E vamos para mais um Fênix News, o podcast de notícias mais randômicas da internet! Fernando e Kazz recebem os editores Pinico e Felipe para servirem de banheiro comentar nessa semana!

Começando sobre o jogo que tira o sono dos inocentes, acaba com relacionamentos e enriquece mais a Blizzard: Diablo 3! O que aconteceu nos primeiros dias de lançamentos? Porque a nota tão baixa dos usuários? E afinal, é ou não é um bom jogo?

Partindo para a notícia mais curta do mundo, três mestres pokémons foram presos por tentar roubar 400 dólares em pokémons da Wallmart! Equipe Rocket decolando na velocidade do camburão!

E finalizando com o FênixNews denúncia! Advogados da Bethesda ameaçam desenvolvedor de um app free de Skyrim para celular. Até onde vão os direitos legais? Publicidade ou aproveitamento? Afinal, o que se passa na cabeça deles?

E somente isso (além dos extras)!

Edição: Nicolas, Ricardo e Nathan

Trilha: Samuka

Agradecimentos ao Thiago Adamo pela vinheta de abertura

Feed do podcast: http://feeds.feedburner.com/fenixdownpodcast

Qualquer dúvida, sugestão, crítica ou elogio, envie para contato@fenixdown.com.br! E siga-nos no twitter : @fenix_down !

Links:

Fernando X de Megaman X! Não de pornografia ou de Xuxa!

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

64 Comentario(s)

  • samukalhes 4 anos atrs

    First…NOT!? kkkk

  • Mister_I 4 anos atrs

    só pra clarificar, os advogados são da bethesda ou da zenimax ?

    • FernandoX 4 anos atrs

      hum, boa pergunta!
      a noticia não deixou clara =\

      • Mister_I 4 anos atrs

        Por mais que eu odeie parecer fanboy, o historico deste tipo de ação é da zenimax.

  • Meh. Agora tira um média entre a nota dos usuarios e a nota dos críticos e vai ter a nota que o Diablo III merecia mesmo…

    • Heitor Polidoro 4 anos atrs

      Se considerar as notas dos usuários que não deram notas só por mimimi eu concordo. Porque dar 0 pra um jogo só porque a Blizzard superestimou seus servidores é o ápice do mimimizmo.

      Diablo 3 é awesome!

      • http://www.escapistmagazine.com/videos/view/jimqu

        Eles fizeram o DRM online parte do jogo, se o jogo não funciona por conta da DRM os usuários podem e devem reclamar se não outras empresas vão querer fazer igual.
        Nesse caso o mimimi é justificado e necessário, cara.

        • Heitor Polidoro 4 anos atrs

          Todo mundo já sabia dessa DRM, quem comprou sabia que teria que estar online para jogar mesmo no single player. Então a forma correta de protesto é não comprar e não dar nota 0 por conta dela.

          • Sério, você tá falando que todos os 2 milhões que fizeram preorder do jogo sabiam que não iam poder jogar no 1º dia? Eles não disseram isso no advertising. Acho que eles têm todo o direito de reclamar, Se a Blizzard exigiu que eles estivessem com a conexão pra jogar, eles podem cobrar o mesmo da Blizzard.

            E depois que você compra o jogo a única forma que você tem de mostrar sua vóz é o Metacritic.

          • Heitor Polidoro 4 anos atrs

            Primeiro que foram cerca de 6 milhões que adquiriram o jogo no 1o dia, segundo que esse grande problema do erro 37 foi só no primeiro dia. Eu só tive problemas no 1o dia. E sim, o Metacritic é a única voz depois de comprar o jogo. Mas reclame que a Blizz não está dando condições de jogar e não do DRM em si

          • Foram 2 milhões de preorders e por volta de 3 milhões até o fim do 1º dia, a marca de 6 milhões foi atingida no fim da semana. E o problema foi mais agudo no 1º dia, mas ainda existe lag nos servidores, etc.

            Ainda não invalida o ponto, foi como o Jim disse no vídeo que eu postei o link: alguns estão defendendo o DRM porque acham que falar mal do DRM é a mesma coisa que falar mal do jogo e não é (eu pessoalmente não gostei do jogo também, mas isso é outra história). O DRM é sim parte do jogo e deveria afetar a nota dele nas avaliações (afinal é um ponto negativo), mas isso não quer dizer que o jogo é ruim.
            Esse tipo de atitude, onde um consumidor defende uma prática que é totalmente "anti-consumerista" porque gosta do jogo, é justamente o motivo porque publishers como a EA e a Activision dão preferência a agradar as lojas dos EUA ao invés dos compradores, os compradores não reclamam, não boicotam e ainda desencorajam aqueles que o fazem.

