Olá pessoal e bem-vindos a mais um GamerDivã! Dessa vez iremos colocar um ponto final na questão do final de Mass Effect 3 analisando o DLC Extended Cut, lançado nesta terça, dia 26/06, pela Bioware!

Continuando nossa discussão do podcast, agora vamos ver o que a Bioware tentou explicar a mais no final extendido. Onde a Bioware acertou? Onde errou? Quais os novos significados e consequências das escolhas? Um novo final escondido? E afinal, e a teoria do indocrination?

E como sempre, sua opinião conta mais do que o vídeo! Comentem e digam suas consideraçõs!

Para enviar seu conteúdo, comentários, sugestões, críticas ou elogios mande um e-mail para contato@fenixdown.com.br.

Não esqueça de seguir nosso twitter @fenix_down, se inscrever no nosso canal no youtube, dar jóinha no vídeo, deixar um comentário e divulgar o vídeo!

 

Fernando X de Megaman X! Não de pornografia ou de Xuxa!

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

47 Comentario(s)

  • Danlost 4 anos atrs

    O audio não esta sincronizado com o video…

  • Danlost 4 anos atrs

    Pra mim esse complemento do final, deixou o final "menos ruim", dava muito bem pra eles deixarem esse final desde o inicio, e não só depois de todos esses problemas que tiveram com os fãs, o que houve, preguiça? Sinceramente não acredito, Mass Effect é uma das franquias dessa geração com maior numero de fãs. Sobre os finais "novos", achei aceitavel, apesar de ainda permanecer com muitos furos de roteiro e contradições, prefiri o final "destruição" e achei o final "Controle" o mais bizarramente bom, sobre o final novo, era um final que sempre tive na cabeça, e fiquei decepcionado que não tinha, tipo, bola pra frente, não deu certo, vamos recomeçar, só que esse final poderia também ser melhor elaborado… mas é isso aí, Mass Effect pra mim ainda continua sendo a melhor franquia dessa geração, e ainda acho que Mass Effect 3 concorre a jogo do ano, mas poderia e mereceria um final muito melhor, abraço galera!

    • Darcy 4 anos atrs

      EA Arts aconteceu, foi isso.

      Assim como eles mataram Ultima, com aquela bizarrice que foi Ultima IX: Ascession, devido a meterem o bedelho na desenvolvimento do jogo, atrasos, força a lançar o jogo antes de estar terminado (Ultima VIII: Pagan é praticamente o BETA!).

      Procura no youtube, Ultima IX para entender o que eu estou falando.

  • Danlost 4 anos atrs

    Lembrando que a Bioware nunca disse que iria fazer um novo final, ele iria apenas expandir o final ja feito, explicando mais sobre aquilo, se foi bom ou não é outra questão, mas eu mesmo, nunca esperei que eles iriam assumir a teoria da doutrinação, uma pena…

    • FernandoX 4 anos atrs

      sim sim, ela nunca disse que faria um novo final! mas ela tb nunca falou abertamente sobre a teoria do indocrination, e poderia ser a verdadeira pois o final deles davam abertura pra isso
      não que eles iriam adotar, mas ficava aquela esperança que eles tivessem pensado nisso desde sempre

  • Sério, escravizar os Reapers pra mim não é um final ruim, rs, eles são filhos da puta durante milênios chegou a vez deles sofrerem.
    Nós sempre esperamos coisas muito "perfeitas" e "épicas" e nem sempre é assim, será q o "final feliz" o pessoal não acabaria reclamando de ser mais do mesmo?
    Sei lá…

  • Squallnathan 4 anos atrs

    Comparado ao final "original", eu fiquei satisfeito por pelo menos terem tapado (a maioria d)as crateras que o roteiro tinha e principalmente por ter feito com que cada final fosse diferente, não só uma corzinha aqui ou ali.

