OBJECTION!

HOLD IT! Pois na edição #50 do nosso podcast de discussão do mundo gamer, iremos fazer algo diferente! Fernando, Diego, Alex_seph e Ogro compartilham suas jogatinas atuais! Saiba o que cada um anda jogando e se é recomendado a todos!

Fique de harmonia na corda bamba entre a polícia e as tríades, recupere sua honra de mil maneiras diferentes, reveja a mesma história com 4 pontos de vista e 4 jogabilidades e por fim, se perca com cogumelos em 3D!

Ouça já!

Edição: Nathan

Edição final e trilha: Felipe

Links:

Feed do podcast: http://feeds.feedburner.com/fenixdownpodcast

Qualquer dúvida, sugestão, crítica ou elogio, envie para contato@fenixdown.com.br! E siga-nos no twitter : @fenix_down !

Fernando X de Megaman X! Não de pornografia ou de Xuxa!

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

45 Comentario(s)

  • danlost 4 anos atrs

    Fala galera, Danlost novamente, vamos la, dos jogos falados, começarei falando de Sleeping Dogs que foi uma grata surpresa, JOGAÇO! E olha que não curto GTA e jogos SandBox em geral, mas Sleeping Dogs é diferentes, além de uma história boa e missões muito variadas, com destaque para as perseguiçoes a pé e principalmente de carros, as melhores perseguições dessa geração, um sistema de combate que chega próximo ao sistema do Batman, um personagem que não é tão carismático, mas não é desprezível, como defeito coloco apenas o controle dos veículos principalmente fora das perseguições e o mapa que da bugs e você se perde de vez em quando.

    Sobre Resident Evil 6, não entendo essas notas baixas, tudo bem que o jogo corrige defeitos clássicos da série, como a jogabilidade, mas erra em coisas básicas como o melee que é ruim, o cover e principalmente a camera, sobre as campanhas, a do Leon é melhor, principalmente por usar de elementos nostalgicos para os fãs da série, em inumeros momentos relembramos RE1, RE2 e RE4, a do Chris é a pior, só não digo que é ruim, pelo final da campanha que tem um cresimento, e a do Jake é muito boa, e o personagem foi bem encaixado na série. Ja a camapnha da Ada é mais pra deixar claro alguns acontecimento do jogo, masi que a gente ja saca antes. Residetn Evil 6 é um bom jogo sim.

    Ja Dishonored é magnífico, ja esperava esse jogo a mais de um ano. Começo destacando a jogabilidade do jogo, a batalha de espada ou com armas é exemplar (Aprende Skyrim), e a liberdade que o jogo te dá, você poder ser sorrateiro, você pode ser o Rambo, ou até o Batman no jogo, muito bom mesmo. Dishonored é o jogo linear mais SandBax que ja vi, pois você tem inumeras maneiras de agir no game, e o melhor, o jogo não te influencia em nada, a escolha é apenas sua, coisa que vimos sendo feitas não tão bem assim em Deus Ex no ano passado, e o lance do jogo se moldar pelas suas ações, se você chamar muito a atenção o jogo fica mais dificil e os cenarios melhores vigiados, caso você seja mais stelph o jogo fica mais fácil, e os poderes são maravilhosos de usar, você pode até possuir animais no jogo. Agora vamos aos defeitos, achei meio preguiçosa a Arkhane Estudios, pois temos apenas uns 7 tipos de skins de einimigos, e com isso nós vemos inimigos repetidos constantemente no game, e a história que não é tão boa, não prejudica o game, mas principalmente no final, deixa a desejar, não explica questões que temos, e o numero enorme de cliches que o jogo tem que faz algumas surpresas do jogo não ser tão surpresa assim, um dos melhores jogos do ano, e o principal, uma franquia nova, coisa rara atualmente, jogarei ele mais vezes, com atitudes diferente, caminhos diferentes, enquanto não pego meu Assassines Creed 3! Abraço!

  • GabrielVRosa 4 anos atrs

    Sabia que ia ser esse tema,já to baixando
    Só uma coisa antes,joguei pouco do dishonored mas por enquanto não achei nada mega fenomenal,tomara que com o passar do jogo isso melhore,por enquanto to achando ele muito bom,mas não isso tudo que estão falando

    • já sabia?
      O PRODUÇÃO, A PAUTA TÁ VAZANDO!

