<Fênixcast é o antigo nome do podcast Sidequest!>

Chegamos a mais um Fênixcast, o podcast do site Fênix Down!

Nesse podcast Diego, Fernando X, Kazz, Ogro Himself e Pablo Prime discutem um dos elementos mais importantes de um game: o fator imersão! Você sempre se sente imerso quando está jogando? Que games fazem isso bem? Portáteis podem te fazer se sentir dentro daquele mundo? Sensores de movimento te convencem que você está vivenciando o jogo? E o 3D? Quais as expectativas de cada um sobre o que deve ser feito para que esse fator melhore cada vez mais!

Ouça já e não deixe de comentar!

Edição: Ricardo, Nathan, F4biohZero e Marcos Henrique

Trilha e edição final: Samuka

Feed do podcast: http://feeds.feedburner.com/fenixdownpodcast

Qualquer dúvida, sugestão, crítica ou elogio, envie para contato@fenixdown.com.br! E siga-nos no twitter : @fenix_down !

Links:

Pior host do mundo, criou o Fênix Down para continuar falando de games. Mas sua mania compulsiva acabou criando mais colunas do que ele aguenta.

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

50 Comentario(s)

  • Gabriel: O Peruano 4 anos atrs

    Primeiro!!?

    aee.. Priiiiiiimeeeeeee no cast!

  • Danlost 4 anos atrs

    Não se esqueçam do Ogro galera, ele tbm esta no cast! ;D

  • Baixando aqui, deixo um comentário depois. Mas o tema é promissor e ainda não vi uma discussão sobre este.

  • fabidawson 4 anos atrs

    Baixando depois comento…mas tema muito bom tem tudo para ser um excelente podcast

  • Mamilos!!! Eu acho que era esse é que deveria ser o subject do meu e-mail! RSRSRS

    Concordo com o que vocês disseram, os jogos são um meio para o entretenimento muito bom e que felizmente estão se difundindo no nossa sociedade.

    Mas nós só sabemos diso, pois vivemos isso.

    P.S.: UNIVALE = Universidade do Vale Do Rio Doce. É uma universidade da Fundação Percival Farquhar. E não, eu não estudo lá.

  • Olha fica aqui meu comentário. Acho que uma técnica que usam para tornar um jogo imersivo é o sistema de recompensas. Quanto mais recompensas vc ganha, mais vc se foca no jogo para conseguir mais premiações. Para mim é um grande fator imersivo. A imersão pode vir da história ou da dificuldade de um jogo que pode te fazer jogar com mais cautela e concentração.
    Sobre o 3D eu não acredito que ajude, joguei GT5 em 3D e não consegui terminar uma corrida. Não sei se é só comigo, mas aquela coisa que as pessoas falam de não conseguirem ler a legenda e prestar atenção no filme aconteceu comigo no jogo. A paisagem me distraia, o fundo do painel tb. Logo não conseguia me focar na pista direito. Algumas coisas ficam desfocadas na minha visão. O 3d não foi uma boa experiência para mim

    • Ogro Himself 4 anos atrs

      tu ja tirou carteira de motorista? toma cuidado, tambem tem paisagem na rua!

      • Flatland.

        Alguem se lembra de uma notícia muito antiga de quem jogava MoH tinha uma visão melhor? Então, @Schuaba nunca jogou MoH.

  • Imersão pra mim é mundinho.

    Skyrim, Witcher, GTA IV, Dirt 3. Tiveram um fator de imersão enorme quando eu joguei, tanto que o meu volante tem problemas pra virar pra esquerda por causa de uma curva do Dirt 3 que me deixou maluco.

    Eu acho que são alguns jogos que tem essa característica intrinseca ao seu aproveitamento, pois se você não gostar daquele conceito utilizado no desenvolvimento do jogo (história, jogabilidade) a imersão nunca será completa (girar o controle para fazer a curva).

    Eu adoro Dead Space I e II, mas alguns amigos nunca jogaram a noite, ou sozinho, pois o medo causado pela imersão é tão grande que o cagaço é maior que a vontade de jogar.