    E acho que a Bioware perdeu uma grande oportunidade de colocar 2 finais possíveis na opção da recusa.Poderiam ter utilizado o valor de War Assets como requisito pra dividir esse final. Com um número alto, seu exército poderia dominar os Reapers e vencer a guerra na marra. Com um valor baixo, o final seria aquele da IA da Liara mesmo.

    E pelo que li, o final estendido só é ativado quando vc tem um certo valor de WA, então, a teoria da doutrinação não é totalmente invalidada (só forçada demais mesmo).

    • acho que com o q a IA reaper fala e mais as cutscenes preenchendo os buracos fica bem claro (pelo menso pra mim) que queriam acabar com a teoria da doutrinação. não vejo como ela pode se encaixar mais agora

      eles fizeram direito a parte de personalizar melhor cada final, mas n gostei muito do que aconteceu em cada um deles. acho que acaba passando uma mensagem contrária do que o jogo te dava antes, como se tudo o q vc fez até aquela hora foi inútil =

      • Squallnathan 4 anos atrs

        A Bioware não negou/desmentiu a teoria, então conspiradores continuarão conspirando. =)

        Ainda acho que o garoto e suas opções são o final que a série merecia. Mas como eu disse, comparado ao final original, eu me dei por satisfeito.

        • olha, acho que esse DLC poderia ser trocado pela bioware indo em publico e dizer: "essa teoria está errada!"

          ai n precisaria explicar mais nada

        • Squallnathan 4 anos atrs

          Eita! Faltou um NÃO ali.

          "Ainda acho que o garoto e suas opções NÃO são o final que a série merecia. Mas como eu disse, comparado ao final original, eu me dei por satisfeito."

  • hahahaha
    pode não ser ruim, mas não é condizente com o que o shepperd fazia e pensava, esse que é o problema!

    e claro, sempre esperamos coisas demais do que gostamos. nem esperava um final feliz e bonitinho com tudo resolvido, mas gostaria de um final que fizesse mais sentido com o resto da história do universo =

  • Ogro Himself 4 anos atrs

    por favor me diz que tu escreveu "teoria do indocrination" assim de proposito

  • Bruno 4 anos atrs

    Para mim esse dlc deu uma boa explicada….Eu não estava esperando anda dele, e ele acabou me surpreendendo.

    —-SPOILERS BAIXO—–
    Concordo com o Fernando e também achei o final em que o Shepard controla os reapers bem ruinzinho, mas os outros satisfatórios, não ótimos, mas cumpre o papel.
    Para mim o melhor final mesmo acabou sendo o que o Shepard recusa as opções, pois apesar de seu discurso ser um pouco clichê "I fight for freedom, mine and everyone's. I fight for the right to choose our own fate. And if I die, I'll die knowing that I did everything I could to stop you. And I'll die free.", ele condiz muito com o personagem.

    —————

  • Eu não joguei o ME3 ainda, mas não achei os finais tão ruins. Ruim foi essa IA e esse papo de prevenir o caos, mas no geral os finais foram legais.

    – Recusa: Péssima opção, quem teve essa ideia tinha que morrer. Tudo bem que a Galáxia vencendo os Reapers "na mão" tiraria todo o sentido do Catalyst, mas era melhor nem por se fosse pra ser isso.
    – Destruição: Essa escolha é bem parecida com a missão de Lealdade do Legion no ME2, ou você destrói ou controla. A escolha, e não o final, é péssima. Todos os outros são melhores, a não ser que alguém ache que destruir é melhor que controlar, incluindo os felasdaputa dos Reapers.
    – Controle: Não acho que seja escravidão. Na verdade acho que você meio que destrói os Reapers já que, pelo o que entendi, eles perdem a personalidade e se tornam a entidade Sheppard, o que faz isso ser pior que escravidão! É importante lembrar que no ME2 na missão de Lealdade do Legion a opção de Controlar/Mudar os Geth do mal dá pontos Paragon, então não é tanta surpresa, pelo menos pra mim que acabei de terminar de novo o ME2 essas semanas, que essa missão, pelo que parece, é um final bom.
    – Síntese: O melhor de longe, mas cheio de furos. Não entendi o porque você achou que é uma lavagem cerebral, afinal de contas quase nada mudou. E é ai que está o furo. As próprias raças orgânicas batalhavam entre si, porque de repente pararam? Porque agora também são sintéticos? Não faz o menor sentido, os valores dos kroganianos (:D), das Asari ou dos turianos (lol) vão ser os mesmo por um bom tempo. É impossível que de repente se estabeleça um período de paz ad eternum, mesmo que a batalha contra os Reapers fique na memória de todas as raças.

