Arrumem seus preservativos e cuidado com DST’s pois hoje o GamerDivã é para maiores de 18 anos! Fernando X e o figurante Megaman fala sobre o retrato do sexo nos games!

O que está sendo feito de errado? Qual a visão dos desenvolvedores sobre relações sexuais nos games? Putaria ou relacionamento? Aonde vamos parar? E aperter X para tirar a roupa?

Ouça já e comente!

Para enviar seu conteúdo, comentários, sugestões, críticas ou elogios mande um e-mail para contato@fenixdown.com.br.

Não esqueça de seguir nosso twitter @fenix_down, se inscrever no nosso canal no youtube, dar jóinha no vídeo, deixar um comentário e divulgar o vídeo!

Fernando X de Megaman X! Não de pornografia ou de Xuxa!

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

45 Comentario(s)

  • caio_mota17 5 anos atrs

    FIRST!!

    Brinks,
    Eu concordo totalmente com vc Fernando, na grande maioria dos jogos o sexo é levado para o lado da mente de um adolescente (de 12 anos), que todos nós já fomos, mas as empresas de games não pensam que seus "clientes" estão amadurecendo e já são maduros o suficiente para entender uma cena de sexo mais realista, não levada apenas para a put@#$^@.

    • Poisony 5 anos atrs

      Cena de sexo realista: casal se vira e dorme porque o cara tem que fazer quest cedo e a mulher tem que fazer griding.

  • Sahmmael 5 anos atrs

    Mamilos flamejantes!

  • Achei bem maneiro esse gamer divã.

    Na minha opinião, sexo nos jogos tem que combinar com o contexto, porque senão fica parecendo que foi foçado e saimos da imersão. Você falou mal do sexo em GTA, porém eu discordo da sua opinião com esse jogo. Como você acha que um bandido que tem muito dinheiro transa? Com bacanais de prostitutas regado a muitas drogas. Não vi nada demais na cena da casa de strippers que você tanto criticou, pois isso é o de menos que um bandido vai fazer. O sexo ser daquele jeito em GTA apenas faz o jogador mergulhar ainda mais na vida suja de bandido, mas lembre-se que no San Andreas, por exemplo, você pode ter namorada e leva-la para sair e assim conseguir fazer sexo. Mesmo assim vou te falar que eu nunca paguei uma prostituta no GTA, mas gosto que tenha essa opção.

    O que eu concordo com você é no God of War, mas não é por causa do apertar de botões, mas sim da forma gratuíta que é feita. Você tá no meio de uma guerra, derruba uma plaqueta de madeira e tem uma fonte termal com um monte de vagabundas para você trepar e ganhar almas. Porra, não poderia ser um pouco mais forçado? Não, eu não consigo pensar em outro jeito de ser mais descarado.

    Sobre as cenas de sexo interativas, eu não tenho problema com elas, embora já passei por esse constrangimento quando estava jogando videogame na sala e na hora recebi a visita da minha prima que me zoa até hoje. Na verdade nem era de sexo, era para apertar os botões na hora certa para a stripper fazer uns movimentos provocantes e os bandidos não perceberem que o mocinho estava entrando escondido na boate, mas mesmo assim, acho que um simples apertar de botões pode contribuir nem que seja um pouco para a imersão, então fico na dúvida.

    • FernandoX 5 anos atrs

      nao nao, acho q vc me entendeu errado!
      falei q a parte das strippers ok por ser GTA, q já tá no clima do jogo. critiquei mesmo é o sistema de relacionamentos de namoradinhas!

      e god of war eu critiquei os botoes mas tb falei q n é isso que me incomoda (apesar de q incomoda demais), falei sobre o modo gratuito mesmo q é jogado

      e o que vc deu de exemplo nao foi cena de sexo, foi parte de jogabilidade (meio bizarra, mas ok!). eu sou contra ser cena de sexo interativa pq acho que fica mto estranho, prefiro ser uma cutscene q eu possa entender o q está acontecendo e ver ali a relação entre os personagens se aflorar! agora eu entrar no meio e ficar apertando botoes? poh, ai vc vai e erra, zua todo o momento que era pra ser algo íntimo e bonito entre duas pessoas! já viu vídeos de heavy rain com o cara errando os QTE? veja e sinta-se constrangido =P

  • inominavel 5 anos atrs

    concordo com tudo que foi dito, acho que a banalização é o grade problema do assunto "SEXO" no jogo, a não ser que faça parte do clima do jogo (vide GTA).

    Cenas interativas desses momentos também acho um saco e uma puta vergonha alheia….. não rola.. sério.

