Desvirginando no Fênix Down, nada melhor do que começar falando sobre o “melhor” jogo de 2011… Skyrim, e ao invés de relatar minha jornada pelas planícies inóspitas do game, resolvi focar no que deixou aquele gosto amargo na boca dos jogadores.

Essas são minhas demandas para a Bethesda num próximo jogo da franquia:

1 – Combate montado
Em 1998 Link cavalgava sobre Epona disparando flechas, o mesmo podemos dizer do Wanderer em Shadow of the Colossus. E não precisamos ir muito longe, já que em 2010 John Marston se dava ao luxo de congelar o tempo com seu “olho morto” e acertar alguns headshots usando o mesmo tipo de montaria. Agora me diga, por que em 2011, o ganhador de jogo do ano em diversos sites, me obriga a descer do cavalo a cada 5 minutos para espancar algum monstro ou bandido perambulando pelo caminho? Pelo amor de Deus, adicionem um combate montado! Não queremos DLCs ridículas como as de Oblivion onde você colocava uma armadura no pé-de-pano. Queremos arquearia, espadadas e por que não, atropelar os bad guys! Isso abriria um leque enorme no próximo game e quem sabe duelos de justas em algumas cidades. E não pensem pequeno, queremos domar outras criaturas como unicórnios, dragões, javalis (#Castlevania LoS feelings).

2 – Multiplayer/Co-op e Parties Maiores

Skyrim tem um mundo tão vasto, que é o mais próximo que chegaremos de uma experiência MMO Single-Player sem nos tornarmos jogadores irritantes de WoW. Por que não incluir um modo Co-op para até 4 pessoas então? Coloquem uma arena estilo Coliseu em alguma cidade para nos enfrentarmos também, assim você cala aquele amigo maldito que diz ter um mago Lvl.50 com uma bela espadada nas ventas. Alguns podem dizer que isso vai invalidar o enredo da campanha, ou que o jogo se tornaria muito fácil, mas em 2000, Diablo 2 já adaptava a dificuldade das dungeons de acordo com o nível e a quantidade de aventureiros. A Bethesda poderia aumentar também o número de companions NPCs, se eu jogo com um guerreiro e quero ter como seguidores um grupo padrão de RPG: um mago, um ladrão e um clérigo, porque não me dar a opção? Dead Island apesar de ter um enredo medíocre trabalha bem nesse quesito multiplayer, só não vá convidar aquele colega trollador que em um instante aniquilará todos os NPCs do seu mundo.

3 – Um Novo Sistema de Combate Corpo-a-corpo

Voltando à Dead Island, uma outra coisa que eles acertaram foram os combates corpo-a-corpo, a possibilidade de decepar membros com armas cortantes, ou quebrar braços e pernas com armas de concussão é algo genial. Implantado em um novo The Elder Scrolls, seria assustador decepar o braço de um troll e ver um novo membro ser gerado em um espaço de segundos… ou mesmo inutilizar a mão de um mago, prevenindo que ele soltasse aquela derradeira Fireball na sua fuça. Pra quem joga Dungeons & Dragons sabe que existe uma habilidade dos magos invocarem magias apenas por voz, seria interessante habilitar um perk para isso, aí mesmo que algum inimigo te aleijasse você ainda estaria dentro do combate. Outra inclusão bacana seria o dano em armas e armaduras, quem sabe após acertar o 5º Power Atack num escudo, ele despedaçasse.

4 – Um Menu Mais Funcional e Agradável

Uma das poucas involuções da franquia foram os menus, em Oblivion podiamos ver nosso personagem de diversos ângulos e zooms. Já em Skyrim tudo isso desapareceu para se tornar uma versão “prima pobre” da dashboard do PS3. Por que eu gastaria horas customizando meu personagem com cicatrizes, olhos vazados, pinturas de guerra, etc, se vou passar o resto do jogo de elmo e sem a possibilidade de brincar de The Sims? Outra coisa que me desagradou foi a “Massefectização” das armaduras, se em Oblivion existia um menu para cada parte do equipamento, agora existe um catadão “tamo junto e misturado” de equipamentos.