    Bem, são essas as minhas conclusões sobre os finais. Acho que eles nem são o problema, o problema mesmo é a motivação de exterminar a vida organica e essa arma mágica que consegue ou transformar todo mundo em orgânico-sintético (de uma forma que essa vida seja facilmente possível, incluindo ai reprodução [WTF?]) ou destruir toda forma de vida sintética (o que vai precisar de uma exatidão química tão grande que é mais fácil não matar ninguém [nem vou falar das mortes por ter partes sintéticas não importa aonde]) ou acabar com toda a consciência de milhares de seres, consciência essa que é produzida por milhares de programas e subprogramas como dito pelo Legion em ME2, e colocar no lugar uma consciência única baseada numa consciência humana sem, pelo que parece, modificações no hardware Reaper.

    Eu disse que os finais foram bons? Deixa pra lá, é uma merda mesmo. Não vou jogar ME3 tão cedo (sim, por causa de dinheiro :D)

    P.S.: Nem preciso dizer que to cagando uma regra falando do jogo que não joguei né? :P

  • Ogro Himself 4 anos atrs

    Consegui ver todos finais, assisti o gamer diva, e aqui vai minha opiniao sobre o final do jogo para nao falarmos de Mass Effect nesse site tao cedo.

    Nao sei se eu deixei isso mto claro nos casts sobre ME, mas eu nao desgostei tanto assim do plot da "colheita" dos Reapers por conta do conflito sintetico/organico. Eu nao gostava era da maneira que o final tava escrito, um roteiro muito fraco em relacao ao q tinha sido feito até entao.

    Eu imaginava mesmo um final bom para Mass Effect como foi o de Fallout 3, onde tu tem um discurso do narrador e ele vai falando sobre as coisas que tu fez durante o jogo, pessoas que voce encontrou, quests que cumpriu. Isso molda a experiencia de acordo com o que cada jogador fez, e isso foi o que faltou MUITO no 1o final de Mass Effect. Cada final tinha uma cor diferente e voce nao enxergava as consequencias das tuas acoes durante os 3 jogos em cada final.

    E foi por esse caminho no fim das contas que a Bioware seguiu. E eu gostei do que eu vi.

    Fernandox, discordo FORTEMENTE de quase tudo que tu disse no gamer diva (sua DIVA):

    – Quem disse que DESTROY ia destruir todas as pessoas com implantes da galaxia? O gasparzinho falou que o Shepard PODERIA morrer por ser meio organico. Ao decorrer do jogo varias pessoas falam que o shepard é meio robo por conta do lazarus, e nao por causa de implantes convencionais. Entao embora a Miranda e a Jackie nao aparecam no final do DESTROY, nada indica q elas tenham morrido. Afinal, o Jacob tambem tem implantes por ser um Biotic e ele aparece vivo no final.

    – Os reapers nao tem exatamente uma personalidade. Cada reaper individual eh um gestalt de IAs menores, como os Geth.

    – Nao da pra invalidar um final ou nao de acordo com a personalidade do Shepard, afinal isso eh definido para cada gameplay de cada um de nós. Por ex, se o seu Paladin Shepard Paragon lutava pela liberdade da galaxia, nao significa que o Brucutu Shepard Renegade nao tivesse escrupulos em usar a opcao CONTROL.

    – mas continuo achando o final SINTESE uma droga. Mas ai é a opcao de cada um escolher esse final e ele pode ser valido para algumas pessoas.