      • GabrielVRosa 4 anos atrs

        na verdade sou um mega hacker e consegui entrar nos arquivos do fd sem vocês perceberem xD
        mas não foi difícil descobrir,quando vocês terminaram o FN e começaram o objection tinham falado que algum episódio seria especial pra falar do que vocês estão jogando,e depois colocaram no twitter que já haviam gravado(nesse caso o objection 50),coisa não muito comum
        sem falar que o pessoal tava pedindo algo especial
        depois disso foi bem fácil ligar os pontos e saber qual seria esse podcast

  • Bruno 4 anos atrs

    Muito, é sempre bom ouvir o que vocês andam jogando e suas opiniões.

    Sobre Sleeping…Achei a jogabilidade muito boa, o combate estilo Batman não chega a superar o jogo do homem morcego, mas cumpre muito bem o papel, e dirigir é extremamente divertido, pois os carros são velozes e a cidade é bem construída (algo que sempre reclamo em jogos sandbox/mundo aberto, é que a movimentação do personagem pelo cenário precisa ser boa). A estória do jogo pra mim é o ponto fraco, achei a narrativa previsível e cheio de conflitos mal explorados.
    E Fernando, esse negócio de perder pontos ao bater no poste só acontece durante as missões principais, caso contrário não.

    Sobre Dishonored, semelhante ao Sleeping Dogs achei a jogabilidade excelente, muito fluida e com diversos caminhos e diversas maneiras de neutralizar seu alvo, o mundo bem aberto é incrível chegando a ser melhor que Deus Ex: Human Revolution que cumpre bem o papel em seu jogo (Adam Jensen nunca pediu por isso). Porém diferente do nosso amigo de braços metálicos e óculos que o deixam "20% more coller", Corvo (personagem principal de Dishonored) é nada mais que um avatar do jogador, o típico personagem mudo (não que isso seja ruim, os melhores jogos que eu joguei tem personagens mudos) porém no contexto posto em Dishonored, vejo que Corvo deveria ser explorado como personagem e não como avatar. A estória é algo que pra mim Dishonored também pecou (na verdade acho ela uma desculpa pra você sair matando os outros). Assim como outros jogos acho o universo de Dishonored incrível e com grande potencial, porém mal explorado na narrativa principal e até mesmo durante minha exploração pelo mundo do mesmo.
    A mecanica de suas ações influenciar no próxima fase é fantastica…porém uma dica a Arkane Studios, quando forem fazer diversos finais para um jogo, façam todos no mínimo bom…e não um bom e outros ruins.
    Finalizando, acho Dishonored um excelente jogo (a missão do baile de máscaras é um show aparte), porém algumas missões meio lineares e extendidas (4 e7 estou olhando pra você), e a estória me estragaram um pouco a experiência.

  • 4 comentarios = pior podcast da historia do Fenix Down…

    • Bruno 4 anos atrs

      é por causa do feriado

    • Peixeirachim 4 anos atrs

      Se o podcast fosse sobre a compra da Lucas Film pela Disney, comentários estariam bombando.
      Pelo menos funcionou nos outros sites. Até site de culinária deve ter falado sobre isso.

    • André 4 anos atrs

      Não achei o pior não…

      Achei o 49 aquela choradeira de Gamer e não-gamer, hardcore e mimimim, o Fernando repetindo toda hora que a Nintendo traiu os fãs.

      Esse eu ouvi agora no carro e achei bem legal, fiquei afinzão de jogar Dishonored.

    • GabrielVRosa 4 anos atrs

      Não sei também o que aconteceu,acho que é por causa do halloween e tal
      Pelo menos são só comentários gigantes

      • danlost 4 anos atrs

        Escute o podcast do PlayerSelect que sairá amanhã então (Spoiler, merchant mode on) ;D

    • LucasCFX 4 anos atrs

      Ok, nós paramos de ficar ouvindo só pelo feed pra voltar e comentar aqui, se você sente a nossa falta =]

  • Biostalker002 4 anos atrs

    Trabalhando na minha dissertação de mestrado… vai ficar foda comentar sempre, mas vou passar aqui sempre que possível. Mas admito que os "o que estou jogando" não são meus podcasts preferidos. Mas esse está bem legal, principalmente pela duração. Quando der, compro pra mim o Dishonored, parece bem maneiro!

