<Fênixcast é o antigo nome do podcast Sidequest!>

Olá a todos!

Sejam bem vindos a mais um Fênixcast aqui no Fênix Down! Nesta semana Diego, Fernando, Ogro Himself e o participante summonado durante o cast, Michel, recebem o idealizador de uma das maiores iniciativas gamers de todos os tempos: Moacyr Alves do projeto Jogo Justo!

Neste podcast descubra como tudo começou, aonde uma partida de Halo Wars pode chegar e o que é e como funciona a Acigame! Ainda, descubra porque não tivemos a EGS em 2011, como nosso mercado de games é visto por outros países e o que podemos esperar de novidades em 2012 em games para o Brasil!

Atenção: A qualidade do áudio do nosso convidado infelizmente está um pouco aquém da qualidade que costumamos prover ao nosso público. Desde já pedimos desculpas e esperamos que entendam!

Por conta de eu estar na Campus Party, os e-mails serão colocados neste mesmo post em um arquivo a parte durante a semana e será avisado via twitter!

Edição: Kazz, Edes, Nathan Ferreira e Ricardo Pasqual

Trilha: Marcio Barrios

Não deixe de assinar o feed exclusivo do podcast:http://www.fenixdown.com.br/wp-content/casts/feed.rss

Qualquer dúvida, sugestão, crítica ou elogio, envie para contato@fenixdown.com.br! E siga-nos no twitter : @fenix_down !

Links:

- Site do projeto Jogo Justo

- Site da Acigame

- Siga o twitter: Moacyr | Acigame | Jogo Justo

Pior host do mundo, criou o Fênix Down para continuar falando de games. Mas sua mania compulsiva acabou criando mais colunas do que ele aguenta.

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

144 Comentario(s)

  • nobregui 4 anos atrs

    Bacana, nunca fui muito com essa ideia de jogo justo, ainda mais agora com essa tal de "mensalidade" , mas vou escutar sem preconceitos, para ter um opnião melhor!

  • pedrohenri 4 anos atrs

    Senti falta de umas perguntas mais capiciosas, faltou o Kazz ali para incentivar o Caos.

  • as origens do Jogo Justo. Nice!

  • fabianoloureiro 4 anos atrs

    tambem queria o kazz e o cara do botecast para botar as duvidas e as insinuações que eles tanto fazem em pratos limpos
    ainda nao ouvi, mas jaja tenho uma opniao melhor

    • Putz, eu queria muito ter gravado tbém… na real não tenho nada contra o Moacyr ou o Projeto Jogo Justo, só acho que a parada está muito centralizada em uma única pessoa, e o poder corrompe, já dizia o sábio Yoda. Muito do que foi alcançado até agora não pode ser atribuído a um único "ser", tem muita coisa rolando nos bastidores… nas próximas eleições a gente conversa. Lembrando que minha opinião não reflete à do Fênix Down ou à do Diego.

      • fabianoloureiro 4 anos atrs

        justamente por ser um contra-ponto forte q eu queria vcs no cast!

        • Bom, o Kazz foi convidado…

          • fabianoloureiro 4 anos atrs

            entao, eu acompanho o moacyr a mais de dois anos,sempre fui interessado pelo projeto mesmo antes dele tomar forma, por isso sempre que ouvia algum tipo de insinuação contra ele no cast, eu acabava tomando as dores mesmo nao tendo como provar a inocencia de ninguem.
            na campus party 2011 tive a oportunidade de sentar e conversar com o moacyr, na data ainda nao tinha acontecido o dia do jogo justo (aquele q teve o castlevania e o ac brotherhood) e o moacyr acabou me dando spoiler sobre o ac hehehe, nessa conversa pude perceber que o cara tem aquela vontade verdadeira de mudar o nosso cenario gamer e nao se aproveitar de alguma oportunidade (q com certeza ja devem ter aparecido)
            ai q veio minha vontade de ver um debate de quem tem uma visão mais pessimista quanto isso tudo, pois seria interessante acabar com alguns paradigmas hehehe
            vou parar por aqui pq to escrevendo no teclado virtual, o meu parou de funcionar :(

          • pois é, quem ja conversou com o Moacyr sabe q ele é bem entusiasmado pra contar as coisas mesmo…
            a questao é q antes mesmo de perguntar qq coisa ele ja havia esclarecido o ponto dele…

            a galera quer pessoas pra fazer perguntas "pessimistas" mas por mais q eu tivesse elas anotadas (escritas por varias pessoas) o Moacyr as respondeu muito antes esclarecendo o ponto de vista dele. Acho q o cast foi bem conduzido dessa maneira pq não foi necessario um cara q nao apoia o projeto estar presente para encosta-lo na parede, o povo quer o circo mas não é necessario isso para termos os esclarecimentos. Não importa os meios, os fins foram os mesmos. =)

  • Cybermalk 4 anos atrs

    Primeiro problema no Brasil são os Impostos, mas bem próximo vem o lucro das empresas…..

  • zeromil 4 anos atrs

    "Não é sorte (…) É determinação e paixão. É isso que move a pessoa."

    Moacir é o Gai-sensei brasileiro? xD

    Dieguito e staff, o podcast ainda não aparece no iTunes e o player do blog está com problema; trava se pausar ou tentar avançar.

  • "Não é sorte (…) É determinação e paixão. É isso que move a pessoa."

  • João Silva 4 anos atrs

    É, ainda não ouvi… Mas pelos comentários, o pessoal colocou os panos quentes nessa entrevista e fugiram das polêmicas… Triste.

    • Felipe 4 anos atrs

      Velho, como diabos alguem pode julgar o que fizeram ou não algo sem mesmo ouvir o que foi discutido?
      O Moacyr está fazendo o que pode por algo que acredita, o que por si só já algo que deveria ser incentivado e não depreciado.
      Como ele mesmo fala, a ACIGAMES é uma associação focada nos gamers e para os gamers. Me admira muito a quantidade de pedras que tacam sem o mínimo conhecimento do que de fato está acontecendo. Não curte o que estão fazendo? vamos discutir como torna-la melhor, ou fundar uma outra coisa que faça um trabalho melhor, o próprio Moacyr deve aplaudir caso isso seja feito.
      Criticar apenas por criticar não ajuda em nada, não resolve nenhum problema e muito menos aumenta a p*** de quem critica.
      Desculpem a expressão de baixo calão.

    • isso aqui não é programa do ratinho, eu não tenho q fazer indiretas para ter as coisas esclarecidas. O Moacyr antes mesmo de fazer algumas perguntas já havia nos respondido. Não sei qual a sua dúvida mas acredito que ela foi respondida no podcast.

      O Moacyr esclareceu, na minha opinião, muito bem o projeto, o caminho e as decisões que ele tomou. Essa mania de julgar sem ouvir é algo que vocês deveriam evitar fazer.

      Abs!

  • mateusix 4 anos atrs

    Grande FD!
    Bom, não querendo fazer propaganda, mas já fazendo… acho que ajudaria escutar o nosso cast de pirataria, chamamos o Moacyr para um bate papo no final do cast sobre o que era o INICIO do projeto JOGO JUSTO. http://supercontrolepodcast.com.br/2010/12/super-

    Hoje, seilá quantos 2 anos depois, a coisa tá sim engranando muito bem,
    Para quem gosta de reclamar sentado no sofá (ou recamar de tudos empre, que não leva fé) escutem os dois casts oara ver com a coisa tá mudando. A parada pode demorar a acontecer, mas quando acontecer vai ser algo muito bacana.

  • Queria dar os parabéns ao Moacyr, é muito fácil reclamar quando a gente está na comodidade do nosso sofá e comprando games importados. Pra mim, só quem é cego não vê que o negócio ta mudando radicalmente em termos de preço de jogos. Esses dias mesmo comprei o Arkham City por R$ 89,00, vi o Assassins Creed Revelations por R$ 79,00, dentre outros jogos AAA como o Battlefield e o Call of Duty que também estavam custando preços módicos. Isso sem falar nas iniciativas da Microsoft em baixar os preços dos seus jogos e consoles.

