Olá pessoal e bem-vindos a mais um FênixNews! Nessa semana Fernando e Diego recebem Márcio (DrinknPlay) e Heriberto (Café com Games) para mais discussões (com interrupções de Ilapso BaixoFrenteSoco)!

Semana pós-e3 e temos mais novidades sobre o SmartGlass da Microsoft! Como funciona? Quantos aplicativos vamos ter que baixar? E afinal, para que serve?

Também mais notícias sobre o sistema online do WiiU. Afinal, será que a Nintendo irá finalmente alcançar suas rivais no ambiente online?

Finalizando com a grande polêmica do novo Tomb Raider, a tentativa de abuso sexual contra Lara Croft. Necessário? Desnecessário? O que isso contribui ou não contribui para o personagem? Até onde os games devem ou não devem explorar?

Ouçam e comentem!

Edição: Felipe, Ricardo, Diego e Edes

Trilha: Samuka

Agradecimentos ao Thiago Adamo pela vinheta de abertura

Feed do podcast: http://feeds.feedburner.com/fenixdownpodcast

Qualquer dúvida, sugestão, crítica ou elogio, envie para contato@fenixdown.com.br! E siga-nos no twitter : @fenix_down !

Links:

Fernando X de Megaman X! Não de pornografia ou de Xuxa!

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

57 Comentario(s)

  • samukalhes 4 anos atrs

    Hj deu preguiça de catar os nomes das músicas.. háááá
    Se alguém quiser, grita ae que eu passo :D

    • FernandoX 4 anos atrs

      AAAAAAAAAAAAHHHHHHHH

      brinks
      ashuashas

      • samukalhes 4 anos atrs

        Te passo a vara podcaster baitola…

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        ;)

    • Teve trilha de Código DaVinci ali no final da discussão sobre o Tomb Raider, isso eu sei dizer :)

      • samukalhes 4 anos atrs

        Cara, na vdd as músicas desta parte do cast foram todas de Tomb Raider Underworld… se não me engano…

        • ERA? Cara, podia jurar que era a "Chevaliers De Sangreal", enquanto ouvia. É aquela que toca enquanto o Tom Hanks vai seguindo a Rose Line até ajoelhar sobre o túmulo da Madalena, no final, basicamente a música principal do filme.
          Mas agora, ouvindo de novo e comparando com a trilha, realmente, parece, mas não é :)

          • samukalhes 4 anos atrs

            Cara, te dizer que não lembro dessa música do código da vinci…
            Mas com certeza as que rolaram enquanto nego debatia sobre tomb raider eram todas da série.. e se duvidar todas do underworld… ou algo do tipo..
            Se quiser algum nome em específico, pasa o tempo aproximado em que ela está rolando que eu cato aqui no projeto..kkk ;)

    • felpemarins 4 anos atrs

      Ajudar vc Samuka, a primeira é do Top Gear ahhauhauhahua

      • samukalhes 4 anos atrs

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
        Certeza né?!
        Essa não tem como errar..kkkkkkkkkkkkk

  • A E3 não sai de pauta, hein? XD

  • Gente, ou foi tudo combinado para ter uma discussão ou o Diego realmente surtou legal. Então é ok o seu personagem correr o risco de MORRER, ser DESTROÇADO, EXPLODIDO, ESPANCADO, PERFURADO POR BALAS, o que for, em qualquer jogo. Mas o RISCO, a MENÇÃO da POSSIBILIDADE de que TALVEZ uma personagem feminina POSSA VIR A SER ESTUPRADA se for capturada pela gangue dos vilões já é demais? Cara, como pode isso? Não é tudo violência, que você está tentando evitar? Além do mais, o que ficou entendido para mim é que não mostrariam uma cena de estupro per se no jogo, no caso de um game over, e sim que fique subentendido que isso TALVEZ possa ter acontecido.

    • Surtei legal! Questao de opinião…n gosto do assunto e tenho uma conhecida q ja passou por isso e isso mexe comigo… Mas como disse questao de opinião =]

      • Entendo a sua posição e concordo totalmente com ela, tenho uma conhecida que já passou por isso e é fã de Tomb Raider, imagine o quão complicado seria pra ela ver isso em um jogo…..