5 – Constituir Família e uma Economia Mais Orgânica

Fable não é nem de longe minha franquia favorita, mas devemos dar o braço à torcer pro Peter Molineux… por que catso existe uma falta tão grande de tochas e os vendedores são todos tão pobres? Mesmo vendendo diariamente jóias e equipamentos da melhor qualidade, será que só existe um único consumidor em todo o continente? “Parece que sim, o jogador”. Por que não nos dar a possibilidade de investir em algumas lojas, contratar NPCs e resgatar a tão merecida “mesada” de tempos em tempos (GTA Style) Bethesda? Quanto à parte de relacionamentos, o 1º passo já foi dado com a possibilidade do casamento, mas mesmo assim Fable já fez isso há anos e muito melhor. Por que não dar a opção do jogador ser pai? Imaginem a dúvida na cabeça de um aventureiro que montou sua bela fazendinha ao pé de uma montanha, sair pra alguma jornada em busca de riquezas e deixar pra trás sua bela esposa e filhos, à mercê do ataque de algum desafeto que você criou na quest anterior. Tudo isso contribuiria ainda mais para o fator “sugador de almas” que os jogos dessa tão amada produtora são conhecidos.

Esses são os meus desejos pros tão esperados Fallout 4 e The Elder Scrolls 6… e você? Quais são suas “reclamações” sobre Skyrim? Não deixe de comentar, e até a próxima.

Gamer de nascença, nerd tetudo de carteirinha e bêbado por opção.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

40 Comentario(s)

  • Bruno 5 anos atrs

    Muito bom o texto..com certeza o jogo ficaria melhor do que ele ja é.

    Em relação aos cavalos..como diria o Yahtzee "the horses literally don't give a fuck"..Se você está sendo atacado, eles ficam parados e não fazem nada enquanto você está montado nele, mas ao sair de cima deles, dão a louca e começam a matar TODO MUNDO.

    Em relação ao party…também senti falta de ter uma party maior, você só possui uma companhia (que normalmente vai ser a Lydia), e raramente você se aventura com mais de um personagem. E acho que online pode ser algo a ser explorado.

    Em relação ao família, o casamento chega a ser cômico em Skyrim (diria mais os diálogos)…Para se envolver com alguém você precisa dizer "estou interessado em você" e mesma(o) ira dizer "eu também, então vamos nos casar" WTF Bethesda? seriously?

    Mas acho que o que faz Skyrim tão bom, talvez seja esses pequenos erros e cenas que acabam deixando uma marca para o jogo…pois apesar de tudo, não chega a atrapalhar (apesar de tirar um pouco a imersão)

  • Felipe Bonifácio 5 anos atrs

    Os melhores cavalos com certeza estão em Red Dead Redemption, onde eles se assustam com o barulho dos tiros e saem correndo! XD

  • 01) Se o combate montado for no estilo do Mount and Blade (dificil de acostumar, uma delícia depois de fodão), já compro o TES IV hoje.

    02) MP eu gostaria, mas não sei como pode ser bem implementado – a não ser que seu psg seja um qualquer. No TES V, por exemplo, não tem como terem 7 Dovakhins, já que o char principal é o único, certo?

    03) This. Um uso melhor do escudo tb viria a calhar. E sobre o gasto de armas/escudos/armaduras, TES IV: Oblivion tinha uma skill repair pra isso ;)

    04) Não sinto o incomodo que todos falam. Se melhorar ótimo, mas se continuar no mesmo… ótimo tb.

    05) This again. E na boa, um mínimo de economia seria awesome: se o cara vende muitos ossos de dragão, o valor dele desce. Se ele compra muita flecha, o valor dela sobe. Mais simples que isso só 2 disso!

  • Aos matadores de fênix esperando por Mass Effect 3: Se alguém tem saudade dos podcasts Nowloading de Mass Effect, aqui estão os 2:
    1- http://www.mediafire.com/?4il1vek2fb416df
    2- http://www.mediafire.com/?435sa7ijb6gub06

    Nostalgia pura! FênixDOWN na cabeça!

  • 1) Cara, o cavalo é muito ruim. Não só o considero de pouca utilidade, por causa do fast travel para lugares já conhecidos, como também acho sacanagem você andar tranquilão de cavalo quando a Lydia fica correndo atrás de você! Pô, não rolava uma carona?

    3) Só a capacidade de travar num inimigo, para eu não dar machadada para tudo quanto é canto, já seria uma adição excelente.