    Muita gente criticou o dia do jogo justo porque não compreendeu o significado do evento, queriam simplesmente comprar todos os jogos baratos. Essa questão não é uma coisa que se resolve da noite pro dia, mas acredito que daquele dia pra cá, as coisas já melhoraram bastante pra gente.

    Claro que vai ter gente cética até o fim, mas sinceramente eu acredito que nos já estamos sentido no bolso os efeitos de toda essa discussão em torno desse assunto.

    • Pedrinho 4 anos atrs

      Se uns são céticos, por outro lados outros são ingênuos. Dizer que comprou Arkham City e Assassins Creed baratos – jogos de empresas que estão investindo no Brasil – é no minimo, ingenuidade.

      E se criticar sem saber é ruim, aplaudir e apoiar sem saber, também. O que você viu de concreto que o Jogo Justo fez que não tenha sido dois dias de promoção, lembrando que um deles foi só de jogo encalhado.

      • É justamente disso que eu tô falando. Muita gente pensa que o Jogo Justo se resume a promoções…

        • Pedrinho 4 anos atrs

          Sim, então por favor, pode nos dizer?

          Porque eu só vi dias de promoção e falsas atribuições através do twitter.

          • Até onde eu sei, estão sendo realizadas várias palestras, mesas de discussão, eventos voltados para lojistas e fabricantes, enfim, toda essa coisa chata que poucos se dispõem a fazer…

      • cara, acho que a sua visão do projeto está um pouco distorcida…
        e eu não considero o black ops e MvC3 jogos encalhados não, pelo contrário, um deles havia sido lançado a muito pouco tempo do segundo dia.

        o mercado de games brasileiro está se movimentando muito melhor nos ultimos anos, e acredito que isso tem acontecido pela movimentação no mercado de games gerado pelo Moacyr justamente como Jogo Justo. Empresas passaram a olhar para o país como um lugar não explorado.

        Não é muito dificil ver investimentos de empresas de games no país no último ano…

    • espraite 4 anos atrs

      Mas estes preços de R$89 e R$79 são promoções também.

      • É, mas a pouquíssimo tempo atrás era impossível de se imaginar esse tipo de promoção em tão pouco tempo de lançamento do jogo. E muito mais barato do que comprar o game lá fora. Além disso temos os lançamentos da Microsoft na casa dos R$ 129,00, e ao que parece a Ubisoft estabeleceu um patamar de no máximo R$ 150,00. Não é o ideal ainda, mas em relação aos R$ 200 ou R$ 250,00 que vinham sendo praticados já é um grande avanço.

        • Pedrinho 4 anos atrs

          É verdade, tudo graças ao Jogo Justo e o Moacyr.

        • espraite 4 anos atrs

          Nestes casos da Microsoft e Ubisoft, ok. Vou ficar sem entrar na questão de graças a quem isso aconteceu. Não é este o meu ponto.

          Mas sobre as promoções, isto te parece mesmo um mercado mudando, já que antes não veria coisas deste tipo, ou parece que só tentam repetir o sucesso do "dia do jogo justo"? Só acho que neste caso se aplica o que ele falou das empresas que não eram participantes e abaixaram o preço, só estão querendo vender. Não reclamo disso, também só quero comprar.

      • claro, os impostos não sumiram… mas pensa dois anos pra trás e imagine uma promoção dessas

  • Marcos Schuabb 4 anos atrs

    Maravilhosa a iniciativa. Assim que se combate a falta de informação na mídia sobre games! Espero que continuem a realizar entrevistas e posts como esse. Obrigado por trazer isso a nós.

  • Opa, bom assunto. Vou baixar e escutar antes de me atualizar no resto que eu perdi XD

  • Lpolon 4 anos atrs

    Gostei da escolha do tema (e de conseguir ouvir esse episódio =p)
    Obrigado por trazer mais informações a respeito.

    Pois bem, esse comentário é mais pessoal.

    Mercado cinza.
    Importar jogos é sonegar impostos. Eu importo jogos e portanto não posso falar mal dos "políticos corruptos", Afinal, o verbo é o mesmo. Somos todos "sonegadores" e "egoístas". Com eu posso julgar se não sou um santo?

    Eu, baixador de MP3, não posso reclamar dos "políticos corruptos", afinal eu também não tenho "razão". Por que no brasil, Dois erros fazem um acerto.
    palavras, palavras…
    e você está certíssimo, Moacyr, as palavras são as mesmas nos dois casos, e você tem um belo sofismo nas mãos.

    O santo aqui é você, que aponta o dedo nas pessoas que "só reclamam" e sonegam. Você, não. Você tem um ideal! (cuspir e olhar de baixo o gringo da E3).

    Claro que você é santo. Só fiquei com uma dúvida. Por que se dar ao trabalho de fingir que você não ganhará dinheiro eventualmente por estar participando desse movimento de redução de impostos dos jogos no brasil?

    E não tem absolutamente nada de errado em se movimentar em ganhar dinheiro. Só é irritante como isso não é claro…

    • Darlan 4 anos atrs

      Obrigado, você me motivou a buscar o significado de uma palavra que desconhecia: sofismo ^-^

      Um joinha pela palavra nova e a observação perspicaz.

      • Lpolon 4 anos atrs

        é.. Se quiser acreditar em mim, uma definição prática é um "jogo de palavras". Muitas vezes é aquela retórica de fazer a pessoas relacionar duas coisas por que usam uma mesma palavra.
        Biscoito = água + sal,
        mar = água + sal,
        mar = biscoito

        Nem sempre tem maldade nisso, muitas vezes é só alguém repetindo uma opinião de merda sobre a qual não pensou a respeito.

    • Importar jogos, para uma pessoa comum como eu e você, não é sonegar impostos. No mínimo você paga o IOF, e na alfândega depende da sorte, mas não é ilegal.
      AGORA, uma loja/importador pegar e trazer mil unidades de um jogo SEM pagar os impostos do mesmo (sem o uso de um despachante aduaneiro, via fronteiras frouxas ou, pior ainda, subornando um fiscal da alfândega), isso sim é errado.

      • Lpolon 4 anos atrs

        É errado. É mais errado do que eu importando jogos porque o dano é maior.

        Agora ouça como o Moacyr falou e veja que ele estava sim falando de mim, do Diego, do Ogro e de qualquer um que importa jogos. Por que nós "quebramos a grande corrente" que existe da importação até o jogo chegar em nossas mãos. E por que eu estou "errado", eu não tenho o direito de reclamar dos erros dos outros ou dos "políticos" corruptos que desviam dezenas de milhões do dinheiro público. Entender o raciocínio? Nem eu.

  • Lpolon 4 anos atrs

    Outro assunto.

    Eu sou grato ao trabalho do Moacyr, a iniciativa do Jogo justo e pelo esforço para difundir os dados impressionantes do dia D e enfatizar a existência do nosso mercado. Obrigado por resumir a história de dois anos, da criação da associação e as conquistas.

    Mas ainda é uma HISTÓRIA que eu estou ouvindo num podcast.

    Moacyr, se eu me interessar e quiser conhecer os seus feitos, eu vou procurar saber e farei o meu julgamento. Provavelmente eu decidirei que você realmente é um grande exemplo. Talvez eu compreenda a sua relevância embora eu também compreenda que os analistas de mercado fizeram a dever de casa em uma época que vários setores do Brasil está em alta por várias razões.

    O que NÃO vai me convencer que o Moacyr é o super heroi dos videogames no brasil, é ele mesmo contando anedotas e sugerindo como elas são importantes. Isso, independente do conteúdo, antes de tudo é irritante! argh!

