Olá pessoal! Bem vindos a mais uma quinzena de GamerDivã! E hoje iremos discutir sobre como jogos te ajudam a treinar na vida!

Imagine na vida real você puder experimentar diversas decisões em vários problemas, escolhendo a que mais lhe dá vantagens? Infelizmente a vida não tem load e save, mas felizmente os jogos têm.

Qual o poder dos jogos de nos preparar para lidar com situações da vida real? Jogos podem te dar uma experiência antes de você experimentar? Quais outras situações que podemos ter?

Ouça nossa dissertação e discuta com a gente nos comentários!

Para enviar seu conteúdo, comentários, sugestões, críticas ou elogios mande um e-mail para contato@fenixdown.com.br.

Não esqueça de seguir nosso twitter @fenix_down, se inscrever no nosso canal no youtube, dar jóinha no vídeo, deixar um comentário e divulgar o vídeo!

Fernando X de Megaman X! Não de pornografia ou de Xuxa!

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

31 Comentario(s)

  • vai fazer essa barba!

  • drnico 4 anos atrs

    OM NOM NOM NOM NOM NOM NOM

    • drnico 4 anos atrs

      Eu sinceramente não entendi a relação do título com o vídeo, acho que Preparando para a Vida seria mais legal, mas até aí, whatever.

      Eu concordo plenamente com todo o texto, e acho que a Atlus é especialista em jogos assim (na série Shin Megami Tensei, principalmente).

      Also, um ótimo exemplo de lição aprendida em game foi pra não ter nenhum tipo de preconceito com outras pessoas, seja por gostos diferentes, opiniões diferentes, vidas diferentes, que eu aprendi com The World Ends With You que, como o título sugere, ensina que seu mundo, seus círculos sociais, conhecimentos e experiências ou seja, seu mundo, acaba aonde você se limita.

      • FernandoX 4 anos atrs

        concordo que o título pode não ter sido o mais apropriado! realmente fiquei meio sem saber o que colocar hahaha

        eu quero muito jogar a série shin megami pois dizem que é cheio disso. tratando de assuntos desde amizade até homossexualidade e etc! juro que ainda vou jogar!

        temos um gamerdivã sobre TWEWY xD é mais antigo mas tá no site! \o

        • drnico 4 anos atrs

          Pior que eu dei uma revisitada e realmente não tinha visto que tinha um episódio de twewy, que fail meu, um dos meus jogos favoritos de todos os tempos e eu nem pra ver o gamer divã D:

  • Pô, muito legal ver catherine por esse ponto de vista, eu não joguei, mas aparentemente era só mais um jogo de japa doido…

    E Fernando, tu ta louco? Como assim o Apocalipse zumbi não vai acontecer? Caras assim são os primeiros a morrerem e ainda se perguntam "Por quê?"

    =p

  • Caaaaara o Wolverine veio fazer a coluna essa semana!!!!!!!
    Falando sério, esse é um tema muioto pouco explorado e discutido pelos desnvolvedores e principalmente por nós gamers. Têm vários jogos que podem nos "treinar" pra vida, mesmo achando que nada vai nos preparar para as situações que a vida nos reserva, mas há algumas situações em que os games podem nos trazer benefícios na vida real, eles nos familiariza com a competição, nos fazem lidar com as frustrações, trabalho em equipe. Quando era mais novo gostava de jogar jogos de estratégia, jogos como Warcraft, Starcraft, Age of Empires, Comand & Conquer. A pressão pelo gerenciamento de recursos ou pela melhor estratégia entre atacar ou se defender, isso moldou muitas das minhas habilidades na hora de tomar decisões no trabalho ou mesmo adminstrando o orçamento aqui de casa.
    Acredito que todo jogo (ou pelo menos a maioria) podem nos dar exemplos de situações que podemos tirar vantagem na vida real. Um exemplo bem extremo disso são os pilotos de F1, alguns como o Lewis Hamilton, passaram horas em simuladores (um nome chique pra videogames) para conhecer as pistas do circuito ou para simular as condições do carro.
    O fato é que os jogos eletrônicos já se tornaram parte de nossa cultura então, porque não nós utilizarmos eles não só como entretenimento, mas como uma maneira de aprimorar nossas habilidades da vida real?