  • Poisony 5 anos atrs

    Primeiro acho que temos uma visão meio IDEALIZADA demais do que é sexo pra gente (mesmo que a gente tenha tido experiências com). Sim, sexo pode ser um momento íntimo que marca um relacionamento com outra pessoa e tal (algo que acho que Dragon Age faz muito bem, só reclamo de todo mundo ficar a fim SÓ do personagem principal, muito vibe Tenchi Muyo), mas também tem o lado material, de necessidade animal, de "one night-only". O problema que eu vejo é que o videogame como mídia mal consegue pegar o básico de uma trepada (olha esse BEIJO de Heavy Rain), imagina o porquê. O que me irrita nesses joguinhos do God of War nem é tanto o minigame de sexo, mas sim essa piadinha de colocar a câmera em algum lugar random pra mostrar a estátua tremendo ou coisa assim. Ou mostra a parada de um jeito crível ou nem coloca. Fica parecendo uma pornochanchada poligonal.

    E pra mim por muito tempo era mais fácil apertar os shoulders do controle do que tirar um sutiã. Com uma mão então é uma façanha.

  • brunopessoa 5 anos atrs

    cadê o cutscene da semana??

  • pedrohenri 5 anos atrs

    Fernando, use uma mascara.

  • FernandoX e PC Siqueira, os galãs da internet.

  • Eu não sei quem tá fazendo a versão em audio,mas o negocio nãoé simplesmente retirar o audio do video e postar,fica muito estranho em certas partes

    • a versao em audio sempre foi assim.
      Nossas colunas são em VIDEO, nao em audio… sinceramente não era nem para ter versao em audio, mas a galera pediu entao o que a gente pode fazer, a gente fez! Extraimos o audio para quem diz que nao pode ver o video. É apenas um pedido que atendemos

      • Poisony 5 anos atrs

        E se a galera pedir uma versão em aúdio melhor editada? Tem alguns cutscenes (às vezes baixo o áudio pra ouvir no caminho) que eu sinto a mesma "estranheza" que o Daniel Avelan comentou.

        Se for pra ficar tosco então tira, mano! Sou mais esperar pra ver o vídeo que pegar uma versão em áudio zoada.

        • desculpe Poisony, mas a versao em audio nao é pra vc…

          não é pq vc nao gosta que devo tirar, certo?
          tem gente que quer mesmo assim pq nao pode ver o video no trabalho
          se vc assiste o video, ótimo pq é pra isso que a coluna é feita, mas tem uma boa média de downloads, logo tem uma boa quantidade de gente quer QUER a versao em audio e ate hj 2 dessas pessoas reclamaram…

          a idéia é ajudar sem gerar mais trabalho, se eu dedicar mais 2 horas de edição para a versão em audio eu desisto de outras colunas… .

          • Poisony 5 anos atrs

            Tu tá certo. :D

          • inominavel 5 anos atrs

            É o meu caso as vezes, quando to no trabalho, video é bloqueado pelo proxy da empresa, porém consigo ouvir a versão em audio tranquilamente e não vi problema algum nisso, como foi dito ela não é para TODOS, se você pode ver em video não necessidade de ouvir a versão em audio e tudo mais, questão de opção e necessidade apenas, e concordo que deveria dá mais trabalho se for editar tudo direitinho e tudo mais.

  • Concordo que algumas coisas são muito gratuitas e sem contexto, como god of war.
    O importante na minha opinião é contexto.

    Discordo totalmente que tem que ter intimidade, tem que ficar com uma pessoa só durante o jogo, que tenha que sempre investir pra caraleos na relação pra daí ter uma cena de romance, pq na vida real não é SEMPRE assim. As vezes é assim, e as vezes não é. Tipo, em Mass Effect, acho os romances muito bons, mas não tem uma moça que queira algo mais casual. Vc até tem a Jack, que faria esse papel, pra depois descobrir ela bem cheia de raiva contigo, e fechada pra qq coisa além. A Miranda da a entender que também leva as coisas assim mas também só fica com o sheppard no final. Até a Liara, que pela própria descrição da cultura, não tem esse negócio de monogamia e possessividade (até aparece isso no primeiro jogo, se vc quiser ficar com as duas mulheres) no segundo jogo já tá tendo ciuminho, volta toda estranha.