    • não tem só historia aqui
      nós tivemos um bloco focado em contar o que esta para acontecer… então ja tem uma previsão de futuro boa ai

      eu particularmente não vejo o Moacyr como um herói, e não lembro de termos comentado sobre dinheiro. Acho que nem é essa a questão e mesmo se ganhe qq trocado por isso, eu não estou nem aí, pq no fim eu to sendo beneficiado tb…

      acho que a iniciativa é ótima e a gente deveria apoiar… acho que o fato do Moacyr enfatizar as coisas que aconteceram é pq muita gente acha que o trabalho dele foram "dois dias de jogos baratos" e pelo podcast vemos q teve um pouco mais do que isso…

      • Lpolon 4 anos atrs

        Claro que não é problema nenhum ele e os parceiros que acreditaram eventualmente conseguirem ganhar um bom dinheiro com essa situação. Mas acho que ele falou: "ah, as pessoas tão falando que eu vou ganhar dinheiro com isso blablabla.. mas eu tive que pagar 3 passagens pra brasília".

        Como se fosse um sacrifício, como se isso tivesse a ver com o quanto ele pode ganhar eventualmente.

      • Lpolon 4 anos atrs

        Não quis dizer história como mentira ou "só papo". É história por que eu só tenho a palavra dele, a versão dele. E desculpa, mas ele não conseguiu contar essa história como se ele não fosse a peça mais central do mundo.

        Na verdade ele contava as iniciativas e depois comentava coisas que mudaram no cenário nos últimos anos, deixando implícita a participação dele. Mais uma vez, eu agradeço a iniciativa dele, sem dúvidas ele tem a importância dele e deve ser grande. Mas antes de tudo é incrivelmente irritante ouvir alguém se promovendo por 1h30.

        Ninguém precisou avisar pra blizzard que o mercado aqui era bom. Sabe-se lá quando eles começaram a dublagem de SC2 e WoW. Sei lá a motivação da Rockstar para atrasar Max Peine 3 por causa do feedback da imprensa brasileira. As motivações da xbox fazer a live no brasil e localizar os preços? também não sei. Talvez os analistas de mercado estejam fazendo o dever de casa, ou MOACYR DID ALL THIS SHIT.

        eu não sei! Mas se depender do Moacyr, ele não acredita em "coincidências", né?

        • Wulfgar O Bárbaro 4 anos atrs

          De todos os comentarios feitos nesse episódio, acho qe os seus são os melhores. Não poderia deixar de concordar com tudo que foi dito e acrescento: acho que esse projeto pode ser na verdade apenas oportunista. Se aproveitando desse aquescimento natural que o mercado br está tendo.

          Lembro de ter ouvido um soundtest, inclusive com a participação do proprio Moacyr, tinha um brasileiro que tinha trabalhado anos nas empresas de games americanas e ele estava voltando pro br por causa do recesso que estava acontecendo por lá. Dizia que a tendencia era as empresas investirem em paises como brasil e mexico, pois o proprio mercado estava saturado e em crise.

          Não que o projeto não tenha seu valor, mas acho que sua parcela de merito é bem menor do que seu patrono costuma divulgar por ai.

        • Rafael Junio 4 anos atrs

          Realmente cara, ele disse como se fosse o que começou tudo isso aqui para o Brasil, mas pelo exemplo do StarCraft 2 que veio totalmente dublado e já tem uns 2 anos que foi lançado ve se que algumas empresas já olhavam para o Brasil (A Vivendi, grupo dono da Blizzard e também da GVT sabe muito bem o que esse mercado é capaz)

          Só que você também tem que admitir que a iniciativa dele foi de extrema importância para o nosso mercado, ele conseguiu mostrar na prática do que o país é capaz.

          Pode até ser que isso é uma tendencia com ou sem jogo justo, mas ele teve uma participação grande ou pequena no que ta acontecendo aqui.

          Ah,
          Acho que é só.

  • Rafael Junio 4 anos atrs

    Muito bom, gostei bastante
    Mas só um detalhe, no 16:30 por ai quando ele fala de determinação e a música do Metal Gear encaixou perfeitamente.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Bruno 4 anos atrs

    Eu gostaria de entender qual é o problema das pessoas criticando o Moacyr, a AciGames e o Jogo Justo. Nós estamos nos beneficiando com isso! PAREM DE ACHAR CHIFRE EM CABEÇA DE CAVALO!

    • boa, concordo com vc

    • João Henrique 4 anos atrs

      É justamente por esse tipo de credulidade que temos governantes tão ruins. Brasileiro acredita em tudo que é dito pra ele, sem nunca questionar ou correr atrás dos reais fatos.

      Se o Moacyr se candidatar, certeza que será eleito, mesmo não mostrando ter feito nada de concreto pelo tal mercado de games brasileiro.

      • KrazyFox 4 anos atrs

        Eu sempre que vou ao Shopping passo na principal loja de informática daqui da minha cidade e vejo lá os jogos de PS3 com selinho da NC Games com o preço de R$99. Claro que nenhum lançamento imediato, mas pertinho vejo os outros jogos mais velhos, sem o selo, que continuam por R$200. E os lançamentos da Microsoft no Brasil de fato estão custando R$130.

        Agora eu é que pergunto, que prova você tem de que o Jogo Justo não tá fazendo nada? Se você tem alguma, por favor mostre aí, abra meus olhos, por favor.
        Mas se for só achismo seu, então sinto muito, você precisa rever seus conceitos, muito mais alienado é quem prefere desacreditar de tudo.

        • João Henrique 4 anos atrs

          Que prova eu tenho? Justamente a falta de prova. Não é achismo é ceticismo, muito diferente. Não eu, nem vc, nem o Fenix Down que tem que provar a eficiência do Jogo Justo, e sim o proprio.

          Se eu escrevesse aqui que eu sou amigo pessoal do diretor da Microsoft no Brasil e que influenciei a queda de valor de seus jogos por aqui, tu acreditaria? E se eu aparecesse em varios podcasts falando isso, acreditaria? E se aparecesse de repente em algum site de games?

          Então, o mesmo vale pro Moacyr, tudo que temos é a palavra dele, repetindo isso em varios meios, mais nada do que isso.

          Repito, não somos nós que temos que provar nada, e sim ele, nosso trabalho é questionar, tudo. E eu que te recomendo, abra seus olhos, não é de hoje que empresas como MS e Ubisoft tem investido no Brasil, será mesmo que o responsável é o Jogo Justo?

          • Ogro Himself 4 anos atrs

            Oi João! Já deu um bizu no blog da ACIGAMES? Os eventos e contatos que o moacir fez ao longo do ano passado? Tudo registrado em fotos e tudo mais?

            Não to dizendo que tudo é prova da efetividade do jogo justo em mudar o cenario de games aqui, acredito muito mais no aquecimento natural do mercado do que no trabalho de um individuo só mas …

            O cara ta correndo atrás e fazendo a parte dele. E ele veio aqui no FD responder tudo que questionamos sobre FD quando discutimos no news, e disse que ta disposto a prestar esclarecimentos do projeto a qualquer um que entrar em contato com ele.

            Inclusive tu mesmo, se entrar em contato com as informacoes que colocamos no post.

            Ele foi bastante TRANSPARENTE em esclarecer as duvidas que tinhamos e sei que ele vai querer continuar esclarecendo =)

          • realmente nao sou eu q tenho q provar, mas como o Ogro disse o site da Acigame prova bem la as coisas
            se realmente nao fosse ele q tivesse feito aquilo tudo ja estaria sendo processado

            Agora o fato da MS e Ubisoft estarem fazendo isso eu não dei merito ao jogo justo, mas o impulsionamento do mercado eu acredito que um dos fatores foram as ações deles sim. Não é achismo ou ceticismo falar isso, é a minha opinião… não estou tentando mudar a sua cabeça, eu respeito a sua opinião de qq modo e fico feliz de ver vc trazendo ela aqui pros comentarios pq é exatamente esse debate que a gente quer

        • Lpolon 4 anos atrs

          krazy, perae.. acho que o João Henrique não foi nada feliz na colocação, mas não existe em parte alguma isso de "provar que algo não é". Muito pelo contrário, o Moacyr que precisa "provar" que "É". Isso não é chatisse, é a natureza do que podemos descobrir sobre o universo =p

          Ouvimos o Moacyr por 1h30 para ele explicar como quisesse a importância do jogo justo. Ja falei isso antes.. Importância? Tem. Algumas tem o carimbo deles e fim de papo.