  • Por assunto:
    – Diablo 3. Gente, eu achava que o jogo só se conectava para poder autenticar e permitir a jogatina, mas pelo visto ele vai além, agindo mesmo como um MMO onde o mundo e o comportamento dos inimigos são gerados no servidor. Tanto que vi muita gente reclamando de lag durante partidas single-player, onde os hits não atingem os inimigos, além do seus teleportes para outros cantos do cenário, quando o jogo consegue "ressincronizar". Só eu que acho isso problemático, ainda mais para o modo single player?

    – Pokèmon: who cares?

    – Bethesda: ahhh, os advogados, sempre eles. Primeiro foi aquela treta com o criador do Minecraft sobre o uso da palavra "Scrolls", depois foi aquele site com pôsteres "inspirados" em Fallout, e agora essa. Acho que os advogados nem analisaram do que se tratava o aplicativo e qual o seu propósito: viram lá que ele usava o nome "Skyrim" e não pensaram duas vezes, metendo processo de cara (nem mesmo rolou um Cease And Desist antes, já foi notificação judicial na lata, pelo que soube). Na boa, tá certo que para grandes empresas o jurídico é meio independente da mesma, sempre tentando fazer com que ela ganhe disputas de marca e afins. Mas CACETE, custa pesquisar um pouco antes de sair processando se a causa REALMENTE precisa ser levada à termo? O programa não faz uso dos mapas, nem dos ícones, só os nomes, para identificar o que fica onde, e se a pessoa está suando aquilo, é porque tem o jogo. A menos que eles tenham visto isso e pensando "hmm, boa ideia, vamos fazer igual e COBRAR para os jogadores poderem usar". Ridículo, mesmo assim

    • drnico 4 anos atrs

      sobre o pokémon, foi a falta de notícias

    • Ogro Himself 4 anos atrs

      - lag em single player é inadmissivel

      – eu jogo magic, sei o qto custa sustentar o vicio, entao consigo me simpatizar com os pobres rockets

      – lawyers will be lawyers

      • Po nem me fala, estava jogando e no meio da missão a net deu um pico e parou de responder por 5 segundos. Logo fui desconectado do jogo e tive que voltar grande parte do mapa que já tinha explorado. Fora que sendo o servidor norte americano é impossível jogar com um ping menor de 350. Minha internet é de 5mb e meu ping está geralmente em 400 e pouco. Isso me ocasiona em laggs, os bichos que parecem estar longe na verdade estão do meu lado. Entendo que foi a maneira que encontraram para evitar as pessoas que editam itens e levels com programas, mas mesmo assim é tenso de jogar as vezes

        • Heitor Polidoro 4 anos atrs

          Olha, não sei afirmar se a Blizzard não tem servidores no Brasil/América Latina, mas ontem eu estava jogando e o ping tava em torno de 200ms (NET 10Mb, São José dos Campos-SP)

    • Heitor Polidoro 4 anos atrs

      "Só eu que acho isso problemático, ainda mais para o modo single player?"
      Eu também acho, mas acho que os benefícios do multi-player integrado compensam. Muita gente diz que a Blizzard poderia ter feito como no Diablo 2, tem single player offline e o multi-player online, mas no D2 você tinha um personagem do single player e um na Battle.net, então se você quizesse jogar sozinho offline era com um personagem se quisesse no multi player era outro. Alguns pode dizer: "Ah! Mas tinha conexão por IP e o Open Battle.net" é verdade, nesses modos você poderia jogar online com o seu personagem do single-player, aliás, foi assim que meu druida, o Labramão, virou patriaca. Porém no modo de conexão por IP o jogo era gerado em uma das máquinas, que se desse pau, já era o jogo. (sem contar que tinha que configurar o roteador para redirecionar as portas da Blizzard para conseguir aceitar conexões) E o Open Battle.net só tinha personagens trapasseados, porque a Blizzard não conseguia controlar os cheaters. Então, nesse modo do D3 tem a vantagem de, se está na porta de um chefe, você pode chamar socorros. E não é a chatisse que era no Diablo 2 que você tinha que criar uma sala com um nome específico, e os coleguinhas conectarem. Agora um clica em "Começar" e ou outros só clicam no nome no canto da tela.