    4) Não tive problemas com o menu no PC (exceto problemas relacionados a bugs), para mim, está bom.

    5) Sobre a questão de casar eu já tomei spoiler, já que nem sabia que isso era possível. Eu não teria problemas com a possibilidade de ter esposa/filhos se fosse o mais procedural possível, sem ser aquela avacalhação de Fable de metade da cidade ficar apaixonada por você. Jogos como Mass Effect têm personagens interessantes, mas tudo é extremamente escriptado, o que não é bem a proposta de Elder Scrolls, que é deixar você fazer o que quiser.

    • marciosbarrios 5 anos atrs

      Tbém acho a maior sacanagem não dar carona pra Aela (minha esposa no jogo), ou deveria existir a opção de garupa ou de um outro cavalo pro seu companion hehehe

      • Ogro Himself 5 anos atrs

        Todo mundo casa com a Aela? hahahahah

        Minha opcao era a filha da Jarl de Morthal, mas nao da pra casar com ela … vai a Aela mesmo

        • marciosbarrios 5 anos atrs

          É que a Aela tem aquele lance mulher loba, se é que você me entende hauhauhuahuha

  • Berstarke 5 anos atrs

    Ainda não joguei Skyrim por falta de PC, mas dá pra concordar com algumas ideias aí sim. Combate montado é legal. Co-op seria legal se desenhassem encontros específicos pra dar muito trabalho pro grupo. Consigo até imaginar umas ideias pra ferramentas pra colocar até uma terceira pessoa como DM, constrolando NPCs e invocando monstros e tal (meio difícil de acontecer, eu sei). Com famílias, sei lá. É sempre um recurso que ignorei em Fable, por exemplo. Menus não tem como dizer na prática, ainda, mas poder ver o personagem que você cria com tanto trabalho seria uma boa. E de combate corpo a corpo, eu acho bastante possível. Tinha um mod de Oblivion que fazia exatamente isso (tirando os efeitos mais complexos, tipo a regeneração). Imagino que alguém se proponha a fazer algo parecido mais cedo ou mais tarde.

    • marciosbarrios 5 anos atrs

      Esse lance de um player ser o Dungeon Master já existia na época do 1º Neverwinter Nights e era bem legal.

  • Não posso comentar muito sobre os problemas por que acabei de começar o jogo, mas o que eu posso dizer é que se Skyrim já é foda e um sugador de vidas com esses problemas que foram citados, imagina como seria se tivesse todas essas melhorias? É melhor nem imaginar, medo de Elder Scrolls VI

    • Ainda bem que Elder Scrolls demora pra sair né…
      Assim fica difícil de enjoar e quando vem, é sempre bem vindo…
      Diferente de outras franquias que querem fazer um jogo novo a cada 1 ou 2 anos.

      • Pois é, mas com o tamanho do mundo que o povo cria e com a quantidade de quests que tu tem pra fazer seria muito dificil sair um Elder Scrolls por ano.
        E vou confessar que depois de Skyrim o povo tem uma grande responsabilidade nas mãos, nunca vi um jogo gerar tanto hype e ser tão comentado.

  • Marco_Alves 5 anos atrs

    haha Esse cara é mto ligeiro

    RIP Butecast :(

    • marciosbarrios 5 anos atrs

      hauhauuahu… não tá fácil pra ninguém, já mandei meu currículo pro Fênix Down rapidão… agora vamos ver se eles me contratam full time hauhuahuauh…

  • Ogro Himself 5 anos atrs

    1) A minha principal reclamacao quanto aos cavalos é que muitas vezes eles dão no pé quando voce desmonta e vai lá o dragonborn procurar a porcaria do equino no cenário cheio de névoa … Podia ter o esquema do RDR, de assobiar pra chamar o bicho.

    2)Pra mim o foco do Elder Scrolls sempre foi ser single player. Acho que no proximo jogo, com uma nova historia, um coop poderia ser implementado, mas pra mim não é algo obrigatorio na franquia.

    3)Nem precisava de uma opção tão avançada, mas um lock da mira no inimigo seria de ajuda. Cansei de acertar o meu seguidor, que prende fogo por conta das minhas espadas flamejantes …

    4)Na verdade o menu do Skyrim me parece uma versão melhorada do menu do Fallout 3… podia ser melhor, mas acho adequado

    5)Nao explorei mto o casamento pra poder opinar, mas tu tem opcao de investir em lojas para manter mais dinheiro no caixa deles pra poder vender melhor o seu loot (e coisas roubadas tambem).