          Agora, localização de jogos? Dubragem de jogos? Xbox no brasil? jogos com selo da NC games (não sei o que é NC games) baixando de preço? Algumas coisas sabemos que NÃO foi jogo justo (SC2 dublado), a maioria delas está correlacionado com a presença do jogo justo.. mas..

          CORRELAÇÃO NÃO IMPLICA CAUSA!!!!111!!11!! UM!!UM!!UUM!!

          As perguntas são: O que o Moacyr causou? O que ele influenciou diretamente? e indiretamente?

          Ele participou? Sim
          Ele é importante? Talvez. Provavelmente sim. O quão importante? O que mais é importante?

          Por que se depender dele, que "perguntou" se tudo é isso é "coincidência", ele deixou bem implícito que ele é o PICA DAS GALÁXIAS.

          e isso me irrita. Por isso eu estou achando o Moacyr um mala.

          • KrazyFox 4 anos atrs

            Pois é, também não acho que ele não seja o Messias, mas algum crédito tem que ser dado. XD

            É que também muita gente pega pesado demais, sem motivo, ao invés de incentivar os caras que tão ajudando, só ficam apontando o dedo, reprovando, procurando e exaltando defeitos, e até especulando maldosamente.
            Nem 8 nem 80, acho que tem que haver um equilíbrio aí, não vamos pintar de santo, mas também não vamos pintar de satanás. XD

      • se ele se candidatar eu voto, pq mesmo estando fora do governo tem feito mais pela gente do q muitos por ai
        gente, se realmente fosse mentira o que ele tivesse feito já nao teria vindo pessoas "desmentir" ele não? Pensem um pouco…

        • Lpolon 4 anos atrs

          Não acho que seja questão de mentira. Mas é complicado mesmo "calcular" a importância dos analistas de mercado, formadores de opinião, lobbistas (Moacyr), a visão de mercado de cada empresa que teve iniciativas, etc, etc.

          Mais uma vez, meu problema é pessoal. Eu acho especialmente irritando alguém perguntando com deboche se eu acredito em coincidências e apontando para si mesmo.

  • Gustavo CD 4 anos atrs

    Eu não consigo baixar o Fenixcast pelo itunes, apenas o Fenix News.

  • KrazyFox 4 anos atrs

    EXCELENTE Cast!
    Acabei de ouvir aqui, renovei minhas esperanças na humanidade, já quero viver mais um pouco neste planeta. XD [/9gagging]

    Muito foda da parte do Moacyr vir aqui prestar esclarecimentos, meu respeito por ele e pelo projeto só aumentam, é sempre duro tentar mudar as coisas e ficar sofrendo todo tipo de injustiça, me admiro muito em ver que mesmo assim ele ainda tá botando o projeto pra frente, junto da falta de noticias eu tava achando que tinham dado uma desanimada por causa disso. Que bom que não é o caso.

    Muito bom saber que ainda estão trabalhando duro e que tem novidade vindo aí, o Jogo Justo ainda tem muito chão pela frente, recentemente a Sony anunciou o preço do PS Vita oficial no Brasil, de R$1600, quando o preço original americano é U$250 (sem falar nos jogos que continuam custando R$200)… é… o Jogo Justo ainda tem bastante trabalho pela frente. Eu sei que eles não vão fazer milagre de uma hora pra outra, mas torço pra que consigam ir melhorando isso aí gradativamente. #PorraSony

    Muita força aí ao movimento, do lado de cá, farei o que for possível pra contribuir.

    Bem que podiam entrar em contato com o Moacyr de novo pra responder umas perguntas dos ouvintes, na leitura de e-mails do próximo cast. =P
    (queria saber se o Jogo Justo conhece/tem alguma ligação com o Nuuvem, o expertise deles em negociar com as publishers é algo que eu nunca imaginei antes no Brasil, talvez fosse do interesse do Jogo Justo somar forças alí com eles)
    (Apesar de eu não ser usuário do Nuuvem, pois não concordo com os termos de uso do serviço)

    • Lpolon 4 anos atrs

      Boa. Pode crer. A Nuuvem e o jogo justo parecem ter objetivos em comum.

  • Primeiramente eu gostaria de parabenizar o Moacyr por ter tido a "coragem" e por que não dizer a boa vontade de ter vindo até o Fênix Down para esclarecer os fatos, e claro, parabenizar também o Fênix Down por trazer o Moacyr e permitir que ele esclareça as duvidas, não só dos ouvintes como as próprias duvidas que rolaram nos casts antigos.
    Eu sinceramente sempre curti o Jogo Justo(tanto que o Out Of Space desde o seu inicio tem o banner de apoio do projeto) e sempre quis que ele desse muito certo, não sou cego ou louco a ponto de achar que o jogo Justo vai acertar tudo em pouco tempo, ou que vai fazer tudo sozinho, mas eles estão ai, fazendo o que podem, arrumando quem ajude e quem posso ajudá-los a alcançar novos patamares e por isso eu sinceramente tenho muito a agradecer, o projeto pode não ser perfeito, como muito ai adoram dizer, mas do jeito que ele vem crescendo, eu sinceramente acredito que esta sendo um excelente trabalho que só tem a somar para nós gamers. Espero que ele cresça ainda mais e por que não que também incentive novos projetos para que cada vez mais o mercado de games como um todo cresça no Brasil.
    Vlw mesmo povo e parabéns pelo podcast!

  • FelipeRaabe 4 anos atrs

    Desculpa os editores, mas, por favor, baixem o som da música aí.
    Ou se a juventide estiver gostando, lança uma versão pra velhas, com trilha sonora mais baixa que a vozes (incluindo desse episódio, que vou apreciar muito ouvir novamente =] ).
    Se arrumarem o audio, eu comento sobre o cast em sí, porque posso acabar falando besteira se não sei do que tô falando.
    Desculpa ae qualquer coisa, mas precisava falar D=

  • Eu passei uns bons 10 minutos aqui pensando embaixo de que postagem dar um reply… mas vai um novo comment mesmo.

    Pessoal, excelente cast, muito bom mesmo e brilhantemente complementado pelos comentários aqui no post – quem não passa por aqui pra dar uma lida está perdendo MUITO do conteúdo do site.

    O Movimento Jogo Justo é algo que me deixa dividido de verdade, infelizmente. Gostaria de ter essa fé pura das crianças, mas tenho um ceticismo bem desanimador às vezes.

    Não questiono o caráter ou as intenções do próprio Moacyr – conheço pessoas que o conhecem pessoalmente e que reafirmam o gamer convicto que ele é. Mas às vezes, até por decisões estratégicas do movimento, que podem até ser necessárias, sinto que falta transparência – mas que no fim das contas acaba levantando espaço pra muita dúvida da nossa parte – os gamers.

    Comentários como os do Lpolon são extremamente válidos – toda unanimidade é burra, se a gente não questiona, acaba ficando no breu do mesmo jeito.

    Enfim, excelente cast, comentários inteligentes e uma oportunidade para ouvirmos o "pai" da criança falar um pouco.

  • Eu to criando coragem de ouvir o cast… eu meio que já tenho uma opinião sobre o projeto…

  • Mario Kajiya 4 anos atrs

    Assim, levando em conta que um podcast é um produto de entretenimento, acho que esse episódio foi um fracasso. Foi muito entediante. Mas acho que pra esclarecer cumpriu sua função.

    Gostaria de comentar alguns pontos, tanto do episódio, como dos comentários.

    Tive a impressão que o Moacyr se vê mesmo como um herói e apesar do Diego dizer que não o vê assim, não foi o que me pareceu no episódio. Acho que os participantes estavam meio na defensiva com o convidado, em especial o Diego, que parecia vislumbrado com a participação de uma “celebridade”.

    O Diego comentou que achou o primeiro dia do Jogo Justo um sucesso. Eu pergunto: pra quem?
    Sob o ponto de vista do consumidor, que acredito que seja o nosso caso e mais fácil de analisar, não vejo esse sucesso todo. Assim como eu, muitos consumidores deixaram de comprar jogos antes para concentrar seus gastos todos no tal dia de promoções.