  • fahrofa 4 anos atrs

    Curti Fernando, Show de Bola.

    Casar é mais assustador que um apocalipse Zumbi.

    hahaha

  • Marco_Alves 4 anos atrs

    Interessante, cara. Ok, ajuda. Mas como vc mesmo disse, a vida tem muitas variáveis e a habilidade de improviso só se aprende na prática mesmo.

    • FernandoX 4 anos atrs

      claro, na vida não é tão simples assim. de maneira nenhuma isso resolveria todos nossos problemas, mas te prepara pelo que pode vim

  • Mister_I 4 anos atrs

    Quando vi o banner a unica coisa que passou pela minha cabeça foi : XICARACEPTION

  • Ogro Himself 4 anos atrs

    Wolverine Sadol, esse

  • Ogro Himself 4 anos atrs

    Ok, agora um comentário dentro do tema da coluna

    Existem empresas que produzem jogos para preparar funcionários para situacoes corriqueiras do dia a dia de sua função. Existem jogos simuladores de funcionários de hotel, atendentes de bordo, agentes da policia, etc.

    • FernandoX 4 anos atrs

      sim sim claro, mas eu queria dizer em questões mais pessoais, não de trabalho
      também falaram sobre pilotos de fórmula 1, etc

    • Isso são simuladores, fora do foco filosofico do Fernando… e não são voltados para o publico em geral!

  • MEU DEUS, FERNANDO, QUE BARBA É ESSA???

  • só serve para diversão e FODA-SE TUDO ISSO, a vida já e dura demais, sem essa filosofia barata, Fernando cresca divirta-se seja feliz, o jogos fizeram seu papel na infancia de todos aqui e vão continuar fazendo na vida de muitos, então sem essa filosofia barata… os problemas a gente resolve com muito esforço e perseverança, então joge sem achar que as respostas para seus dilemas pessoais estão em jogo e no seu jogo preferido (sem desmerecer o valor que eles tem pra mim, para voce e todos as pessoas que jogam) e me repetindo seja feliz, o papel de um bom game nada mais é nos divertir refletir sobre seu proposito e conteudo pode sim ser uma experiencia muito legal mas filosofe menos bobagens, afinal nessa sua linha de raciocineo aquilo que voce joga forma seu carater então cuidado pois tem gente que adora chamar o mario de assassino de animais e que criaças que jogam GTA são aprendizes de ladrão…. Lembre-se a vida sem diversão faz do Fernando um bobão! rs

    é sóminha opinião ta caixistas! sem ofensas ok!

    • FernandoX 4 anos atrs

      discordo de você (claro que discordo né, senão não teria feito o vídeo =P)

      primeiramente é que normalmente (pelo menos pra mim) é o jogo que te dá a lição. não precisa sair procurando pêlo em ovo pra apontar o dedo. acho sim que os jogos tem um papel MUITO maior que apenas divertir. é uma maneira muito simplista de enxergar esta mídia.

      cinema, livros, teatro, seriados, todas estas mídias tem o poder de passar uma mensagem para seu telespectador e utilizam disto. limitar jogos a apenas te divertir pra mim é um enorme disperdício de potencial!

      E de maneira nenhuma passar uma mensagem significa tornar o jogo chato. Você se diverte do mesmo jeito. Me diverti seguindo a história e os dilemas de Catherine enquanto aprendia e refletia sobre relacionamentos.

      Então eu que te dou um conselho. Jogue pensando. Não limite os jogos a só te divertir. E claro, também não ache que a mensagem do jogo seja "pule na cabeça de tartaruga", pois né, tem que ter um mínimo de bom senso pra entender o que ele está te passando.

      e claro, como você mesmo disse, essa é a minha opinião =P

      • DelStormien 4 anos atrs

        Concordo contigo, nao precisa olhar muito longe para aprender com um jogo, é claro que alguns jogos apresentam isso de forma mais fácil que outros.