    – eu tb nao desgosto do final REFUSAL. é uma escolha a mais para quem nao gostou de nenhuma das 3 opcoes. E cara, nao é porque o final nao eh feliz porque o final nao é bom.

    -Ta todo mundo falando que o Shepard provou os reapers errados pela resolucao do conflito geth/quarian. Mas nem todos os shepards por ae conseguiram resolver essa plotline. E a IA viu em uma sucessao de varios ciclos o relacionamento dos organicos e sinteticos dando merda. Quem disse que Quarian e Geths nao sao so um unico exemplo que contradiz a regra? Ou entao, depois de geracoes, as racas nao poderiam voltar a se desentender?

    • fabianoloureiro 4 anos atrs

      porra, reportei sem querer o post do ogro euaheuiahea
      malz ai
      concordo com tudo que o ogro falou, to contigo, mano!!! (menos a parte da sintese ser uma droga, foi o meu final e pra mim só existe esse, ja que eu sou fã dos geth e acho que eles precisam ter o direito de viver em paz.
      eu cheguei a ficar chateado com as colocações do fernando por serem totalmente contra o que eu pensei do final, mas é apenas a opniao dele e eu a respeito, porem nao concordo…

    • o cara deu REPORT no seu comentario em vez de reply

      a msg dele foi: "to com o ogro, eu cheguei a ficar meio chateado com o que foi dito pelo fernando, mas parei pra pensar e foi apenas a opnião dele, respeito, mas não concordo."

    • Daniel 4 anos atrs

      Concordo com o que o Ogro disse por mim assinava em baixo.

      Mas ainda assim consigo entender bem o que o Fernando sentiu, por que eles haviam deixado espaço para teorias que acabaram matando. Quanta complicação.

    • FernandoX 4 anos atrs

      um: o que fica implicito é que quem morre no jogo não aparece no final. é a mesma coisa dizer que no final do destroy os geths podem não ter morrido pois só "não apareceram". e exatamente, dizer que o Jacob aparece e a Miranda não mostra mais furo de roteiro

      dois: Oras, os Geths mesmo mostram que ser um gestalt de IAs não quer dizer ser uma casca vazia sem personalidade! Boa parte da saga de ME foi mostrar que sintéticos também podem ser pensantes e terem uma existência própria

      tres: independente de como você levou o jogo todo, a personalidade do Shepard continua a mesma, alguém que quer destruir os reapers e salvar a galáxia. Tem escolhas que moldam mais pra um lado ou mais para outro, mas nenhum deles deixa margem pra, por exemplo, se juntar aos reapers e dominar a galáxia (não que tenha tido essa opção). Consigo aceitar que ok, talvez a personalidade dele aceitasse tomar controle dos reapers, mas ainda acho forçado.

      quatro: síntese ainda é uma MERDA! Um ser orgânico escolhendo o destino do resto da galáxia por lavagem cerebral. não tem como negar que é uma lavagem cerebral, pois faz um entender o lado do outro forçadamente!

      cinco: não quis dizer que ele é ruim, quis dizer que tinha MUITO potencial de ser o melhor final de todos, onde o shepard que fazer do jeito dele, e não se subordinar a uma IA, mas desperdiçaram, te obrigando a seguir o que a IA quer. Ele ficou ruim pra mim pois poderia ser o melhor mas não foi aproveitado

      seis: isso vale para a MESMA coisa q a IA quer defender. Ela diz e diz que não vai ter mais guerras se tomar controle ou se fazer a sintese, mas dá margem a desentendimentos do mesmo jeito. nenhuma escolha previne ter guerra no futuro. A parada é que o final focou o problema sendo apenas os sintéticos, fazendo parecer que os organicos se dão muito bem sozinhos, mas o problema do universo não se resume a isso!

      e vc vive falando que não DESGOSTOU, mas nunca diz q GOSTOU =p

      • Ogro Himself 4 anos atrs

        1)nao vi essa implicidade em lugar nenhum. E se for assim, entao TODOS humanos com implantes deveriam ter morrido, o que inclui todos biotics. E o Jacob. E mesmo assim, o Gasparzinho disse que ele PODERIA morrer. Ela não tinha certeza sobre isso.