    O que eu acho que deveria melhorar no jogo (e acho que existe mods pra isso) é o mapa. Ele te mostra os lugares de interesse, mas nao mostra a melhor estrada pra chegar lá. Varias vezes voce da de cara com um paredão e uma montanha que te impede de prosseguir, precisando dar um contorno enorme até chegar no melhor ponto pra seguir viagem.

    Tambem nao gosto da maneira que o jogo te "obriga" a ser um crafter de armadura, encantamentos e poções. Deviam haver NPCs que fazem o craft para voce por um precinho razoável.

  • FernandoX 5 anos atrs

    ótimo texto! concordo com tudo dito acima, mas o multi-player seria algo a se pensar várias vezes. é bem complicado pensar em um jogo com a liberdade de skyrim ter MP. várias restrições teriam que ser impostas (como n deixar matar NPCs), o que iria limitar bem o jogo!

    ademais, bem vindo novo escravinho do FD! =D

    • sem falar que em vários jogos temos um single player estragado pelo mp.Modern warfare e bioshock 2 estão aí minha gente

    • marciosbarrios 5 anos atrs

      hauhuah thanks boss

      • B0NATTI 5 anos atrs

        Concordo.
        Acho MP desnecessário nesse jogo, a não ser se fizessem algo como Demon's/Dark Souls.
        No mais, concordo com todo o resto.

  • Marcio,bem vindo ao site,queria disser que,embora o texto esteja bem redigido,eu simplesmente não concordo.Eu acho injusto criticar um jogo pelo o que ele não tem.Olha por exemplo,a cavalaria armada em shadow of colossus como você citou.Naquele jogo,isso não só não funciona,como é útil.TUDO que você pode fazer no shadow of colossus tem alguma utilidade.Agora,olhemos um outro lado da moeda com um jogo muito merda:Duke Nukem Forever.Naquele jogo você pode escrever em quadros brancos,assinar autografos,beber agua,mijar e até pegar um cocô.Alguma coisa disso tem alguma utilidade?não,mais está está lá,supostamente pra deixar o game mais completo,deixando pra lá o que seria importante num jogo do DN:armas,inimigos pra matar,um cenário legal pra destruir e piadas melhores.

    • Ogro Himself 5 anos atrs

      E eu discordo de você.

      Existem funcionalidades fundamentais que podem faltar em um jogo, e isso deve ser criticado sim.

      Ou tu acha que não é um PORRE ter que sair do cavalo toda vez que você quer matar alguma coisa? Ou no termo que tu mesmo usas, não seria muito UTIL poder dar uma flechada do alto do cavalo?

      • eu não posso dizer se sim ou não,afinal não joguei skyrim,mas esse problema de descer do cavalo pra matar quem tá te seguindo podia ser resolvido com um ajuste na velocidade do cavalo/dos inimigos

        • Ogro Himself 5 anos atrs

          ou podendo usar a porcaria do arco de cima do cavalo =P

          vai jogar umas horas de Skyrim e ai tu vai IMPLORAR por essa funcionalidade.

    • marciosbarrios 5 anos atrs

      Na verdade eu não critiquei o jogo pelo que ele não tem, eu amei Skyrim, estou com mais de 40 horas nele, apenas escrevi esse texto com o que eu gostaria que fosse implementado num vindouro The Elder Scrolls 6.

  • dudebnu 5 anos atrs

    minha reclamação com skyrim é que ele ainda não chegou lá em casa… hahahhaha

  • FelipeRaabe 5 anos atrs

    Concordo 100% com todosos ítens, mas adicionaria um que também julgo muito importante:
    ESCALAR!
    Poxa, tinha isso já no TeS2, resolveram tirar no 3 e nunca mais voltou.
    Acho que melhoraria muito mais a imersão se você, um ladrão escalasse por fora de uma torre entupida de inimigos ao invés de entrar pela porta da frente, andando entre todo mundo naquela pose de "querocagar".