        Compare um modern warfare com Braid, jogos totalmente diferentes em sua proposta, me diverti MUITO com os 2, e mesmo MW não se preocupar em passar uma mensagem existencial e tal, e Braid merecer uma exposição no Louvre, são 2 jogos fantásticos.

  • Alguem faz um abaixo assinado pro Fernando tirar essa barba ae? Já é duro ver o Gamer Divã com o rosto dele, mas ai ele já tá de sacanagem.

    • Samurai 4 anos atrs

      é que você não encontra essa coisa pessoalmente… isso sim é aterrorizador

  • killer-hd 4 anos atrs

    Porra, eu quero uma caneca dessas como faz ?
    uma autografada é claro XD

    Sei não, problemas da vida real são chatos demais, esse Catherine é uma porcaria de jogo
    prefiro salvar o mundo mesmo, games realistas são um saco e problemas conjugais então
    minha nossa ninguem merece, ja pensou brigar com a namorada pra jogar um joguinho dae
    vc tem que resolver problemas com a sua namorada no jogo por exemplo ? a não né XD
    Abs

  • Rapaz, te falar que eu não sei se os games realmente conseguem te treinar para a vida, mesmo por que por mais que você treine a vida sempre vai arrumar um meio de te surpreender, é normal pakas a gente treinar um discurso ou coisa do tipo e no final quando realmente chega a hora de falar você não sabe o que fazer… Mas uma coisa é fato, os games te fazem MUITAS vezes parar para pensar no que você faria naquela situação, eu sinceramente jogo sempre com essa premissa, fazer o que eu faria se estivesse naquela situação, claro que muitas vezes eu me coloco no lugar do personagem totalmente e decido realmente o que eu faria não só se estivesse no lugar dele mas também se tivesse a índole dele e talz. Heavy Rain é outro jogo que assim como Catherine te faz pensar pakas e faz com que você realmente viva o dilema do jogo. Excelente o tema do Gamer Divã! Parabéns!

  • mathias 4 anos atrs

    Muito boa coluna kra, primeira vez que a vejo, mesmo acompanhando o site a algum tempo.
    Sobre o assunto, de fato é muito interessante ver games fazendo esse caminho "inverso" de trazer situações reais para um jogo, talvez esteja aí uma das muitas receitas para as pessoas (não gamers) deixarem de ter aquela visão de que video game traz somente abordagens infantis e que não passa de um brinquedo.

    PS.:
    ENQUETE : Para qual personalidade o Fernando está treinando para fazer um cosplay?
    1 – Wolverine
    2 – Dom Pedro

    =D abraço a todos!!!

    • FernandoX 4 anos atrs

      HAUHSUHAUAA
      Dom Pedro é foda xD

      Mas valeu pelo feedback! dá uma olhada nas outras edições da coluna pra ver se curte
      =)

  • luiz lima 4 anos atrs

    Grande Fernando, excelente discussão sobre o possível papel dos games! Parabéns!
    Pessoalmente, ainda ñ acredito q games, ou qqr aplicativo virtual consigam treinar para a vida. Acredito nos aplicativos p treinamento técnico, como p pilotar aeronave, onde parametros e atributos são não humanos.
    Alternativas, possibilidades, ações… tudo depende da sensibilidade dos programadores (ou da equipe, pq em um game desse, nada pode sair de uma única cabeça).
    Nas empresas os simuladores virtuais de cenários são como “games”. São aplicações técnicas onde as decisões podem ser tomadas para alcançar determinado objetivo, por exemplo, com menor custo.
    Para estas aplicaçoes acredito muito na utilização das ferramentas utilizadas nos games. É uma fusão q já acontece.

    A variável humana nos supreenderá sempre, espero!
    Mas tudo começa do início… quem sabe um dia…

    Mais uma vez parabens pela exposição do tema e pelo seu sucesso pessoal!
    Abraço

  • Confira nossos serviços guindaste