        2)Mas os Reapers, alem de ser um gestalt de IAs eram tambem uma consciencia coletiva em enxame. Os dialogos que o Shepard teve com aqueles individuos Reapers seriam o mesmo se fosse com qualquer outro. O Legion era um ser único, e ele mesmo só atingiu a VERDADEIRA individualidade com o virus Reaper.

        3)O OBJETIVO dos N Shepard que existem por ai é o mesmo, nao significa que a PERSONALIDADE seja. Shepards diferentes podem tomar caminhos diferentes para atingir esse objetivo. Nao vejo nada forçado nisso.

        4)É uma merda, mas pro meu ou pro seu Shepard. Pro Shepard de vários daqui dos comentarios o sintese foi um bom final.

        5)No universo criado para a historia de ME, os Reapers eram uma ameaça que nao podia ser enfrentada ou vencida, e a unica esperança da galaxia era o catalyst. Se o Shepard podia "achar um jeito dele" de vencer os Reapers, sem o gasparzinho, ia ser sim o final mais furado de todos …

        6)Fernando, a IA é uma … IA. Ela foi PROGRAMADA para evitar a extincao dos seres organicos nos conflitos com os seres artificiais. E é só nesse fato que ela vai agir.

        Ela nao tem que se preocupar com os outros problemas do universo, conflitos de organicos vs organicos, sois explodindos, o universo resfriar etc etc. Ela tem que seguir a programacao, e naquela programacao ela toma decisoes que parecem ter sentido.

        Num paralelo com um exemplo humano: o Jack Estripador saia nas noites de Londres retalhando mulheres sabe-se la por qual motivo. Os cidadaos de Londres nao entendiam a logica por tras dos atos dele, mas pra ELE era algo bastante óbvio.

        E se tu quer saber, ok eu GOSTEI dos finais novos de ME3. Ficaram bem melhores que os originais e se fosse feito assim desde o inicio nao ia ter todo o mimimi e escandalo que provocaram.

        • Daniel 4 anos atrs

          Quanta complicação.

          Não demora o Fenixdown faz um novo Flamewar:

          Mass Effect 3: Final novo vs Final antigo… O_O

        • FernandoX 4 anos atrs

          o.o
          poh, mas pra mim tava bem implicito isso, pq quando vc faz o final q alguem morre n aparece a pessoa no final. ou até mesmo dependendo das suas escolhas durante o jogo e a pessoa morrer, tb n aparece, e isso que deixa a entender que morreu

          e resumindo tudo neh, pra n ficar a discussão eterna. ainda acho o final fraco. entendi qual foi a ideia dos reapers, e até pode fazer sentido, mas não gostei. Achei que foi limitada DEMAIS a um problema específico e tratando ele como se fosse o câncer do mundo. não é algo que justifica toda a jornada pela franquia.

          o jogo é ótimo e recomendo a todos, mas a conclusão me deixou muito a desejar, sinceramente.

  • fabianoloureiro 4 anos atrs

    Eu gostei do final do "merge", era o que eu queria, sinceramente discordo de vc, gostei dos finais e acho que foi muito bom

    • FernandoX 4 anos atrs

      pode discordar, claro! pra isso existe a discussão xD
      só disse o pq eu n gostei de cada final =)

  • Daniel 4 anos atrs

    O Ogro Himself deletou o comentário dele? O_O

    Era completamente cabível e eu acessei a página só pra ler ele de novo… :(

  • pedrowoyames 4 anos atrs

    Eu acho que o final melhorou. No final de síntese, o muleque IA lá fala que não fizeram antes pq os seres ainda não estavam preparados pra união, mas que agora isso tinha mudado (eu encarei isso como ele dizendo "como nesse ciclo aconteceu de sintéticos e orgânicos se entenderem pela primeira vez na existência graças a você, agora isso pode ser possível"), não acho que foi uma lavagem cerebral.