      Enfim, não estou dizendo que é uma excelente solução, mas no meu ver, os problemas de lag (que tive poucos até agora) compensam. ;)

  • Ahh, sim, em tempo: Fernando e seus neologismos. "Infringimento"?? Bom, tá no mesmo nível do "indocrinação" :D

  • drnico 4 anos atrs

    <img src="http://youpix.com.br/wp-content/uploads/2010/09/haters12.jpg"&gt;

    Fãs de Chrono Trigger, WoW, Pokémon TCG, CoD, Jogos da bethesda e de God of War: COME AT ME BRO

  • F4bioZero 4 anos atrs

    vou esperar o Diablo 3 sair para console. se um dia sair hahahah

  • Por favor, parem de dar dorgas para o Fernando, ou usem ele como moeda de troca com outros podcast!

  • Urameshi 4 anos atrs

    400 doletas PQP

    Eu cago em cima de Pokébicha, odeio essa franquia.

  • Rafaeltaira 4 anos atrs

    ainda bem que não gosto mais de Diablo. Pow veio se fosse eu vendia essa camiseta só por 100 reais.
    Por mim todo fenix news poderia ser desse tamanho ou no máximo 1 hora. Isso só porque nem ligo tanto pra podcast de notícia.

    • Rafaeltaira 4 anos atrs

      To na expectativa do novo counter strike. o Global Offensive,mas não sei se vou jogar em casa se pa jogarei quando chegar nas lans da minha cidade.

    • Como não é um cast semanal tem que ser um pouco maior para poder tratar de vários assuntos. A maioria dos podcasts no Brasil são sobre temas aleatórios sobre jogos. Podcast de notícia de games é algo diferencial do fenixdown. Eu curto muito essa iniciativa e espero que seu pedido não seja atendido

    • drnico 4 anos atrs

      Cara, normalmente o cast é maior quando tem notícias interessantes, que é essa semana foi fraquinha pro mundo dos games

      • Heitor Polidoro 4 anos atrs

        Fraca em questão de números né? Porque chamar o lançamento de Max Payne 3 (que nem me interessa muito) e Diablo 3 de "semana fraquinha pro mundo dos games" é sacanagem

        • drnico 4 anos atrs

          É que Diablo já foi tão comentando por todas as pessoas do universo que eu acho que seria até redundante falar sobre ele. Já Max Payne eu nunca joguei nada da série porquê estava trancado no quarto omendo cheetos e jogando Diablo 2 e Warcraft 3 na época

          • Heitor Polidoro 4 anos atrs

            hahahahaha. Concordo que fui muito falado. Mas vou repetir o que eu disse no fórum do GotR. Se o Fênix News não falasse de Diablo, teria dezenas de pessoas reclamando.

    • FernandoX 4 anos atrs

      esse foi curto mesmo, mas é até bom pra demorar menos na gravacao xD

  • Esse mundo secreto do unicórnio só faltou tocar a música do ponei maldito. ahahaha

  • BTW, do jeito que escreveram ali na notícia (garotos roubam $400 "de" pokémon), parece que os garotos assaltaram um bulbasauro ou coisa assim.

  • Mister_I 4 anos atrs

    O que eu mais gosto em diablo 3 é que ele não tenta esconder que é uma repetição do caraleo… ele só é tão bem polido, que vc não se encomoda. Se não fosse os erros, apesar de eu ter problemas para conectar somente uma vez, e lags quando jogando sozinho são raros, ele estaria para os Dungeon Crawlers como WoW tá para os MMOs.

    • ah cara sinceramente, pelo tempo que eles demoraram para lançar o jogo esse polimento deveria ser bem melhor. Não que eu esteja reclamando. Mas o tempo de desenvolvimento do jogo foi muito grande para o que foi apresentado

      • Na verdade, por causa de problemas de staff, o tempo de desenvolvimento do Diablo III foi de "apenas" 4 anos (o que, ainda assim é um tempo bem considerável). O mais irônico é que esse não é o mesmo time que fez o 1 e o 2, é uma equipe totalmente nova e alguns nomes da equipe antiga trabalham na série Torchlight.