    A realidade do dia foi totalmente diferente do que prometido. Na pratica tivemos poucos jogos lançamentos e muitos títulos sem destaque, inclusive acho que as lojas deixaram de diminuir o preço de alguns jogos para fazer isso somente naquele dia. Bioshock 2 por exemplo, que teve seu preço reduzido no dia, permanece assim até hoje.

    Além disso tivemos centenas, talvez milhares de consumidores frustrados com os servidores do site não suportando a demanda. Eu mesmo não consegui comprar nada nesse dia e tenho vários amigos que também não conseguiram.

    Sob o ponto de vista do lojista que analisando os fatos teve apenas prejuízo. O Moacyr comentou que as lojas trabalhariam sem margem nenhuma de lucro, ou seja: canalizaram boa parte de seus recursos para vender produtos sem obter lucro, além disso tiverem seus sites off-line por boa parte do dia, impedindo até outros compradores de acessar. No fim das contas isso me parece apenas prejuízo.

    Para o próprio projeto, que como o Moacyr disse, tinha como objetivo ser um protesto e colher dados para depois serem apresentados mais tarde, também acho que não obteve sucesso, pois seus dados foram totalmente prejudicados pelo mal funcionamento dos sites. Único dado que obteve é que os servidores caíram. O protesto se resumiu a derrubar sites com demanda grande.

    Acho que o único sucesso desse primeiro dia foi para o ego de alguns, e nada mais.

    Depois volto a comentar mais, esse comentário ficou longo demais, mas ainda tenho outros pontos que me incomodaram e gostaria de salientar.

    • Ogro Himself 4 anos atrs

      E ai Mário! Tu levantaste bons pontos no teu comentário. Nem sempre dá para fazer algo que seja informativo E engraçado. Mas eu acho que, tendo a presença do Moacyr para tirar as dúvidas que os gamers tinham quanto ao JJ foi válido pela INFORMAÇÃO e ESCLARECIMENTO, como tu disseste. A gente não se sentiu defensivo na gravação, mas o Moacyr é um cara que (ele mesmo diz) fala bastante =) O cara tava aí, e contou (bastante) da história do projeto.

      Inclusive em tudo que ele falou, ele contou sim a historia do 1o dia de promocoes, que na verdade foi o dia do Bioshock que a empresa aceitou se livrar de encalhe. Mas já valeu como incentivo para que melhorassem a lista de jogos. O 2o dia do JJ teve MUITO jogo bom!

      Isso agrega informacoes e estatisticas significativas para o projeto: os gamers foram com sede ao pote e derrubaram o servidor do Walmart, pombas! Tanto que houve preocupação da loja em aumentar o numero de servidores e reservar uma seção de games para o site.

    • Nem tanto, conheço o Moacyr a um tempo já e não o vejo como uma celebridade, só apoio a causa… bom, mas se passei essa impressão, paciência… a idéia não era essa, tenha certeza disso…
      sobre o cast ter o intuito de intreter, bem, de vez em quando o intuito é apenas informar. Interessante como o cast tem tido ambos os lados e nunca recebemos tantos parabéns por um podcast… é impossivel acima de tudo agradar a todos, são alguns milhares de downloads por podcasts e ter uma galera que nao curte é completamente normal como em todo cast é… o que é fato é q nunca é unanime q o cast é ruim ou bom…
      mas fique a vontade de salientar os outros pontos, estamos lendo todos os comentarios =)

    • Eu particularmente prefiro os episódios informativos (não que eu não goste dos engraçados, longe disso).

    • Lpolon 4 anos atrs

      Discordo apenas da falta de sucesso dos dados para análise e "case".
      Acho que eles conseguiram ter o que mostrar para fazer o ponto deles (diminua os impostos, aumenta as vendas e aumenta a arrecadação)

  • Diego Savegnago 4 anos atrs

    Mais um cast muito bom, parabens!

    Deu para esclarecer muitas dúvidas em relação ao projeto. Como já disseram nos comentarios, o Jogo Justo não mudou e nem vai mudar o mercado brasileiro sozinho, a mudança que vemos atualmente se dá muito pelo aquecimento do mercado interno e estagnação de outros mercados importantes. Mas não dá para negar que o trabalho feito pelo Moacyr é de se tirar o chapeu e que com certeza está dando sua contribuição para a evolução do mercado de games brasileiro. Enfim, agora vem uma dúvida que não me esclareceram no cast: Segundo o Moacyr o grande vilão do mercado seriam os altos imposto que deixam os jogos tão caros. E até o momento não houve nenhuma diminuição de taxação, assim sendo, como a Microsoft está conseguindo vender lançamento a R$ 129,00 e a Ubisoft a R$ 149,00 e chegando até a vender por R$ 99,00 no caso do Rayman Origins? Se o problema era o imposto e nada mudou quanto a isso, como se explica essa dimunuição de preços? Essas empresas estão vendendo sem ganhar nenhum lucro? Isso me faz perguntar se realmente os impostos são os unicos problemas para pagarmos tão caro em jogos. Se alguém conseguir me esclarecer essas dúvidas fico grato. Abraços!

    • Lpolon 4 anos atrs

      eu queria saber também.. Mas AC:revelations e Uncharted 3 pelo menos agora são "localizados" eu vi que era a versão "brasileira" do jogo (com manual em português e plastico com bordas CORTANTES LETAIS) e derrepente eles estão preparando o jogo no brasil e por isso esteja abatendo os impostos. Xbox com certeza pq eu sei que agora está sendo produzido no brasil.

      Eu não sei se tem a ver.. ninguém falou de Ico/SotC collection, custa 40 dólares lá fora. Eu paguei 135 reais pelo jogo a vista (o lançamento na loja normalmente é 199 para jogos de 60 dólares) e ele também veio com a caixinha "brasileira" (COM bordas de plastico AFIADAS)).

      • Diego Savegnago 4 anos atrs

        Se não me engano a Sony prensa seus jogos em Manaus, o Mortal Kombat 9 foi produzido lá também (inclusive, por isso tivemos aquele caso do idiota que tirou uma foto com o jogo antes do lançamento oficial) e nem por isso esses jogos são vendidos por menos de R$ 199,00.

        O PS Vita está sendo vendido a U$ 250,00 (mais ou menos R$ 450,00) nos EUA e no Brasil será vendido por R$ 1.600,00 ou seja, no Brasil o Vita é R$ 1.150,00 mais caro. Será que tudo isso é só imposto? A Sony está vendendo com a mesma margem de lucro no Brasil e nos EUA?

        Acho que esse é outro aspecto que o Jogo Justo poderia abordar.

      • Haruki 4 anos atrs

        O que mt gente esquece eh que um lançamento custa 60dolares no US pq alem de todos os custos tem tambem os impostos americanos, quando o jogo eh prensado no Brasil, mais precisamente na zona franca de Manaus NAO existem tantos custos assim, os lançamentos poderiam e deveriam SIM custar menos de 90 reais

        • ogrokun 4 anos atrs

          O imposto é cobrado a parte, nao ta incluso nos 60 dolares =P

          • Diego Savegnago 4 anos atrs

            Não concordo quando o Moacyr critica quem importa os jogos. Afinal de contas, a importação de jogos por parte dos consumidores é só um reflexo dos preços abusivos cobrados no Brasil.

            Faz um ano que só compro jogos originais para o meu PS3, tenho uns 10 jogos, metade comprei fora e metade comprei no Brasil. Dando uma olhada onde são produzidos os jogos e quanto eu paguei por eles percebo algo muito estranho. Exemplo:

            Batman Arkham City custou R$ 199,00 e foi produzido em Manaus
            Assassin's Creed Revelations custou R$ 149,00 e foi produzido nos EUA

            Alguém consegue me explicar porque um jogo produzido nos EUA é vendido mais barato do que o jogo produzido no Brasil? Não era para ser ao contrario?

            O que vou falar agora é puro achometro da minha parte:

            Mas pelo visto visto a estratégia comercial da Ubisoft é vender mais barato sacrificando um pouco da sua margem para tentar ter um mercado maior e ganhando na escala.

