Olá galera!

Estava matutando muito sobre o tema dessa Gamics… confesso que quase não consegui ter ideia pra coluna. Até o Cutscene em que falaram de Darksiders 2.

Aí surgiu a ideia: que tal falar do cara que está por trás do design dos personagens de Darksiders (o 1 e o 2)? Poucas pessoas sabem que o character designer e diretor de arte dos dois jogos é um dos caras que “redefiniu” como se fazer comics nos anos 90, além de se tornar um dos grandes desenhistas da época, referência num gênero (hoje esquecido) chamado “america mangá”.

Hoje falarei um pouco da carreira e trabalhos envolvendo games de Joe Madureira.

Nascido em 03 de Dezembro de 1974, Joe Madureira entrou para o estrelato na Marvel Comics, ao desenhar as HQs do X-Men, mais especialmente A Era do Apocalipse (uma saga de um futuro pós apocalíptico, em que o vilão Apocalypse toma controle do mundo e os mutantes são a raça dominante). Com um traço bem diferente da época, Joe Mad (como também é conhecido) foi um dos precursssores da introdução a estética e linguagem mangá nos comics (mesmo que ainda muito longe do padrão japonês). É interessante mencionar que Roger Cruz (brasileiro que fez muito sucesso na época também) era explicitamente criticado e acusado de plágio pelo próprio Madureira (e sim, os desenhos dos dois eram muito parecidos).

Em 1997 saiu da editora para produzir material próprio, a HQ Battle Chasers, que exagerava ainda mais seu traço. Teve nove edições antes do cancelamento. Nessa época, Madureira, em minha humilde opinião, começou a mostrar seu interesse em games (seja pelo traço ou até mesmo pelo andamento de Battle Chasers). Um dos seus trabalhos mais recentes nos quadrinhos foi a “Seasson 3″ dos Supremos (The Ultimates, no original), além da nova versão de Marvel Team-Up com o Homem Aranha como protagonista.

Devido a mudança de direcionamento nos anos 2000, Joe Madureira foi um dos artistas que ficaram “esquecidos” no mercado, sendo relegado a títulos mais “massavéio”, em que a ação e beleza estética falava mais alto que o roteiro, a história em si. Diferentemente dos anos 90, o artista não tinha mais contrato de exclusividade com a Marvel, trabalhando como freelancer em outras editoras / estúdios. Um desses trabalhos foram capas e pequenas histórias de Street Fighter para o estúdio UDON (conhecido pelos gamers como a empresa que cuidou dos sprites e artes de Super Street Fighter 2 Turbo HD Remix).

Mas em 2007, aconteceu uma coisa muito legal: Mad criou (ou entrou para- desculpem, galera, não consegui ver certinho essa referência) a Virgil Games e lançaram Darksiders. Mas não sem antes trabalhar fazendo várias capas de revistas de games, em artes muito boas!

Não joguei o game (é…), porém todos tem uma opinião bem formada sobre a jogabilidade e pans. O foco aqui é no trabalho de Madureira: na pequena opinião deste que voz escreve casou perfeitamente com a ideia e contexto do game: apesar do protagonista quase não ter cabeça, acho que essa estética mais deformada (e bem exagerada) calhou muito bem com a temática.

E é isso aí galera! Espero os comentários de vocês: se conheceram trabalhos do cara e se gostam ou não do visual de Darksiders.

Até mais!

Escritor frustrado e viúva da Sega, acho que sou o único que gosta dos amigos do Sonic (até mesmo aquele gato estranho do Adventure 2).

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

7 Comentario(s)

  • Gosto do trabalho do Joe Madureira desdo seu inicio em X Men, e sempre o tive como meu desenhista favorito. Adorava seus traços, mesmo achando os persnagens mto corpulentos e com a cabeça mto pequena ( acabei puxando esse estilo pros meus desenhos tb).
    Fiquei afastado do mundo dos comics por mto tempo , mas quando soube de Darksiders, fiquei doido por ter contato novamente com o belo trabalho desse artista incrível, e nao me decepcionei. Mesmo com todas as limitaçoes do jogo, ainda consegue ter um visual lindo , e super faz bem pros olhos ver traços tao bonitos em uma tela de tv. Espero que Darksiders 2 seja mais bonito ainda que seu antecessor ,e q o Joe Madureira continue doando seu talento pra novos jogos

  • Ogro Himself 4 anos atrs

    Nao sou lá mto fã da arte do Madureira (nem do Roger Cruz) mas reconheço a importancia dele pras HQs

  • Felipe 4 anos atrs

    Bem legal a coluna,
    Um desenho que acho bem legal, apesar de simple é essa versão do FFVIII do Madureira http://4.bp.blogspot.com/-cVuTVgyQT-E/TzPbz7uLVNI

  • O cara realmente e muito bom! marcou uma época e agora está voltando pru segundo raud, Figtht!

  • Pois é, até desenhistas estilo anos 90 podem ser bem aproveitados, na mídia certa…