver o seu problema).

    No Brasil não seria possível tal medida, pelo fato dela ser inconstitucional (o acesso ao Poder Judiciário é um direito fundamental). Ou seja, se for para o judiciário, não tem "limites" para as decisões (que podem servir de base para outras futuras, mas não vínculo obrigatório).

    Todavia, no nosso país seria possível a inclusão de uma CLÁUSULA DE ARBITRAMENTO. Explico: através de uma cláusula ESCRITA EM LETRAS GARRAFAIS (não pode ser com letra pequena, deve ser explicito ou não tem validade) as partes se comprometeriam previamente, no caso de um "processo" a levarem a questão a um Árbitro particular , cuja decisão vincularia como a decisão de um Juiz.

    Contudo, isso imporia gastos a empresa, já que este serviço não é de graça, ademais, considerando o próprio Código de Defesa do Consumidor (que não se pode fugir), certamente a empresa não teria lucro nenhum com isso, já que as decisões das câmeras arbitrais são bem mais ágeis, e, certamente, condenariam a empresa do mesmo jeito.

    Bom é isso pessoal, fiz o meu melhor ai para responder.

    • caramba! vou ler com certeza!

    • Rapaz, que testamento. E muito bem escrito, diga-se de passagem :)
      Aproveitando a deixa, então, qual a sua opinião sobre o que eu comentei mais acima (#IDComment242579415). Tem fundamento, o que eu escrevi?

      • Ezequias 5 anos atrs

        Vou dar uma estudada para verificar, vai ser o assunto amanhã no escritório (tirando a única exemplar feminina, todos somos gamers)

    • Ogro Himself 5 anos atrs

      Fez o melhor para responder, e respondeu BEM PRA CARALHO.

      Ainda bem que os ouvintes do Fenix Down não são as mesmas capivaras que os do MDM! Se tivessemos um premio "ouvinte FD do Mes", eu votava em ti!

      Ezequias, vamos usar teu comentário como referencia na próxima noticia de "Não me processe" no Fenix News. Ou então, boto pilha no Fernandóx pra te chamar pra explicar isso no cast.

    • Pô, bacana essa resposta hein. Concordo com o Ogro, se houvesse um premio, você seria o vencedor. Ainda mais nesse episódio onde uma galera veio cheio de disposição para ofender nos comentários.

      Legal mesmo. Conseguiu esclarecer as nossas duvidas de leigos.

  • fahrofa 5 anos atrs

    Gloriosa São Léo hahahah. Massa. Conheço belas garotas daquelas bandas hehehe

  • Ezequias 5 anos atrs

    Ficou faltando eu comentar sobre a questão da EA e do Origin! Comentarei em breve pois Skyrim me chama!

  • FelipeRaabe 5 anos atrs

    Romanesca! =D
    A quanto tempo não ouvia uma Música de Braid…