            Já a Warner vende mais caro, tem custos menores pois produz no Brasil, e deve trabalhar com uma margem bem maior do que a Ubisoft. Ou seja, preferem ganhar na margem do que na escala.

            Não estou falando que uma empresa é boazinha e a outra só quer fuder com os consumidores. Isso são estratégias comerciais diferentes, de empresas que visam o lucro no final das contas. Não há nada de errado nisso.

            O ponto que eu quero chegar é porque o Jogo Justo não bate nessa tecla, só fala que os impostos são os grandes vilões, o que eu concordo não só para games mas para qualquer coisa no Brasil.

            Mas não é abordado essa disparidade de preços cobrados pelas empresas e porque existe essa disparidade, e o que está sendo feito para corrigir isso.

          • ogrokun 4 anos atrs

            é uma questao estrategica, como tu bem marcou, Diego.

            A diferença de preço normalmente se explica em 2 fatores: primeiro é a margem de lucro, como tu lembrou.

            A outra, e acho que mais importante, é a TIRAGEM do jogo. Quanto mais jogos a empresa prensa, dilui os custos fixos em mais unidades. O que torna ele mais barato.

            Talvez a Ubisoft esteja apostando nisso, prensando uma quantidade maior de jogos. Torna o jogo mais vendavel, com toda certeza, mas tambem é bem mais arriscado. Porque o investimento da empresa é maior, e o risco de encalhe também é …

            Vide Bioshock 2, que ta sendo vendido a mais de ano por 10 dolares e nunca esgotou …

          • Diego Savegnago 4 anos atrs

            Tá certinho Ogro é isso mesmo.

            Isso mostra pra gente como os caras ainda não confiam totalmente no mercado brasileiro. Será que não valeria a pena vender o Batman AC por R$ 149,00 ainda mais produzindo o jogo no Brasil? Provavelmente a Warner se perguntou isso mas preferiu ser mais conservadora.

            Os caras são tão receosos com o nosso mercado ainda que chegamos a ver a bizarrice de o PS Vita ser vendido a R$ 1.600,00. Como falaram no Super Controle só o paizão desavisado vai comprar.

            Valeu!

          • Acho que a Warner quis se aproveitar do hype gigante em cima do game. Em dezembro mesmo vi promoção com o Arkham City abaixo de R$ 100,00. Recentemente comprei a edição limitada no submarino por R$ 89,00. E o preço normal do jogo, sem promoção nenhuma está em R$ 149,00 em alguns sites.

  • inominavel 4 anos atrs

    Curti muito o Cast!!! Acho que tirou muitas duvidas, e como alguns disseram aqui nos comentários, que o jogo justo tem muito trabalho pela frente, e como foi dito no casta, se você não gosta do que esta sendo feito e que você pode fazer algo melhor então FAÇA algo melhor que o jogo justo e pare de reclamar!

    • Mario Kajiya 4 anos atrs

      Você não acha esse discurso de "faça algo melhor ou não reclame" estranho? Na teoria faz até sentido, mas pare e pense um pouco a respeito.

      Imagine outro cenário: você entra no Fênix Down e se depara com uma nova coluna, você assiste e por fim não gosta. Comenta aqui sua critica, sem ofender ninguém, mas ainda sim uma critica negativa. Ai o Diego ou o dono dessa coluna vira pra você e diz: "Não gostou? Beleza, mas você faz melhor? Se tem tantas criticas porque não faz um site seu? Então como você não faz nada, não venha criticar o trabalho dos outros".

      Assim, o que você acharia disso?

      Vamos mudar o exemplo:

      Sua rua está cheia de buracos, você e seus vizinhos já reclamaram com a prefeitura e nada foi feito. Ai um cara, bem intencionado, recolhe dinheiro da galera e compra cimento e remenda ele mesmo os buracos. Você viu que ficou ruim e acha que a longo prazo vai é piorar o problema. Você indaga o autor dos remendos e ele te diz "Você fez o que pra tentar arrumar? Nada? Então por favor, não reclame".

    • Mario Kajiya 4 anos atrs

      Acho que é muito conveniente pro Moacyr falar isso, mas as coisas não funcionam assim. Pessoas se sacrificaram para que hoje pudéssemos exercer nosso direito a nos expressar. Não precisamos fazer nada pra "merecer" esse direito, pois já nascemos merecedores.

      Claro, isso não significa que tenhamos razão no que é dito, mas o fato de dizer não é errado.

      Como regra, sempre desconfio de qualquer "benfeitor altruísta", ainda mais no Brasil. Se o Moacyr e o Jogo Justo de fato forem íntegros e bem intencionados, minhas criticas e a de outros no máximo serão um empecilho que no final das contas apenas fortalecerá o movimento. Mas se por outro lado forem mal intencionados e nos assistirmos tudo isso calados futuramente o dano pode ser muito maior do que hoje ter que lidar com a opinião contraria.

      Alem do mais, acho essa postura de "não me critiquem" muito covarde pra alguém que parece se ver como "salvador da pátria".

      • inominavel 4 anos atrs

        Cara, até positivei o seu comentário, acho válido a sua opinião, e respeito muito ela, é um ponto de vista muito interessante, mais acho que ao menos eles estão fazendo algo, algo que eu não tenho nem tempo de fazer, mais eu faria se tive-se tempo e disposição para tal empreitada.
        Não acho que seja perfeito, alias nada é perfeito, mais ao menos um movimento esta sendo feito, e estamos ganhando com isso, nois consumidores, e não estamos fazendo quase NADA para essas mudanças, o que podemos fazer é apenas apoiar o movimento, seja divulgando ou comprando, acho que o beneficio ainda assim é grande, se há uma segunda intenção eu não sei, e se tiver ainda assim ganhamos algo que foi o preço justo para os jogos.
        E acho que o moacyr ai deixou claro que esta aberto para opiniões e criticas, se você tiver alguma idéia e tudo mais, é só entrar em contato, acho que ele esta aberto ao publico que somos nois.

        • Criticar e discordar de pontos específicos não quer dizer que apoiamos, não quer dizer que somos contra, quer dizer que discordamos de pontos específicos.Não é como se tivesse uma linha e você só pudesse se posicionar 100% contra ou 100% a favor.

          • inominavel 4 anos atrs

            Assim como o ogro, também concordo contigo, foi como eu disse na minha resposta anterior, penso um pouco assim também, porém ainda tenho fé que mesmo do jeito que esta sendo teremos o fim que desejamos.

      • ogrokun 4 anos atrs

        Concordo contigo sobre a nossa liberdade para poder expressar, Mario.

        Mas durante o cast, o Moacyr passou muito mais a impressão de "ouvi sua critica, não concordo, e se tu quiser pode vir aqui na ACIGAMES trocar uma idéia e esclarecer as coisas" do que "Não me critiquem".

        • Inicialmente passou essa impressão mesmo, inclusive ele ter se disponiblizado a gravar o podcast respodendo as duvidas corrobora isso, mas a partir do momento que ele fala que antes de criticar faça melhor toda essa impressão vai embora e a que fica é a de que ele acha que está fazendo um trabalho tão espetacular pela gente e por isso está acima de qualquer crítica.

          E foi essa impressão que ficou pra mim pelo menos.

  • Heitor Polidoro 4 anos atrs

    Parabéns, eu acompanho o JJ tem um tempo, e me pergunto porque as pessoas tem visões tão tortas. Me parece que as pessoas gananciosas/desonestas não conseguem acreditar que existem pessoas que querem fazer algo para mudar alguma coisa de fato.

    • Mario Kajiya 4 anos atrs

      Assim, você não acha que agora forçou um pouco? O mundo não é um conto de fadas: "apenas as pessoas de bom coração podem confiar nessa alma bem intencionada". As coisas não são tudo preto no branco. Credulidade não tem nada a ver com ganancia ou desonestidade.

      E assim, quando você fala esse tipo de coisa ao invés de atacar os argumentos e opiniões das pessoas, você está atacando as pessoas, a sua credibilidade. Isso não é bem quisto em um ambiente de discussão, assim como o Fenix Down parece ser e o Nowloading foi. Evite atacar os autores das opiniões e sim, ataque a opinião.