    Ai eu pergunto: O sentimento de medo em jogos é imersão?

    • Ogro Himself 4 anos atrs

      é sim, e é por isso que o Diego frisou e todos concordamos na hora: o genero que mais proporciona imersão é o Survival Horror

    • Em Skyrim, o que eu acho mais imersivo é ver os Dragões voando na distância, npcs conversando entre si, as raposas e lebres passando pelo caminho… enfim, tudo que faz parecer que o mundo existe por si só, não para a minha diversão pessoal.

      Tendo dito isso, não considero imersão = bom jogo. Em Half-life 2, a sequencia linear de puzzles me lembra constantemente que eu estou num jogo meticulosamente construído. E mesmo assim é um ótimo jogo.

      • Ogro Himself 4 anos atrs

        Half life 2 é imersivo tb ggabatista

        Como eu disse no cast: tu pode ser fisgado pela ambientação OU pela jogabilidade.

        Nao tem NADA em Tetris que indique algum sinal de ambientação ou enredo … mas o jogo te prende por horas mesmo assim!

  • O bom do Survival Horor é o medo do desconhecido. A música Fear of the Dark do Iron Maiden exemplifica muito bem o que digo.

  • Rafael Junio 4 anos atrs

    Antes de escutar, vou comentar sobre o tema,

    Imersão pra mim não é eu me sentir o personagem, mas pode ser também eu sentir a suas dores e etc..
    O mais imersivo pra mim é o Metal Gear, o 3 e o 4 principalmente, mesmo não jogando nas cenas eu quase morria quando acontecia algo bizarro e tals…. pra não dar spoiler.
    Tem também o PRIMEIRO Call of duty, aquele de segunda guerra mundial, quando eu estava em stalingrado, eu me lembro que eu realmente gritava pela mãe Rússia como se fosse um soldado, e eu morreria por ela.

    Alguns jogos também tem aquela parte em especial que você fica tão puto que você realmente tem raiva de um personagem de um video game (Final fantasy VII por exemplo, Aeris ): eu fiquei tão puto, tão triste por ter perdido minha white mage…. queria destruir o sephiroth e acreditava que ela ia voltar a qualquer momento… outro também o FF6, acho que é o único de gráfico mais simples que me deixou com muita vontade de ajudar meus "amigos" a matar o amado e odiado psicopata kefka.)

    Mas realmente os survival horror tem lá o seu lugar, não curto muito o estilo mas Alan Wake me deixou feliz pelo fato deu estar com medo de tomar um susto ….

    De qualquer forma, ouvirei nesse final de semana. Até lá.

    • Cara se imersão pra você também é sentir dor, veja o episódio de The Gadjet Show que eles criam um simulador para o MW2 e colocam um cara do MI6 pra testar a parada, foi simplesmente incrível.

  • Na minha opinião, o que mais contribui para a imersão de um jogo é, obviamente, o próprio jogador e como ele interpreta e se dedica psicologicamente aquele determinado jogo.
    Gráficos, áudio, sistema contribuem? Sim. Mas não ao ponto de não sentir imersão em jogos de portáteis, pois pode-se ter uma boa imersão independente do tipo de plataforma (PC em um monitor pequeno e usando um fone de ouvido simples ou um console ligado a uma tela gigante com home theater ou simplesmente na telinha do portátil).

    Sem dúvida, vai de cada um.
    Assim como um jogador irá jogar algum jogo (Ex: Red Dead Redemption, Heavy Rain etc) de uma forma completamente do outro. Você é do tipo que se coloca na pele do personagem? Ou está apenas completando os objetivos rapidamente sem se importar muito do porque, afim de ir logo para aquela parte de ação/tiro/luta?

    Sem contar que o conhecimento de inglês é um fator influenciador em nós Brasileiros. Muitos sentem a imersão como o enredo sendo a principal base do jogo.

  • Bem interessante o papo. Esse formato de temas que geram discussão é mesmo bom.