    • marciosbarrios 5 anos atrs

      Meu Deus pq não pensei nisso, sensacional… iria rolar um lance totalmente Assassins Creed no jogo, ou pros idosos, aquele jogo classicão de PC, o Thief. Ótima idéia mesmo.

  • killer-hd 5 anos atrs

    E menos Bugs né, eit@ joguinho bugado que só !
    quero um Fallout 4 nessa engine ainda nessa gen, e só

  • Muito bom o texto, concordo com praticamente 100% das sugestões citadas.

    Sobre o lance co-op, um ótimo exemplo de um jogo que nivela a dificuldade dependendo da quantidade de jogadores e os seus respectivos níveis, é o Botherlands. O ponto, sabemos que pode ser feito pq já foi feito com qualidade por vários outros games. Seria realmente bem divertido varrer as planícies com mais 3 amigos.

    Ah, e a propósito, eu sou um mago lvl 53 (atualmente) :P

    Cheers

  • Pô, um coop já ia ser massa demais. Sinto muita falta disso no jogo…

  • Sahmmael 4 anos atrs

    Finalmente joguei o suficiente pra poder argumentar aqui (50h de gameplay)

    De longe o que mais incomodou foi a montaria, prá mim não teve vantagem NENHUMA usá-la. Tem o fast travel, e prá quem não sabe, dá prá pagar ao carroceiro para ele te levar até as principais cidades na primeira vez. O tempo de montar e desmontar do cavalo prá entrar em combate já não compensa, se vc tem um personagem com stamina razoável. Fora qdo o cavalo acha q é pitbull e sai atacando tudo.

    Coop é algo que com certeza virá com o tempo, via mods ou expansões. Prá mim fez falta no sentido poder compartilhar a experiência. Tive batalhas épicas mas q só eu vi e já me esqueci.

    O combate com essas regras de D&D. Ficou até chato jogar como arqueiro depois que o inimigo já estava com 3 flechas cravadas na cabeça quando tive que sacar a minha espada. Deveriam ter deixado as regras de combate explícitas em cada ação no console como no RPG de mesa (Fulando acertou 16 hit points no bandido-que-estava-na-casa-dele-sem-incomodar-ninguém). Concordo que deveriam reformular todo esse sistema de combate, prá algo mais realista e imersivo.

    Família feliz não faço questão, mas não senti empatia alguma com NINGUÉM o jogo inteiro. Talvez pq eu tenha entrado na guilda dos assassinos, mas também porque tem tantos plots e subquests que eu gostaria muito que no próximo jogo mantivessem um foco maior no drama e urgência da mainquest e menos em politicagem e serviços de officeboy. Ao mesmo tempo que isso criou um mundo muito rico e cheio de personagens, me deixou bem frustrado chegar nos lugares e ver que ninguém tava nem aí pros dragões atacando a cidade.

    Enfim, excelente jogo, mas tem muitos aspectos que ainda precisam melhorar.

    O Márcio sempre tem razão (not!), mas fica devendo um post sobre as 5 coisas que queremos DE NOVO no próximo jogo da Bethesda.

    • Grande Sahmmael, tava sumido e voltou com tudo postando uma bíblia hehehe… valeu pelo feedback cara, espero que curta a Hysteria.

  • diego 4 anos atrs

    acho que o Proximo Elder scrools poderia ter as seguintes coisas

    1)mapa umaas 5 vezes maior se Day z pode ter um mapa de 200 km reais o proximo elder scrools tambem poderia

    2) cidades QUE REALMENTE PARECESSEM CIDADES…não quero uma liberty city medieval…mas algo grande o suficiente para dar a impressao de CIDADE….

    3) melhor aproveitamento dos magos , montarias e unificar magias (destruição , conju e alt..numa só coisa)

    4) UM COMBATE MELHOR…pois o combate do SKYRIM é um AVC .;..eu usaria um sistema estilo Batman Arkham city (nao igual logico)…mas possibilidades de contra ataque e mais finalizações estilo dead island..

    5) UMA QUANTIDADE MAIOR DE INIMIGOS…cara é foda as cidades terem no maximo 15 guardas…serio…tinha que ter batalhas mais massivas…do tipo…uns 500 soldados , contra 500… um lance meio senhor dos aneis…

    6)uma maior sensaçao de poder ao jogador..é foda ser um mago level 81 e tomar pressão de um grupo de trools da neve….