    • MANÉ DISSERTAÇÃO! CADE OS DESEINHOS?

      • Biostalker002 4 anos atrs

        HUHAUAHUAHUA
        Ué, mandei um pro próximo Sidequest. Não tenho mandado pros outros posts justamente pra estimular a produção iconográfica dos outros ouvintes com habilidades ilustrativas, hehehe

  • Alderic 4 anos atrs

    Sobre o steampunk o problema é que na real pouco jogos são "realmente" steampunk, a maioria diz ser, mas no máximo tem armas de fogo e engrenagense e nada mais (tanto que esse cenários mal aproveitado mas parecem um medieval com armas de fogo do que um cenário vitoriano ou moderno), quando há muito que poderia ser abordado tanto em temas (um jogo de rpg antigo chamado – Arcana: Steamworks and Magicka Obscura é um bom exemplo) quanto em estética (Grando Espada, apesar de ser o mmo com a pior jogabilidade do mundo, esteticamente é muito bom, alias 99% dos jogos não exploram a parte das roupas e a maioria usa idéias velhas ou erradas). Ainda não tive chance de ver o Dishonored (estava dividio entre ele o XCOM, sendo que escolhi o último), mas parece ser o que mais explora o tema além do básico.

  • E lembrando que o podcast saiu por conta do Felipe que assumiu a edição final do Objection!

    Valeu ae cara (agora devidamente creditado, sorry!)

  • Gostei da idéia de usar o Objection pra fazer reviews. De 10 em 10 programas parece um intervalo bom.
    Dá tempo pro pessoal terminar os jogos e permite que os ouvintes tenham a expectativa certa sobre o programa que vai sair (se vai ser notícias ou reviews).
    Infelizmente não estou jogando nada. =(

  • Voto pelo fim do steam punk e a inserção de dinossauros robôs. Em tudo.

  • Curti o Cast, tow empolgado pra jogar Sleeping Dogs agora!

    Sobre RE6, eu não sofri com munição em nenhuma parte do jogo(Mas não vou falar que vocês são loucos, eu só estou acostumado a mesclar melee nos combates pra economizar munição.).
    Adorei a campanha do Chris, a melhor de todas principalmente quando se fala da parte final dela(Sem spoilers…)!

    Faltou falar que seu parceiro é 'imortal' quando você joga em single.

    EDIT: A Ordem que o Ogro se referia é:
    Dois capítulos do Jake.
    Dois capítulos do Chris.
    Dois capítulos do Leon.
    A partir daí escolha uma campanha e continue.

    • opa vlw Kun
      vou começar a jogar agora e isso vai me ajudar =)

    • brunopessoa 4 anos atrs

      é por que o Alex_seph é um patinho, pq eu não tive problema nenhum com o cover, ele deveria é jogar o Operation Raccon city, ai sim é um sistema de vocer péssimo

  • arkyuu 4 anos atrs

    Sobre RE6, eu realmente gostei do jogo, não estava esperando algo tão bom quanto foi o 5 pra mim. Eu gostei da história, apesar de sempre ter aquela sensação de não-continuidade, as vezes você percebe que a história não está fluindo de acordo com o que você faz, diferentemente dos outros RE´s.

    O que mais me irritou mesmo (além da câmera) foram as coisas recicladas dos outros jogos, como animações que você via perfeitamente um 'control c + control v' dos jogos anteriores (parte da irmã da Helena por exemplo, que colaram descaradamente a animação do RE5, quando você enfrenta a Jill).

    Mas apesar de tudo, eu adorei o jogo, tem seus problemas, mas isso não afetou minha experiência de forma alguma. Vale a pena citar que o modo Mercenaries desse ficou muito mais dinâmico e gostoso de jogar também. É um jogão, vale a pena.

    E caramba Diego, eu fiz a mesma coisa xD Comprei um 3DS com Mario, mas tem um porém: Eu NÃO enxergo o 3D de jeito nenhum, ligo o 3D e fica tudo embaralhado, ou seja, além de não ter jogos, não tenho 3D tambem xD Mas o Mario Kart é muito bom.