        • e esse ponto foi abordado no cast como um lado positivo, já q isso é um "exemplo"…
          eu não sei pq nunca passei por isso, mas a pessoa que eu conheço não quer relembrar esse assunto mesmo sendo em um videogame…

          mas volto a dizer, eu vejo de fora, não acho q minha opinião deve ser levada em consideração nesse aspecto…

        • FernandoX 4 anos atrs

          e vc acha que ela ver isso em um jogo e lutar contra não seria um meio dela se sentir melhor? entender mais as motivações e transformações do personagem?
          ainda acho válido, pois seguindo esse raciocínio, não se pode ter personagem atropelando outro de carro se alguém sofreu acidente de carro, não funciona

          • Eu quis evitar essa comparação, que é totalmente uma outra situação, mas eu já tive armas apontadas na minha direção, duas vezes, a segunda à 4 dedos de distância da minha testa. Não sinto tranquilidade nenhuma em estar próximo à um policial ou segurança que estejam visivelmente portando e/ou carregando armas e sempre procuro me afastar dos mesmos o máximo que posso. Mas nem por isso eu criei trauma por conta dos jogos de tiro. Sim, eu sei que a comparação são de situações totalmente diferentes, mas só a fiz para ilustrar mesmo uma situação real, pela qual passei

          • consigo entender a possibilidade do trauma e como as emoções podem voltar ao confrontar alguma situação parecida ou que remete ao que passou, mas sempre acreditei que enfrentar seus problemas é bem melhor do que tentar esquecer

    • FernandoX 4 anos atrs

      cada um tem o direito a opinião, claro! assim como ele n concordou com a minha eu não concordei com a dele. só não achei tão válida a justificativa, mas ai é de cada um xP

      • sim, do mesmo modo que eu não achei a sua boa tb. Não é pq existe que tem, q ser abordado… muito menos se tiver um contexto pode ser aceitável…

        Parafraseio o twitter do Pablo que concorda comigo quando se trata desse ponto:

        "Não existe contexto para estupro parecer algo menos agressivo. Não deve ter."
        https://twitter.com/pabloprime/status/21326996238

        • Eduardo Silva 4 anos atrs

          Concordo totalmente com você Diego e com a frase do Pablo também.
          Não é porque isso existe que deve ser tratado num jogo. E de modo algum, com o contexto que for, isso deveria ser aceitável.
          Também conheço quem tenha passado por isso e acredito que a possibilidade de fazer as pessoas reviverem esse tipo de violência não seja produtiva, muito menos imersiva.
          Afinal de contas, quando se fala de sobrevivência, nós imaginamos ter que arranjar comida, abrigo, remédios… não escapar de um estupro.

  • Vaginalover 4 anos atrs

    A respeito de lara croft eu digo: Mata, mas não estupra ( Cttrl + c, Ctrl + V, By Maluf )

    • Vaginalover 4 anos atrs

      Que raiva, nos 45 do segundo (extras) soltaram a frase do maluf….rssssssss

  • Calígula 4 anos atrs

    Ficou bem engraçaralho esse cast hahaha parabéns pro pessoal da edição. E Mario Galaxy 2 > Mario Galaxy 1> Skyward Sword. Melhor jogo do Wii. [/fanboy]

  • Sobre Tomb Raider: Sou totalmente contra, acho que uma tentativa de estupro não deixaria o jogo mais imersivo, não me divertiria sabendo que, a qualquer momento, meu personagem poderia ser estuprado ao receber um game over e não tenho interesse em saber como é o sofrimento de uma mulher que sofreu com isso.
    Na minha opinião, acho isso desnecessário e prejudicial para o jogo.