    Sobre o futuro do controle de movimentos, estamos começando a ter coisas interessantes. Outro dia anunciaram uma tecnologia centenas de vezes mais precisa que o Kinect (e muito mais barata também). Fiquei bastante impressionado.
    Tem um vídeo em: http://www.gizmodo.com.br/sera-este-o-melhor-sist

  • kaciodesigner 4 anos atrs

    Muito bacana o Cast, e o trabalho de vcs está excelente…. Gostaria de saber onde consigo baixar essa versão de m temas de final fantasy VII que vcs colocaram no final do Cast. Um abraço a todos e parabéns.

  • Alderic 4 anos atrs

    Muito bom esse cast, ficou excelente!

    Para mim há algumas coisas que são essenciais em um jogo de estratégia que se proponha a ser histórico possa ter alguma imersão:

    Uma é ter um sistema de moral e psicologia, onde unidades ou soldados podem entrar em pânico e fugir, melhor ainda se o pânico poder se alastrar, como na série Total War – a razão disso é que historicamente raramente batalhas terminavam em aniquilação total, mas quando um dos lados fugia ou entrava em pânico (fora que o efeito em jogo, de ver as unidades inimigas fugindo em massa é legal), tanto que hoje em dia não curto mais rts ou outros que não tenham esse sistema.

    A segunda é som, se hoveram unidades elas precisam fazer o som adequado (mesmo que não totalmente realista) ao marcharem, gritarem ect… esse foi uma das coisas que o King´s Arthur the Wargame roleplay (um jogo ala Total War) falhou – as unidades pesadamente armadas não faziam um som adequado ao seu volume de armadura. Já o Shogun 2 (e o Napoleon) acertavam pois mesmo os sons as vezes não sendo uma maravilha, havia pequenos detalhes como ouvir dialogos soltos feitos pelos soldados dentro das unidades falando, por exemplo, do tempo.

    Animações: O uso de motion-capture mais a idéia de uma unidade sendo realmente composta por vários soldados faz uma diferença imensa. Outra coisa que me fez cansar de alguns rts e outros onde unidade de uma só figura ficam dando golpes no ar ou nem trocam de arma (tipo dando flechada a 1cm do inimigo)

  • ricardo 4 anos atrs

    Opa! Eu sou o Ricardo Vírgula. Não sou tão velho assim, só tenho 26, e o link pro post citado é esse:
    http://domo.gd/2011/07/06/casualidade/

    • ricardo 4 anos atrs

      E esqueci de falar: eu entendi que vocês consideravam a maior parte dos jogos 16bits pra baixo casuais. Faia minha!! Mals ae!

      Abraços!

  • Lippo 4 anos atrs

    tinha parado e ouvir o cast bem no começo por causa desse player todo bugado, e ele continua assim. Tem como mudar pra outro não? =/

  • Schiavini 4 anos atrs

    Ótimo podcast, um tema realmente interessante, e que mostra que tem muito caminho pela frente até existir o "videogame" ideal.

    Único pedido pra vocês (mais como um favor) é que postem o nome das músicas usadas nesse e em outras edições dos seus podcasts, vocês usam músicas realmente fantásticas e tenho vontade de ouví-las diariamente!

    • Fala Schiavini
      esse é um trabalho feito pelo Samuka
      o grande problema é que as vezes a trilha é feita de madrugada e na pressa, como foi o caso desse último o que acaba já se tornando um "trabalho extra" para o editor e depende mais da boa vontade e tempo dele
      mas acredito que você pedindo o tempo exato de algumas musicas ele certamente tentará ajuda-lo com o nome da música utilizada =)

      • samukalhes 4 anos atrs

        O que tu acha, mando a lista das músicas pra por nos posts ou não?!?!?! kkkk

    • samukalhes 4 anos atrs

      Cara, como o Diego comentou, caso queira saber o nome de alguma música de casts passados, e que eu tenha trilhado, só falar, tenho todos os projetos ainda, fica bem fácil de conseguir o nome, ou até algum link pro 'iutubiu'…