    Ainda não vi os outros finais "novos", mas como vc disse que em todos eles tem a plaquinha do shepard sendo colocada no mural de mortos na Normandy, talvez ele tenha dado aquela ultima respirada no final da destruição e morrido depois numa UTI da vida…

    Sou o único que encara o final do controle como o final renegade? Dae ele estaria controlando os reapers numa atitude jack bawer da vida. My way or the highway. Pé na porta e tapa na cara.

    • FernandoX 4 anos atrs

      controle parece meio renegade mesmo. até o jeito que o shepard fala, ele parece ser o novo vilão ao invés de ser um herói

  • matheus2santos 4 anos atrs

    Sou um grande fã d Mass Effect, e acho q é o maior jogo dessa geração. E diferente de todo mundo, não tive problemas com os finais originais do jogo. Tudo bem q para a conclusão épica de uma trilogia, foi bem simples e não mostra muita coisa, além d muitas coisas sem pé nem cabeça, mas você olhando de outra perspectiva, você consegue entender a mensagem em cada um dos três finais.
    Dos três acho o final da síntese o mais sem noção, pois é algo muito utópico e incoerente, mais do lado de vista poético você acaba aceitando.
    Agora sobre os finais extendidos, achei desnecessário, achei errado a atitude da Bioware de dar muita moral para os fãs q reclamaram e anunciar um novo final, pois tira a liberdade artística dos criadores do jogo… Imagine se um pintor repintasse um quadro pq algumas pessoas simplesmente não gostaram!?
    Os finais extendidos achei q n acrescentou praticamente nada e não explicou nada. As cutscenes são muito fracas e aquelas imagens estáticas q ficam passando com um monólogo d fundo é muito caído… se era p fazer akilo era melhor deixar do jeito q tava antes.
    Por incrível q pareça o q eu mais gostei mesmo do Extended Cut foi o final q você nega tudo e deixa rolar, onde aparece o holograma da Liara no futuro falando com as outras gerações, assim como os protheans falaram com a geração atual.

    • FernandoX 4 anos atrs

      achei legal da Bioware atender o pedido do pessoal. Ela não repintou o quadro, apenas explicou ele melhor. Os diálogos posteriores aos finais serviram pra dar uma ideia do que aconteceu depois, o que sua escolha resultou no universo, o que é bem plausível de fazer, uma vez que não vai ter um ME4 com o Shepard, fica na dúvida

  • Yuri Ferreira 4 anos atrs

    O final do ME3 só não é pior que o Fernando.

  • 15 minutos falando de ME3 de novo???
    porra, chega né?
    aqui, vamos consertar esse audio de gaveta e a sincronia desse video?
    e sem mimimi no reply hein?

  • Darcy 4 anos atrs

    Para mim os melhores finais são o Destroy e Refusal, por que pelo menos você tem dignidade em ambos, mesmo que todo mundo morra em Refusal, mas pelo menos a proxima civilização tem chance de receber o alerta a tempo, o que se confirma pelos comentarios do Stargazer.
    O meu unico problema com o Destroy é ter que jogar a EDI e os Geths pela escotilha para destruir os Reapers, mas ambos estavam dispostos para se sacrificar para parar os Reapers, então acho que é um trato justo. Alem disso, Shepard pode estar vivo nesse final com a preparação para Guerra alta, provavelmente nos escombros da Citadel.
    Control e Synthesis são muitos ruins, Control por ser duvidoso demais o quanto o Shepard ainda é o Shepard, e Synthesis is F'KING Space Magic!
    Mostrar a Normady voando devolta para casa no final Destroy, com preparação para guerra alta, quase me fez chorar por ver que após tudo que aquelas pessoas passaram eles poderiam final ter paz. A narração durante mostrando tudo sendo reconstruido e até mesmo ampliado e melhorado em alguns casos foi a coisa mais satisfatoria na saga para mim.
    Resumindo, estou feliz com esse DLC.