      • Heitor Polidoro 4 anos atrs

        Mas o que você queria que ficasse mais polido?

    • Eles nem tinham muita alternativa é um título "triple A" em 2012 em que você ainda tem visão isométrica e interface em point-n'-click. Eles iam ter que polir isso mais que a poha do carro do Jay-Z pra fazer ficar relevante!

  • Poxa, preciso fazer uma reforma radical nessa carrocinha que chamo de computador para poder jogar Diablo III. Um dia vai acontecer, espero.

    Sobre o negócio do App de Skyrim, o grande problema é que o detentor dos direitos de propriedade intelectual tem o dever de presar por eles. Falando de forma simples, infrações contra esses direitos que não seja combatidas, podem abrir precedentes e resultar, em último caso, em sua perda. Claro que um aplicativo bobinho não vai causar algo assim, mas existem motivos para esse protecionismo.

    • drnico 4 anos atrs

      Mas proteger uma marca de render mais?

      • Proteger da abertura de possíveis precedentes para a utilização da marca por terceiros sem uma autorização prévia. Um Aplicativo bobinho desses não vai realmente causar algo assim, e eles poderiam ter uma abordagem diferente, mas o que fizeram não está errado. Acho que não tem porque vilanizar assim um protocolo tão comum.

  • inominavel 4 anos atrs

    Assim como o Fernando X (não galera,não ando comendo ele não), eu também estou impossibilitado de jogar Diablo 3, fim de semestre na faculdade… sabe como é….. então depois que terminar esse periodo e começar as férias, irei curtir muito elas jogando Diablo 3 tranquilamente.

    Pokemon…. tem louco para tudo mesmo nesse mundo,

    App Skyrin, concordo com o que foi dito, acho que processar o cara que fez o App, reverteu a BOA propaganda que ela rendeu ao jogo e deu uma PÉSSIMA propagando para a empresa agora…

  • Heitor Polidoro 4 anos atrs

    Sobre a conexão permanente de Diablo III:
    Vou repetir aqui o que respondi pro Marcio:
    "Muita gente diz que a Blizzard poderia ter feito como no Diablo 2, tem single player offline e o multi-player online, mas no D2 você tinha um personagem do single player e um na Battle.net, então se você quizesse jogar sozinho offline era com um personagem se quisesse no multi player era outro. Alguns pode dizer: "Ah! Mas tinha conexão por IP e o Open Battle.net" é verdade, nesses modos você poderia jogar online com o seu personagem do single-player, aliás, foi assim que meu druida, o Labramão, virou patriaca. Porém no modo de conexão por IP o jogo era gerado em uma das máquinas, que se desse pau, já era o jogo. (sem contar que tinha que configurar o roteador para redirecionar as portas da Blizzard para conseguir aceitar conexões) E o Open Battle.net só tinha personagens trapasseados, porque a Blizzard não conseguia controlar os cheaters. Então, nesse modo do D3 tem a vantagem de, se está na porta de um chefe, você pode chamar socorros. E não é a chatisse que era no Diablo 2 que você tinha que criar uma sala com um nome específico, e os coleguinhas conectarem. Agora um clica em "Começar" e ou outros só clicam no nome no canto da tela.

    Enfim, não estou dizendo que é uma excelente solução, mas no meu ver, os problemas de lag (que tive poucos até agora) compensam. ;)"

    Sobre a liberdade de skills, cada vez que comento em algum lugar ou converço sobre eu gosto mais desse novo método. Você de certa forma perde um pouco da personalização, mas tem como personalizar sim, principalmente com as gemas (que são 4 uma pra cada atributo). E tem a grande vantagem citada é que você não precisa refazer o personagem caso tenha errado ou não gostado de uma skill.

    Sobre a proibição do aplicativo: babaquice mercenárica.

    Ótimo cast

    • Ogro Himself 4 anos atrs

      lag é um problema menor até o server lagar e tu perder teu personagem do HARDCORE

      • Por isso que tem muita gente evitando jogar no Hardcore, para não perder personagem à toa por conta de lag do servidor que te teleporta de volta para o meio do MOB, ignorando seu backflip (escutei isso no cast do Kotaku, hoje) :)

      • Heitor Polidoro 4 anos atrs

        Fato, já quase morri por conta de lag.

  • renato 4 anos atrs

    Walmart é com um "L" só.
    =D