Décimo Gamics aqui no Fênix Down! Nem parce que foram tantos (eu só me liguei mesmo quando o Diego mudou a nomenclatura da coluna, heheheh). Para tal marca, pensei em fazer algo especial, diferente. Mas como meu trabalho por escala querido não me deixa fazer videocast ou um podcast, resolvi pegar um game que ninguém esperaria que eu falasse, e para ilustrar essa coluna, começo com o merchandising do game:

Acho que todos os que passam por aqui leram Turma da Mônica (e alguns de você ainda leem que eu sei). Os personagens criados por Mauricio de Sousa estão entre as criações brasileiras mais conhecidas do mundo, com produtos dos mais variados tipos: bonecos, animações e claro, games: a sempre polivalente (nos anos 90) Tec Toy, junto com a Mauricio de Sousa Produções produziu dois games para Master System e um para Mega Drive; neste Gamics “especial” irei falar dos três games.

Mônica no Castelo do Dragão

Lançado em 1991, o game mostra a luta de Mônica contra as hostes do Capitão Feio. A missão é dada a heroína por um mago, e só Mônica pode deter o vilão: armada com botas, escudos e vestidos, além de seu inseparável coelho Sansão, ela parte para uma aventura muito perigosa em que se falhar, será transformada em um monstro feito de sujeira. Só que ninguém lembrou de avisar aos desenvolvedores que o Capitão Feio deveria aparecer: tem o dragão do título, mas o grande vilão só aparece na tela título!

O jogo é feito com a base de Wonder Boy in Monster Land, sendo que todos os elementos de jogabilidade são os mesmo (por isso o Sansão é duro que nem uma espada). O jogo é extremamente difícil, sendo meio frustrante para as crianças que são o público alvo do game. Os antagonistas em nada lembram as minnions do Capitão Feio, na verdade são sprites reaproveitados do Wonder Boy.

Isso tira o mérito do game? Não, nem de longe.

E deem uma olhada nas artes do jogo: parece que o Wonder Boy foi desenhado pelo Maurício!

 Turma da Mônica em: O Resgate

Segundo jogo da turma lançado em 1993, O Resgate tem uma premissa mais interessante: vítima de uma magia do Dragão Cospe-Fogo (ou do Capitão Feio, a caixa e o game não se decidem), nossa heroína desaparece. Cabe então a seus amigos se unirem e encontrar a gordinha!

Os personagens são:

Cebolinha: armado com espada e escudo, o garoto que fala “elado” é adaptado do Piranha Man no jogo do Wonder Boy, e tem como habilidade única a capacidade de nadar.

Magali: a melhor amiga (e comilona) é adaptada do Lion Man (do Wonder Boy, não o tokusatsu) e é armada com rolo de massas e um arco, conferindo uma versatilidade maior para ataques.

Bidu: o mascote do Franjinha fica armado com um osso (lógico, né?) e pode subir paredes (não me pergunte por que). É adaptado do Rat Man no jogo original.

Anjinho:  baseado no Hawk Man, o anjinho é capaz de voar e tem um escudo e uma espada de fogo.

Chico Bento: o caipira é baseado no Lizard Man e vem armado com uma espingarda (hoje em dia isso seria impensável)!

Estranhamente Cascão não foi incluso como personagem jogável, sendo usado como lojista no game e tal qual seu antecessor, O Regate é bem difícil, mas pelo que pude perceber, as diferentes habilidades do amiguinhos da Mônica não deixam o jogo tão absurdamente difícil igual Mônica no Castelo do Dragão.

Turma da Monica na Terra dos Monstros

Lançado para Mega Drive em 1994, o game é mais uma vez uma modificação de Wonder Boy, dessa vez o Wonder Boy in Monster Land de Mega Drive (e nesse até o subtítulo foi copiado). Nessa aventura em 16 bits a história é o menos adaptada possível: Mônica e Cebolinha vão visitar seus amigos na terra da fantasia (HÃ?!) e descobre que a região está infestada de monstros. Aí ela resolve sair na porrada com eles (ou coelhadas, né?).

Tal qual os antecessores, o game segue a mesma premissa (talvez seja um pouco mais fácil devido as evoluções técnicas, mas… é?) e os gráficos, obviamente, são infinitamente melhores.

De toda forma, foi uma atitude louvável dos estúdios Mauricio de Sousa e principalmente a Tec Toy, que nos anos 90 também nos brindou com jogos do Pica Pau, Chapolin, Sapo Chulé… Mesmo que a qualidade não seja das maiores ou melhores, estes games (especialmente os da Mônica) serviram para mostrar o quanto esta marca (Mônica) se tornou algo tão grande, chegando ao ápice que é hoje, com seus Turma da Mônica Jovem e afins…

E fica uma pergunta: como seria um Date Game da Turma da Mônica Jovem?