      Desculpa se pareci duro, mas me senti ofendido com o que você falou. Você me julgou de maneira genérica e preconceituosa a partir de uma unica opinião que expressei: "sou contra o jogo justo, logo sou desonesto e/ou ganancioso"

      • Heitor Polidoro 4 anos atrs

        Olá Mario, primeiramente eu nem li seu comentário, logo minha crítica não foi PARA você, mas fui lê-lo para ter uma opinião melhor.

        Se você entendu que minha crítica foi "sou contra o jogo justo, logo sou desonesto e/ou ganancioso" sinto muito, não foi nem de longe o que eu quis dizer. Você fez uma inferência inversa inválida. Mesmo se eu tivesse dito "as pessoas gananciosas/desonestas são contra o jogo justo", não faria sentido inferir a volta, ex.: Cachorros são mamímeros, mas nem todo mamífero é cachoro. Outro ponto, sim eu generalizei, mas tentei deixar claro que era uma generalização 'forçada' quando disse "me parece". Mas nem foi isso que quis dizer, eu generalizei mais ainda, minha crítica foi à pessoas que não entendem Software livre, por exemplo. Pessoas como o Jô Soares que não se conformam que existem softwares e até sistemas operacionais de graça, que os desenvolvedores não ganham dinheiro (diretamente) com isso. Pessoas, que quando meu pai foi síndico e fazia parte do trabalho de pedeiro, achavam que ele estava desviando dinheiro, sendo que ele pegava o dinheiro do condomínio só para pagar o material, a mão de obra foi de graça. O que inclui, no caso do JJ, as pessoas que querem 'ajudar' pensando em ganhar votos, ou que acham que isso é uma jogada de marketing SÓ pra ACIGAMES ganhar dinheiro com isso.

        "Credulidade não tem nada a ver com ganancia ou desonestidade." As vezes tem sim, que é ganancioso/desonesto tem dificuldade em acreditar que uma pessoa não faria algo que ele faria. Mas sim, "o mundo não é um conto de fadas", nem quero que seja, deve ser um saco, mas não precisa ser o contrário.

        E pelo o que eu entendi do seu comentário, você foi contra o JJ pelo resultado que obteve e/ou pela idéia, e não achando que é um movimento dizendo querer uma coisa quando no fim quer outra (vulgo dinheiro), portanto você vestiu uma carapuça que não lhe serve.

        Espero ter esclarecido.

        Abraços.

    • É isso que eu não consigo entender, como discordar em pontos específicos automaticamente quer dizer que você é do contra .Se você não é totalmente favor você já é contra o projeto.Que lógica é essa? Essa divisão entre dois grupos distintos é uma visão muito limitada da situação. E dizer que um grupo é o dos malvadões e o outro é o dos bonzinhos é mais absurdo ainda.

      • Heitor Polidoro 4 anos atrs

        Caramba. Acho que meu comentário foi pessimamente redigido. Onde eu disse: "discordar em pontos específicos automaticamente quer dizer que você é do contra"? Ou "Se você não é totalmente favor você já é contra o projeto"?

        Bruno, depois leio todo o seu comentário, estou no trabalho e você escreveu coisa pra cacet* =P

        Mas, ao que parece meu comentário caiu num lugar muito errado, principalmente lendo o comentário anterior ao meu "se você não gosta do que esta sendo feito e que você pode fazer algo melhor então FAÇA algo melhor que o jogo justo e pare de reclamar!", o que sou totalmente contra. Qualquer um tem o direito de discordar e reclamar do que está sendo feito. Eu não estou dizendo "Parem de ser bobos e vejam que coisa linda é o JJ". Se você discorda de algo do JJ e deu argumentos parabéns, minha crítica foi justamente com o contrário desse comportamente. De pessoas que são contra mas não dão motivos plausíveis do tipo: "Isso é só pro Moacyr ganhar dinheiro" ou "Não vou apoiar porque isso não vai me dar votos".

        Discordar com argumentos não é ter uma "visão torta" muito pelo contrário.

        Espero ter esclarecido.

        Abraços.

  • Pô galera, faltou um contraponto para enriquecer a discussão, ainda mais falando do Jogo Justo que está muito longe de ser uma unanimidade, inclusive entre os próprios membros do site.
    Primeiro de tudo concordo que o mesmo que a iniciativa do Jogo Justo não tivesse conquistado nada já valeria a pena por ter fomentado a discussão e busca de informações do mercado entre a galera que joga. Estamos discutindo aqui mesmo nos comentários, isso é bacana. Agora sobre o podcast…
    O que eu ouvi durante grande parte do podcast foi o Moacyr falando de como o seu projeto está sendo fantástico, como ele está falando com várias pessoas importantes como ele indiretamente é responsável por tudo de bom que vem acontecendo no mercado brasileiro e que todos os gamers deveriam ser gratos a ele e ao seu projeto e como você pode discordar de um projeto que está defendendo seus direitos yadda yadda. Do outro lado estava a galera do site fazendo perguntas e ficando empolgada/impressionada a cada resposta. Palavras dele sobre coisas que ele fez. Mesmo se tudo que ele falou no podcast fossem verdades absolutas e inquestionáveis, ainda assim seria chato.
    Se eu fosse fazer uma lista das coisas mais irritantes, o autoelogio e o pedantismo de modo geral estariam no topo ou muito próximo disso.
    Sobre o que o Diego comentou do dia do dia do Jogo Justo, sobre as lojas não participantes vendendo jogos no mesmo preço das lojas participantes, teoricamente "sem lucro”. Acredito que seja ingenuidade pensar dessa forma. Na verdade a questão é outra: Como a Saraiva conseguiu fazer o mesmo preço das participantes e ainda assim continuar lucrando? Lucrando no volume mas ainda assim lucrando. Se a Saraiva lucrou, as participantes do projeto também conseguiriam lucrar. Ou seja, imposto não é nem nunca foi o único vilão da história. Algumas semanas atrás saiu uma matéria falando sobre esse aspecto das margens de lucro alta dos lojistas. Considerando isso qual foi o real mérito do dia do jogo justo com relação a preços e sua teórica venda sem lucros? Não estou questionando a importância dos números levantados, mas sim a diminuição dos preços e o papel do jogo justo nesse processo.
    Outra coisa, é irônico ver o Moacyr falando que filho bonito todo mundo quer ser pai sobre o dia do Jogo Justo e logo depois comentar sobre mudanças e conquistas do mercado brasileiro nos últimos tempos deixando implícito o papel do jogo justo (e consequentemente dele) no processo.
    Acompanho o projeto desde o início, mas até hoje, tirando os dois dias de jogo justo (que tecnicamente não diferem em nada da Saraiva fazendo promoção no mesmo dia), não vi ninguém além do próprio Moacyr apontando algum resultado e dizendo "tá vendo, isso aqui só aconteceu graças ao jogo justo" ou "isso aqui nunca existiria sem o jogo justo". Os eventos, participações e principalmente as reuniões e propostas enviadas amplamente citados no podcast em sua maioria são para propor e discutir as mudanças do mercado. Palavras novamente.Nada concreto.

    Podem dizer que acabou influenciando e chamando a atenção para que algumas mudanças acontecessem, mas até aí eu posso dizer que o Fenix Down, blogs e sites de jogos em geral também acabaram influenciando nesse processo. Assim até essas promoções do Jovem Nerd na Saraiva também influenciam. Mas o ponto é, como disse o Lpolon mais acima, correlação ou influência não implica causa nem nunca foi o objetivo.

  • ogrokun 4 anos atrs

    Comente mais vezes, Bruno!

  • Mario Kajiya 4 anos atrs

    Assim, perfeito cara. Concordo com tudo que você disse ai.

    Inclusive achei de uma ironia divina o fato do Moacyr comentar mais de uma vez sobre o tal do "filho bonito". Quem acompanha o twitter do Jogo Justo certamente sabe do que estou falando.