    • os desenvolvedores tb… a critica foi tão negativa sobre o assunto que eles voltaram atrás.
      Tem q ter culhões pra fazer esse tipo de coisa mesmo, mas como foi muito bem dito em uma roda de conversa, esse ano é o ano do mimimi, ninguem aceita mais q façam nada envolvendo alguns games q o pessoal chora… é final de mass effect, tomb raider…. as midias sociais viraram um termômetro para as empresas verem o q pode ou não dar certo e eles estão testando até extremos…

    • FernandoX 4 anos atrs

      como disse, eu concordo com a iniciativa. além de expandir o limite da abordagem dos games, isso serve pra conscientizar o pessoal. de maneira nenhuma abuso sexual seria abordado como uma coisa boa ou divertida, muito pelo contrário. seria um exemplo de como é ruim e de que temos que lutar contra
      não acho desnecessário e muito menos prejudicial. o próprio heavy rain com a cena de você, um pai de família, tendo que amputar um membro pelo seu filho é outra coisa forte e incomodativa, mas que cabe perfeitamente no jogo e aborda um assunto que te faz refletir e preparar-se na vida
      uma pena eles terem voltado atrás em um passo tão importante contra o tabu e para exploração de mais assuntos nos jogos. quem perde somos nós

  • Ainda acho que grande parte do público está sendo muito conservador… na novela das 8 pode mulher pelada, agora no jogo não pode ter nem menção a violência sexual… a classificação etária já diz tudo, "Para Adultos". É engraçado que virou padrão cabeças e membros explodirem em quantidades homéricas de sangue e tripas voando mas qqer menção à sexo ou à violência sexual gera ojeriza.

    • FernandoX 4 anos atrs

      sim, tem muito tabu em cima de sexo ainda, e mais quando se tratando desse tipo. mas não falar sobre não vai fazer o problema não existir

      • isso é fato, todo mundo se lembra da suposta cena de estupro de Phantasmagoria pq ela é tosca… agora eu queria ver esse tema ser tratado com seriedade nos games. Pena que a Crystal Dynamics peidou na tanga.

        • brunopessoamelo 4 anos atrs

          não se esqueçam também daquele joguinho japonês de estupro o Rapelay. Pois essa geraçã oleite com pera de hoje é estragada e bunda mole.

          • Mas o Rapelay é OUTRA caso completamente diferente. Ali VOCÊ é que era o estuprador.

          • RAPELAY é completamente diferente, pois ali já é apologia ao estupro, uma vez que te coloca na pele do estuprador e não te oferece escolha, apenas a obrigação de seguir esse caminho

            ai sim é algo doentio. por outro lado pode até servir para chocar e mostrar o lado sujo de ser um individuo assim, mas eu não concordo com esse jogo

          • brunopessoamelo 4 anos atrs

            mas, pra vc vêr de como os jogos estão cada vez com tramas mais complexos e adultos

  • Parabéns pra edição, tô rachando o bico ouvindo hehehehehhe

  • Tião 4 anos atrs

    Nego…vâmo pensar um pouquinho…se o game quer ter um pé um pouquinho mais perto da realidade, e existisse uma arqueóloga gostosa de regata roubando um monte de artefato e lidando com um monte de mercenário e ladrão, a PRIMEIRA coisa que os cabra ia fazer se catasse ela era estuprar…me surpreende que ninguém tentou comer o rabo do Drake…

  • Cybermalk 4 anos atrs

    SmartGlass pra mim vai ser tipo Kinect…. mas utilidade fora do XBOX360 do que com ele mesmo…. sobre o assunto do Tomb Raider sou totalmente contra qualquer cena de estupro….

    Falow aí galera…. :)

  • Se tu tem alguma restrição ao conteúdo de uma mídia simplesmente continue a restringir o seu relacionamento com o conteúdo e não com o meio pelo qual o conteúdo chega até você.

    —-
    Diego, eu era um dos views :P

    • ham? huauhahuauha
      seu comentário foi muito complexo pra mim hauahuhau

      • É válido tu evitar um conteúdo ( no caso o tema estupro ) numa mídia ( livros, games, tv, filmes, quadros, etc ) mas definir que uma mídia não possa conter o tema que você evita é bem diferente.

        • Isso eu tinha entendido… O problema eh q eu tava tentando relacionar a frase do view com o seu argumento huahuhauh

    • Aaaaah vc era um dos views do mario galaxy!!! q foda XD

  • sapulha 4 anos atrs

    Diego m não vou te zoar, pois isso é um assunto muito sério, vou deixar aqui o número de um amigo meu que é psicologo, ele vai te ajudar a superar o estupro.