      Como acho que tu és o 2º ou 3º a fazer tal questionamento, o que particularmente me deixa feliz ao ver que vocês estão curtindo as trilhas, qndo finalizar a edição, mando pra quem for postar, Diego ou Fernando, a lista das músicas, assim ficam todos felizes… ou não….. eu acho..kkk

      Ahhhh.. menos do tema dos extras.. essa é segredo.. duvido que alguém descubra..kkk

  • pedrowoyames 4 anos atrs

    Eu defendo que existem dois tipos de imersão: Imersão na história, quando acontece tipo heavy rain que eu não hesitei em cortar o dedo pra salvar meu filho, mas não consegui matar o cara depois de ver a foto da família dele e pensar que eu n poderia tirar o pai de um filho pra recuperar o meu; e a imersão de jogabilidade, que é o que acontece com Mário e outros jogos que eu sempre acabo mexendo o controle junto com a movimentação sem nem perceber. Os dois tipos são muito bons e tem como pré-requisito jogos igualmente bons pra conseguirem acontecer. Pelo menos eu n conseguiria entrar no mundinho em um jogo ruim… Se bem que n consigo entrar no mundinho com GTA…

    Acho que o maior indicador de imersão é quando vc começa a falar sozinho com o jogo! Começou a fazer isso, vc está perdido do resto do mundo pelas próximas horas xD

  • Ednaldo 4 anos atrs

    É muito bom quando você consegue ou na verdade quando o jogo consegue te imergir na história. Aconteceu isso comigo em Heavy Rain, Onimusha 3, Onimusha Warlords, Resident Evil, agora tem games que não tem esse fator imersão. O legal é quando você começa a se lembrar do jogo durante o dia ou até mesmo na cama antes de dormir, adoro games que tem isso como ponto forte.

  • Heitor Polidoro 4 anos atrs

    Me irritava em Skyrim também, eu estava no segundo andar, sozinho, pegava uma coisa em cima da mesa e o policial me parava e se eu fosse preso sabia o que eu roubei…

    No coop acho que pode ajudar tanto quanto atrapalhar, esses dias estava jogando DIABLO com uns amigos, e conversando sobre estratégias de como matar os bichos no DIABLO, cada um fazendo uma coisa acabava aumentando a imersão. Bom, eu pelo menos me sentia dentro do mundo de DIABLO… =P

    Abraços

  • Matheus 4 anos atrs

    Quando eu ouvi vocês dizendo que não tem imersão em MMO, a primeira coisa que eu pensei foi: to fazendo isso errado. Não vario muito os gêneros, mas eu costumo ficar absurdamente imerso em MMO. Realmente, assim que você para pra ler o chat, parece que você estava dentro de um sonho do Inception e te deram um chute pra te derrubar e te acordar, mas pelo menos eu, enquanto faço quests, fico bastante imerso. Algo que eu estou fazendo agora no WoW é jogar em um servidor de Roleplaying, que é bom porque, mesmo sem eu interpretar meu personagem, pelo menos os players de lá não costumam encher o saco. De qualquer forma, se muitos estiverem te irritando, sempre tem o amigo "botão de ignore".
    Ps: eu costumo desviar dos tiros em FPS, principalmente quando estou de sniper, mas já parei para prestar atenção enquanto jogo e as vezes eu desvio até das magias que jogam no meu personagem durante o PvP no WoW.

  • Eugênio Paccelli 4 anos atrs

    Ah, a tensão de heavy rain. Mas a maior imersão mesmo é jogar resident 1 quando se tem umas poucas balas e ainda menos healthy (se levar uma porrada fude…).

  • Rodrigo Gato 4 anos atrs

    Caraca, esse protótipo de imersão que o ogro citou no final é irado. Se isso fosse implementado seria um fator FODA de imersão!

  • Wow, marvelous blog layout! How long have you been blogging for? you make blogging look easy. The overall look of your web site is wonderful, let alone the content!. Thanks For Your article about Sidequest .

  • sergio 3 anos atrs

    ouvindo todos os casts. conheci vocês a pouco tempo, mas já fiquei viciado. =]