  • Caralhaaaaa EPIC… se fosse um e-mail de voz, a trilha sonora seria Dovakin Dovakin… foda cara, assino embaixo de tudo que você disse, existe uma grande diferença entre apoiar uma idéia ou simplesmente confiar nela cegamente. Repito meu comentário… "na real não tenho nada contra o Moacyr ou o Projeto Jogo Justo, só acho que a parada está muito centralizada em uma única pessoa, e o poder corrompe, já dizia o sábio Yoda. Muito do que foi alcançado até agora não pode ser atribuído a um único "ser", tem muita coisa rolando nos bastidores… nas próximas eleições a gente conversa."

  • Mario Kajiya 4 anos atrs

    Como disse em um comentário anterior, havia outros pontos que me incomodaram.

    Me incomodou deveras a maneira que o Moacyr falou sobre o Submarino. Assim, longe de mim achar que essas empresas são santas, não é isso, mas ele tentou demoniza-las. E acho que ele faz muito isso, demonizar algumas coisas para o vermos como um tipo de herói.

    Ele se refere ao Submarino como um “aproveitador”, “oportunista”, mas me desculpe, não consigo enxergar as coisas assim.
    Só pra contextualizar ele explica que o site Submarino mesmo não fazendo parte da campanha Jogo Justo, diminuiu seus preços no dia de protesto e ainda por cima usou um outro logo, com nome e mensagem similar a Jogo Justo.

    Ele ainda, ironicamente, usa a frase chavão que diz “quando o filho é bonito, todo mundo quer ser o pai”. Pra mim que segui por um bom tempo o Twitter do Jogo Justo essa frase soou como uma afronta, tendo em vista o Jogo Justo querendo assumir a autoria de coisas que não tinham nada a ver com eles. Mas prosseguindo…

    Por que o Submarino foi oportunista? Minutos antes o Moacyr diz mais de uma vez que as lojas participantes do dia de protesto não teriam margem de lucro algum. Veja bem, o Submarino têm concorrentes, e quando esses fazem uma promoção, pra manter sua clientela ele tem que seguir o fluxo. Se a Saraiva, Wallmart, Americanas vão vender jogos a preço de custo durante um dia, o Submarino se vê obrigado a fazer semelhante, mesmo que não apoie, sabe-se lá por qual motivo, o Jogo Justo.

    Então, acho que fica claro que a intenção do Submarino em seguir seus concorrentes e também fazer um dia de preços reduzidos não é se aproveitar da incrível fama do Jogo Justo, é apenas uma estratégia de marketing, necessária para manter uma boa concorrência.

    Então pergunto: O Moacyr realmente acha que o Submarino foi esse “vilão” ou só quis demoniza-los?
    É esse tipo de coisa que abre espaço pra suspeitas. Inevitável pensar que tem “coisas” por trás desse movimento.

  • Heitor Polidoro 4 anos atrs

    Fantástico, concordo com tudo o que disse. E realmente parece que meu comentário ficou numa posição bem ruim na lista de comentários, dando a impressão que eu estava criticando quem simplesmente critica o JJ, quando a crítica era para pedir que as pessoas critiquem como você e o Mario fizeram (foram os únicos que li, sorry o resto) . A próxima vez vou ler os outros comentários e/ou deixar mais claro minha opinião.

    Espero ter tenha deixado claro.

    Abraços

  • ogrokun 4 anos atrs

    Vários comentários concorrendo ao premio de OUVINTE DA SEMANA do Fenix Down!

    To gostando de ver galera!

  • Haruki 4 anos atrs

    Mais um podcast sobre jogo justo, mas que bacaninha = |

  • Sou de uma empresa, aqui de salvador, que busca desenvolver games, e conheço bem boa parte das dificuldades ditas no cast.
    Atualmente estamos investindo no mercado e móveis como o iPad e, como não possuimos investidores, iniciamos com um jogo infantil bem simples chamado "A viagem dos Pamundo" http://itunes.apple.com/us/app/pamundo/id48822459
    Como ele foi desenvolvido para iPad, sofremos com a falta da loja de jogos na itunes Brasil. Por isso atualmente vemos o nosso jogo disponível no mundo todo. .menos no país onde ele foi desenvolvido. É triste isso.
    Mas informações podem ver o vídeo de lançamento do jogo no youtube http://www.youtube.com/watch?v=7ig37WIJ2P0

  • Ledark 4 anos atrs

    Excelente post, mais uma vez, como sempre! =)
    Além de um up no assunto, me ajudou a entender algumas coisas, e achei toda a proposta ainda mais fascinante. Como disse o KrazyFox lá em cima:

    "(…) renovei minhas esperanças na humanidade, já quero viver mais um pouco neste planeta"

    Pois é, a determinação do cara me motivou a parar definitivamente com a síndrome do desgraçadinho =P

  • Marco_Alves 4 anos atrs

    Outra coisa: Acho que a culpa ñ é de vcs, mas a única coisa que ñ curti foi a qualidade do audio do microfone do Moacyr.

  • Me diverti lendo os comentarios desse episódio. Principalmente com a galera do "não foi bem isso que eu quis dizer".

  • Renato Mandi 4 anos atrs

    O Jogo Justo vai prejudicar uma possível indústria de games brasileira. Além disso não traz benefícios para a economia do país como um todo. Os grandes beneficiados serão só os consumidores, os varejistas e as empresas estrangeiras. Pelo que eu pesquisei a Acigame é formada basicamente por varejistas. Quase não há desenvolvedoras brasileiras de games envolvidas.
    Concordo que as cargas tributárias no Brasil são pesadas demais. Mas para mudar isso era mais importante combater a corrupção e exigir melhores serviços públicos. Por exemplo, se nós não tivéssemos que pagar tão caro por acesso a saúde e educação de qualidade, sobraria dinheiro para comprar jogos.
    Vocês estão olhando este assunto com uma visão muito simplista.

  • rafael Taira(Kojiro) 4 anos atrs

    muito bom gostei muito do cast.
    agora só falta esse negocio de jogo justo ir tbm pros portáteis. pq além do console os portáteis tbm é um mercado que eu gosto muito.

  • Ednaldo 4 anos atrs

    Muito bom, espero que os preços baixem cada vez mais, assim compraria originais e pararia com a pirataria.

  • Opa, beleza galera do FenixDown?

    Como eu reclamei em outro cast quando vocês falaram mal de jogadores de Minecraft, nada mais justo do que vir aqui agradecer por este ótimo FenixCast. Muito informativo e interessante, não precisavam nem ter se desculpado pelo áudio do Moacyr estava ruim, porque apesar disso tudo que ele disse foi relevante.

    Antes do cast eu tinha uma opinião ruim do Jogo Justo, achava que era só uma desculpa pros lojistas desencalharem as âncoras dos estoques, mas agora entendo o quanto é importante para o cenário de Games no Brasil. Obrigado mesmo!

  • Juliano 4 anos atrs

    vou ouvir o cast ainda, só queria saber se foi perguntado e respondido sobre quando vai se sentir o resultado da retirada dos games como jogos de azar, se antes taxado como jogos de azar o preçoes eram enormes, depois da mudança da lei, o que mudará, se já mudou, como fica, ficou ou ficará?

  • Rafael_Henrique 4 anos atrs

    OW Galere, tá foda de ouvir pelo player. ta dando muito erro.

  • Eugênio Paccelli 4 anos atrs

    Independente da postura do cara, mesmo se ela não for a ideal, o projeto é MUITO FODA. E vê-se resultados claros, muito jogo rolando, por exemplo, submarino por preços "não ridículos". Já comprei 2 legalmente lá, mesmo pagando um pouco mais que outras alternativas. Creio que apoiar o movimento comprando games legalmente aqui, desde que tenham preço aceitáveis, é uma forma de apoiar politicamente a iniciativa. É isso: vamos parar de reclamar e fazer nossa parte!! Parabés ao Jogos Justo e ao fenixcas por trazê-lo ao programa!

  • Eugênio Paccelli 4 anos atrs

    Ah, deixando que só comprei por causa do jogo justo e de tomar conhecimento dele aqui pelo fenix cast. E irei seguir nessa postura.