    <acho que é a primeira vez que escrevo tanto assim>

    Parabéns pelo trabalho, pessoal! Mal posso esperar pra encontrar vocês nos próximos eventos! =D

  • Falar procês que eu tava sentindo falta dessas resenhas rápidas no começo dos podcasts, é sempre bacana escutar as opiniões da galera sobre os últimos lançamentos, mesmo por que eu não estou acompanhando tanto as novidades, Sleeping Dogs e Dishonored estão com toda certeza na minha lista e depois dos comentários eu estou ainda mais na vontade de jogar, acho até que podia rolar com uma periodicidade maior. Vlw povo!

  • LesmaPsicotica 4 anos atrs

    Eu joguei o Dishonored, gostei muito e concordo com os pontos citados, o único problema para mim foi a história dele. Ela é muito clichê, e eu já via algumas reviravoltas que iriam acontecer dês do começo do jogo. Mas "whatever", o legal do jogo é fazer as missões mesmo XD

    Por fim, gostaria de deixar os meus parabéns pelos 50 episódios! Que venha mais 50, e depois mais 50, e assim em diante… :D

    Uma pergunta: Nunca joguei Resident Evil, mas ultimamente comecei a me interessar pela franquia. Será que vale a pena, a essa altura do campeonato, começar a jogar desde o começo?
    (Caraca, nunca joguei Megaman, nunca joguei Resident Evil, nem Zelda. Acho que estou infectado pelo F-Virus [referencia ao Now Loading] )

    • GabrielVRosa 4 anos atrs

      Se quer se redimir e se desintoxicar do F-Virus(now loading)
      Resident eu recomendo o 2 ou 3,se você não se importar muito com a história
      Megaman eu recomendo o 2 ou 3 do clássico e do x o 1 ou o 4
      O zelda eu recomendo o link to the past ou o ocarina of time
      Boa sorte,e mais uma coisa…como assim você nunca jogou ZELDA o.O

    • Se você tiver acesso a um GameCube (bem improvável), o melhor ponto de início para Resident Evil é o Resident Evil 1 Remake (ou REmake, como chamam). Que ainda tem o gostinho dos clássicos sem ser injogávelmente datado… Uma pena que só saiu pra um videogame que muito pouca gente teve. :(

  • Eu gostei bastante do Resident Evil 6, acho um ótimo jogo de ação co-op, que tem certas falhas, mas é perfeitamente jogável. Não entendi porque da reação tão negativa da crítica, RE6 apenas evoluiu aspectos que já tinham sido apresentados tanto no RE4 quanto no RE5. O foco na ação desenfreada já vinha do 5 e a câmera desajeitada, quick time events absurdos e mira imprecisa (essa última acredito que seja até proposital) já estavam aí dês do 4, que muita gente diz ser um dos melhores jogos da geração passada.
    O que eu mudaria no 6, certamente seria o cover, já que rola bastante tiroteio dessa vez, e a câmera, que se beneficiaria MUITO de uma liçãozinha ou outra do Dead Space.

    Ouvir esse cast me deixou com vontade de dar outra chance a Dishonored… joguei na casa de um amigo e não me impressionei muito.
    Ouvi dizer que ele é um jogo meio "slow burn" e fica bem melhor conforme você vai jogando, mas as primeiras partes (a fuga da prisão, o esgoto, etc) são muito massantes e o cenário é bastante genérico. Fora que o Corvo me pareceu uma das piores implementações de um "protagonista mudo" dos últimos anos, ele não é crível, e pareceu que todo mundo empurra ele de uma missão à outra, falar uma palavrinha de vez em quando seria bem mais bacana no caso desse jogo.

    • Ogro Himself 4 anos atrs

      realmente o inicio do jogo é devagar, por isso nem me pilhei em fazer um first attack dele. A coisa começa a ficar FODA mesmo quando voce ganha os primeiros poderes.

      Eu nao gosto de protagonistas mudos mas curti a maneira que o negocio foi implementado com o Corvo. Primeiro porque a personalidade dele é refletida da maneira que tu joga o jogo, e como as pessoas reagem a ti por causa disso (a ultima missao do jogo em HIGH Chaos chegou a me cortar o coração).

  • Ednaldo 4 anos atrs

    Ficou ótimo o cast, muito informativo. Valeu.

  • Nossa
    Quanto "Tipo" e "Tipo assim" em uma frase só O.O