É isso aí galera! Agora a Gamics está em novo dia (como se já não tivessem percebido), e com a iminência de lançamentos de filmes baseadas em quadrinhos (sim, Vingadores!) e teremos muito pano para manga nos próximos meses, então continuem aqui que prometo me esforçar mais ainda!

Escritor frustrado e viúva da Sega, acho que sou o único que gosta dos amigos do Sonic (até mesmo aquele gato estranho do Adventure 2).

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

19 Comentario(s)

  • Engraçado como nessa época as softhouses faziam questão de atrelar o grau de fodacidade dos games à capacidade de armazenamento dos cartuchos (no caso acima, parcos 250 KB). Bons Tempos… hehe

    • realmente huahuahuahu
      guerra dos bits, bons tempos! Quando saia um game que tinha bateria de save propria então…promessa de jogo gigante!

  • Monica na Terra os monstros no MegaDrive foi meu primeiro RPG! Eu devia ter entre 6 e 7 anos quando joguei. E consegui chegar até o final por que era tudo em português.
    Lembro ainda das combinações pra abrir as portas na primeira dungeon usando a flauta do Cebolinha BABABCB, ABCBCAB e ACCABAB. :-P

  • ogrokun 4 anos atrs

    Joguei mto monica e o castelo do dragao

  • Cara a Turma da Mônica podia ser uma grande franquia de jogos na mão certa, tem um universo expandido grande, além de várias referência a outras obras, porém o ânimo do Maurício de Souza deve ter meio que acabado com o tempo, mas ainda temos esperança. acho que este Wonder Boy deve ser o jogo que teve seu core mais copiado para outros jogos, e fui jogar ele e era realmente muito difícil.

    • Cara…. hoje em dia com Date Games e tal seria muito foda um game da Turma da Mônica Jovem, serião!

  • Berstarke 4 anos atrs

    Mééééu Deos! O do castelo do dragão era difícil BAGOS. Isso sem contar que era da época que não tinha save.

  • marcos melo 4 anos atrs

    "Cabe então a seus amigos se unirem e encontrar a gordinha"… Mônica vai te pegar!!
    Joguei daí só o primeiro título. Não terminei, claro, mas prometo fazê-lo depois desse post!

  • Grandmaster Meio 4 anos atrs

    Eu só consegui terminar o segundo jogo por causa de um truque/bug que descobri na doida: na fase da Magali, logo antes de entrar no castelo, fique matando o último inimigo até ele dropar uma armadura. Essa armadura te revive infinitamente, mesmo que você não tenha mais poções.

    E também, Duque Armadura > todos.

    Qual a minha comida favorita? Bauru.

  • pedrohenri 4 anos atrs

    Sempre li muitas revistas da turminha (se tivesse oportunidade ainda leria), mas joguei poucos games. Na minha infância eu fui mais pra fora de casa do que para a frente do video game, eu sou um gamer recente. hehe. Gostei bastante da coluna, bem nostálgica.

    Cara, vou ser um pouco babaca agora. Aquilo que você chamou de merchandising é na verdade anúncio de revista. Merchan é mais relacionado ao ponto de venda. hehe

  • Joguei muito estas versões pena que era so um skin sobre os personagens, nem me importaria se fosse a mesm engine mas podiam ter modificado mais, pra ficar bem com a cara da turma da monica…

  • Squallnathan 4 anos atrs

    Joguei tanto Monica no Castelo do Dragão que o chip do meu cartucho está gasto. XD
    Essa bagaça era tão difícil que só fui conseguir terminar depois de velho.

    Mônica o Resgate tb joguei bastante. De tanto morrer pro Capitão Feio, gravei o código pra jogar com o Anjinho até hoje: 1GGP L44 9LGN XH4. =(

  • Os jogos da Turma da Monica para o Master System eram dificeis pakas, mas eram excelentes, eu se possivel alugava todo fim de semana na esperança de terminar ele, e ainda não consegui completar essa missão.
    Os jogos da TecToy eram até que bem feitos viu, eu sinceramente gostava muito do Sapo Chulé SOS Lagoa Poluida que era um excelente shooter, bons tempos, bons tempos.

  • Rafaeltaira 4 anos atrs

    nossa vcs citarão quase todos os jogos só faltou sitar que saiu só pra zeebo. ma em fim acho q esse nem é tão importante.