  • SeoCrispim 4 anos atrs

    O ponto levantado no cast sobre o o jogo Tomb Raider e sobre a sexualidade nos jogos é algo que deve ser discutido com muito cuidado.
    Pode até ter, mas não me recordo de um jogo que tenha usado uma relação sexual em um jogo como um instrumento narrativo necessário para expressar algo.
    Uma coisa é "peitinhos" como no Far Cry 3, onde a sexualidade é mostrada por livre vontade "aparentemente" da garota lá, dançando pro protagonista. Não que esse seja um bom uso de sexualidade nos jogos. Pra mim é só um fã service.
    Bom, continuando…
    Outra coisa é algo forçado. Crime sexual é uma tortura e submissão primordial. Os traumas causado por esse tipo de violência são muito profundos, psicologicamente e fisicamente falando.

    Agora, sou a favor de ser mostrado de forma sutil, como no demo da E3. Isso com certeza seria um elemento de tensão adicional e extremamente motivador para o jogo. Ela lutar pela vida e pela integridade é algo muito impactante. Feito de forma cuidadosa, sem abusos e escrachamentos, pode ficar uma coisa muito interessante.
    Difícil é encontrar essa linha tênue entre o bom uso e a apelação.

    • de maneira nenhuma eu seria a favor de mostrar a cena de estupro, mas sim a situação e o perigo, como foi na demo da E3.
      esse acontecimento é primordial para marcar a transformação do personagem, de uma garota da cidade assustada em uma mulher forte que faz tudo para sobreviver. acho válido a exploração desse tema nesse contexto, e não em fã service

  • Jackson 4 anos atrs

    Sou fâ do Diego mas pisou na boa agora. Parabéns Fernando, faltaram vários argumetnos mas claro, pode fazer muito sentido um estupro dependendo do contexto. Como uma pessoa que sofre abusos e ta no jogo se ve obrigada a revidar e pode se espelhar pra vida real, assim como um estuprador em potencial, estando na pele da estuprada pode colcoar a mao na consencia.

    • cara, eu não acho que pisei na bola… é uma questão de opinião apenas…
      minha opinião não bate com a de algumas pessoas mas se vc acompanhar os comentarios varias pessoas me apóiam…
      as pessoas são diferentes =)
      mas respeito sua opinião ;D
      abs!

  • Oi OBRIGADO a compartilhar esse meme q está rolando lá no Grupo do Café com Games. http://www.mememaker.net/static/images/memes/4351

  • Heitor Polidoro 4 anos atrs

    Ninguém comentou da piada infame?! "Márcio você LEMBRA o que está jogando? -Amnésia!" Turum, tum, pxxx

    E o Márcio só grava comendo PQP!!

    E que história foi essa do mijo com a mariposa?!?!

    Vocês ficaram zuando slogans ai, mas o Tiririca foi eleito com o "pior que tá não fica"…

    A questão é: arrancar o coração com a mão pode, arrancar uma perna e bater na cara do dono da perna com a mesma pode, estuprar não.
    O comentário do Márcio foi perfeito!
    Concordo que ninguém quer ser estuprado e ninguém quer passar por isso, mas esse choque pode ser interessante, as vezes pode ser interessante você levantar temas fortes e jogar na cara das pessoas de como é ruim.

    Isso que você falou de "Se tiver um estupro e achar o jogo vão falar que a culpa é do jogo", duas coisas:
    1- Isso é um problema da nossa sociedade que coloca a culpa em qualquer outra coisa e não no fato da pessoa ser perturbada, já foi música, já foi RPG e agora é jogo;
    2- Se acharem o jogo e um bilhão de vídeos de hentais com estupros no metrô, ainda sim vão colocar a culpa no jogo, porque jogo é o novo Demônio-Influenciador-De-Pobres-Pessoas-Que-Só-Fizeram-O-Mal-Por-Influência.

    Nota: Eu não sou a favor de colocarem cenas de graça de estupro nos jogos, se tiver contexto, que tenha a cena, claro que não precisa ter A cena em si, só a menção, mas o que mais sou contra, é esse bafafá que se criou em torno disso. "É um absurdo!". Po, se você não quer estupro no seu jogo, não joga o jogo, ninguém é obrigado a jogar todos os jogos e classificação etária está ai pra ajudar.

    Enfim, muito bom o cast.
    Abraços