    As vezes as pessoas não tem só relacionamentos desses, cheios de intimidade, e no fim, bem no fim, o sexo. as vezes os relacionamentos comecam com sexo e continuam depois. As vezes os relacionamentos não são monogamicos mas as pessoas são felizes mesmo assim. Não faz sentido num RPG vc escolher ser meio evil mas ter que tratar todas as garotas como princesinhas, por ex. Nesse ponto o GTA acerta muito, vc tem toda uma gama de possibilidades. Se quiser namorar, e ter uma namoradinha só e pronto, ok, é só não correr atrás das outras, não contratar as prostitutas, e tal. essa é a mesma escolha que temos no mundo real! Não concordo que ter a possibilidade te induz a fazer, não mais do que na vida real. A gente fura sinal no GTA pq não temos muito a perder com isso, da mesma maneira no GTA também corremos atrás de várias mulheres pq não tem nenhuma punição muito grande pra isso, onde na nossa vida o impacto dessa decisão pode ser bem maior. No entanto, o desejo de fazer é o mesmo. O benefício da escolha é o mesmo, só o custo da decisão é que muda.
    Nesse sentido, se nos sentimos estimulados a fazer alguma coisa, é porque queremos fazer essa coisa, e talvez no mundo real não podemos. Essa é uma das maiores funções dos games, sempre foi. Poder atirar, participar de guerras, viver em eras medievais, aprender magia, todas coisas que queriamos, mas não podemos ou não queremos pagar o custo (treinar no exército, arriscar a vida, por ex).

    • Poisony 5 anos atrs

      Taí, o que tu disse de intimidade é o que eu acho também e escrevi lá em cima: sexo não é só o prêmio máximo de um romance, sexo pode existir de maneiras totalmente diferentes num relacionamento. O exemplo do RPG foi bem colocado, e ainda adiciono: não faz sentido você ser meio evil e tratar todas as garotas (e garotos, por que não?) como princesinhas (e princepezinhos) E SER O ÚNICO QUE DEFINE AS RELAÇÕES SEXUAIS DO JOGO. Cadê os outros personagens querendo trepar entre si? Cadê poligamia, traição, sexo só pra resolver tensão (vulgo "makeup sex"), cadê uma coisa mais complexa e realista? Não tem.

      Como eu escrevi lá em cima, videogame mal consegue fazer o básico ainda. Maluco que erra um beijo jamais vai conseguir acertar uma cena de sexo boa.

      • Ogro Himself 5 anos atrs

        Tem uma quest no Skyrim que começa com uma bebedeira, pode ter rolado uma suruba alcoolica e pode terminar em casamento!

    • FernandoX 5 anos atrs

      concordo de que existe sim casos de sexo casual ou até mesmo onde não é o ápice do relacionamento (mtas vezes o primeiro) mas acho casos assim mais dificil de explorar nos games!
      normalmente o que temos é uma história do trajeto do personagem principal, de como ele vai do nada para ser o heroi da trama. e ai fica dificil encaixar outros tipos de relacionamentos que nao seja com quem te acompanha na jornada, criando laços afetivos

      gta iv já é um jogo mais livre e assim, possivel de criar essas situações (como de fato eles criam), mas é caso de poucos jogos

      mas nao concordo que se fazemos algo nos games é pq sentimos estimulados a fazer na vida real. acho que a possibilidade de fazer já induz. nao que vc vai se sentir obrigado, isso é de cada um, mas acho que influencia.

    • Ogro Himself 5 anos atrs

      Em ME2 tu pode ter sexo casual com a Jack, mas também pode investir em algo mais duradouro. Se ela continua contigo ou te chuta, vai depender das tuas escolhas.

      E se tu não se envolve romanticamente com ninguém, pode ter um casinho com a Kelly Chambers.

      Ou seja, as opções de sexo casual tão ali tambem =P

  • Alderic 5 anos atrs

    Concordo, em geral no ocidente essa temática ainda é tratada muito superficialmente – o uso de mini games só torna a coisa mais ridícula, parece tudo rápido e artificial demais.

    O grande diferencial de abordagem no oriente (em alguns casos apenas) em comparação ao ocidente está em um elemento – relacionamento. Mais notável em Visual Novels (e bem menos notável em jogos de eroge puro) está na construção de uma trama que busca estabelecer um senso de rotina, intimidade e finalmente relacionamento, as ditas cenas adultas costumam a ser em um número muito reduzido (ao contrário do que poderia se esperar) e normalmente só ocorrem em pontos chaves (claro tem muito eroge que é um simples slide show com textos eventuais), na real tem toneladas de Visual Novels e Dating Sims não tem qualquer cena adulta!

    Na estrutura típica do uma Visual Novel (Clannad e outros títulos) ou Dating Sims (Tokimeki Memorial, ect…) você tem diferentes "heroínas" (ou "heroís" existem jogos desse tipo voltado para as mulheres) que representam diferentes "rotas" da trama, mais do que ver "imagens" ao escolher uma você escolhe ver a trama por um diferente ângulo ou mesmo uma história diferente, as cenas adultas só acontecem em certos momentos (e não envolvem nenhum minigame).

    Existe um outro ponto – "interesse romântico" que seriam as pessoas que você poderia se relacionar, típicamente um Visual Novel (e mesmo outros jogos do estilo) trabalham com um "cast" de personagens, por vezes baseado em arquétipos comuns (torna mais fácil o jogador achar aquele que mais gosta ou menos gosta), cada um deles tende a ter uma personalidade e tramas próprias. Se você isso parecido com algo, não estranhe esse é modelo seguido (e adaptado/ajustado) pela Bioware.

    Em jogos ocidentais se observa duas tendências, ou você pode tentar com qualquer pessoa (tipo Fable I, Skyrim) mas que não possuem personalidade/história e logo você não tem nenhuma razão para se envolver com eles ou elas (já que não adicionam nada a história, nem ao jogo) ou vemos uma quase imitação do sistema de Visual Novels/Dating Sims – com um "cast" baseado em arquetipos e escolhas do jogador (Baldur's Gate II, DOA, Mass Effect).

    • FernandoX 5 anos atrs

      realmente, os visual novels tão criticados por algumas pessoas são os melhores exemplos de construção de relacionamento! isso sem forçar nada! bem lembrado!

  • sério?o_o
    obrigado por entender =)

  • Felipe Lameirão 5 anos atrs

    Gosto do modelo de abordagem do Mass effect…Ele mostra mas não de forma agresiva. Não é interativo também.
    Além disso gosto do modelo mass effect pois ele valoriza a conquista….as conversar , enfim o flerte…acho isso bem maneiro.

  • FelipeRaabe 5 anos atrs

    Uhul!
    Versão em áudio não precisa ficar olhando a cara do Fernandox! o/
    Mas peraí!
    Sexo não é um minigame de apertar botões?
    hmmmmmmmmmmm
    Naaaaaa, claro que é! =D
    O importante é cumprir com rank AA todas as quests antes e depois do minigame =3

  • Rapaz! Assunto no minimo polemico.
    Os games realmente tem muito o que evoluir nesse contexto, acredito que as produtoras até se empenhem em tentar trazer uma "experiencia" mais real para o jogador, mas como você mesmo disse isso no final acabo pro constranger a pessoa. O ideal seria adequar o tema "sexo" ao contexto do jogo em si e fazer com que os finalmente acontecessem sem explicitar, você não precisa ver seu personagem com a mão na massa, basta darem a entender que aconteceu e pronto, assim não vão ter cenas bizarras tipo as de Heavy Rain.

  • Xenogears tinha uma cena de sexo, que era tratada de forma séria, com os personagens apaixonados e tal. No MACROS tbm tinha se não me engano.

    Fernando tu é demais hsuahsuahsuahus, dei muita risada hahahah

  • nobregustavo 5 anos atrs

    Cara, eu lembro de quando joguei o primeiro Witcher, onde você poderia se envolver sexualmente com várias mulheres durante o jogo, e sempre que conseguia, você ganhava uma espécie de Card com a imagem da mulher. Tipo, sexo foi retratado como algo a ser colecionado, algo para ser exibido "olha quantas eu já peguei". Lamentável, ainda mais por ser um jogo de fantasia sombria, com uma história bem densa.

    • Ogro Himself 5 anos atrs

      Eu vi esses cards, são pin ups bem desenhadas e bem bacanas.

      E num jogo de fantasy com historia sombria é esperado se colecionar mulheres. Taí o Conan que é o maior expoente do genero e pega geral!

  • Rodrigo_T 5 anos atrs

    Gostei bastante desse formato fernando… good job man!!

  • rafael Taira(Kojiro) 4 anos atrs

    gostei. muito bom esse formato quando os temas são mais sérios e pessoais.
    concordo q vc nos jogos o sexo deveria ser tratado de forma mais madura,mas acho q isso só deve acontecer se o contexto do jogo exigir isso. no caso do gta acho normal ter mais putaria mesmo ma em jogos onde o importante são as relações e ações em grupo acho melhor ser de uma forma mais madura.

    • rafael Taira(Kojiro) 4 anos atrs

      só um detalhe muita gente acha q sexo é só pra fins reprodutivos. ma eu contrário de muitos acho q sexo deve e tem que ter muitas finalidades.

  • O developers da Atlus tem desenvolvido bem este tema nos ultimos jogos, no Persona 4 os personagens tinham que enfrentar os seus conflitos de sexualidade na adolescência e a cena de sexo era geralmente uma tela preta que deixava o jogador livre pra imaginar o que aconteceu ou não aconteceu dependendo da percepção que ele tinha do relacionamento deles. E mais recentemente têm-se o mais adulto Catherine que até foi mostrado no vídeo mais não foi comentado, todo o tema do jogo é a respeito do sexo, e mal ou bem é um dos poucos que trata dos conflitos que ele pode gerar no relacionamento. E do balanço entre a atração sexual e o comprometimento.

  • Esse vídeo ficou muito bizarro… Mas entendo o porquê…A conversa é maneira como sempre, mas passar o quê enquanto fala sobre sexo… kkk Fica difícil…