Em 2010, Castlevania Lords of Shadow surpreendeu os diversos fãs da franquia, que já andavam desacreditados com suas adaptações para ambientes em 3D.

Acho que é quase uma unanimidade, quando se conversa sobre a série, exaltar os games em 2D com um ambiente gigante, cheio de áreas diferentes e bestiário único, um mapa enorme a ser completado e um fator exploração intensificado pela absorção de habilidades e recursos que seu personagem adquire em sua jornada e cria um trackback agradável de se fazer.

Pois bem, quando o jogo chegou ao universo 3D tivemos uma série de fracassos como em Lament of Innocence, Curse of Darkness e o que não dizer sobre o explêndido (só que não) Castlevania 64. Em 2010, a Mercury Steam em parceria com a Kojima Productions surpreenderam os fãs da série com um “reboot” da franquia, aproveitando o “project Mask” deixado de lado, criando um ótimo hack n’ slash que agradou diversas pessoas que não davam nada para o game, porém contando sua própria versão da história que o tornou um “ame ou odeie”.

Novamente, agora em 2013, Castlevania: Lords of Shadow: Mirror of Fate chega ao 3DS, exatamente na data de hoje, completamente desacreditado em relação aos seus antecessores de portátil. Nenhum game para Nintendo DS trouxe uma jogabilidade ruim ou fugiu do espírito da série, não digo pelos personagens principais, mas como Castlevania exploratório foram excelentes jogos. Mas e o que acontece quando um game, que nos consoles de mesa é um hack n’ slash, tem sua continuação para o portátil?

e3-2012-castlevania-lords-of-shadow-mirror-of-fate

Um pouquinho sobre a demo

Primeiramente vamos discutir a sua história, sem spoilers referentes ao game anterior para você aqui ainda não jogou. Nesse novo game, você encarnará a pele de Trevor Belmont, filho de Gabriel Belmont, o protagonista do jogo anterior, que tentará mudar o destino que atrapalhou sua linhagem. O jogo pretende intercalar entre 4 personagens: Trevor Belmont, Simon Belmont, Alucard e mais um ainda desconhecido. Nesta demo temos apenas o controle Trevor mais já dá para saber que rumo o game irá tomar.

Ao começar a demo você já sente a nova roupagem do Castlevania Lords of Shadows. Eu particularmente sou muito mais fã do bestiário dos Castlevanias 2D, com os clássicos sprites, mesmo notando o detalhamento soberbo que temos neste novo game em 3D. Graficamente o jogo não deixa a desejar, apesar de termos poucos inimigos, gostei bastante do que vi, principalmente o chefe final que é realmente um prato cheio, repleto de estratégias de combates, golpes diferentes e design que lembra bastante os chefes mais antigos.

Mas quando falamos de jogabilidade é que nos vem a minha primeira surpresa. O jogo não tem o estilo do console de mesa e sim dos seu antecessores de portátil. “Como assim? É um jogo 2D?” Sim e não. É um 2.5D! Como Shadow Complex, Mega Man Maverick Hunters e Street Fighter IV, o jogo tem modelos em 3D mas mantem uma jogabilidade toda em apenas um plano. Nada de andar para o fundo do cenário ou rotacionar câmeras! Isso para mim foi um ponto altíssimo dentro do que eu esperava.

Até mesmo os mapas estão presentes, dando a entender que teremos trackback e bastante exploração de cenário, basta saber se eles saberão fazer isso como manda o roteiro. Mesmo assim, achei a demo linear demais e isso me incomodou bastante, vou explicar porque: existiu uma parte da demo onde eu andei por uma ponte de madeira, e o mapa indicava que existia um caminho por baixo dela. Como não consegui quebra-la nem por um decreto, segui meu caminho até um beco sem saída com um item ao seu final. Como não tinha mais para onde ir, tentei voltar a ponte que supostamente deveria quebrar e para minha surpresa, ao chegar próximo a ela, um esqueleto apareceu quebrando-a e liberando a passagem. Meu amigo, isso não é necessariamente um “metroidvania” né? Isso é um jogo linear disfarçado, então espero não ter esse tipo de “surpresas” no game completo… Ficamos entendidos?

e3-2012-castlevania-lords-of-shadow-mirror-of-fate (1)

Mas e o combate? Bom, a corrente/chicote, marca registrada dos Castlevanias mais clássicos aparentemente será sua arma principal, apesar do “range” gigante que ela atinge divergindo de seu antepassado tradicional. Que fique bem claro, estou fazendo diversas comparações mas não de maneira negativa e sim para detalhar para aqueles que conhecem apenas os jogos antigos da série, até porque o chicote dentro do estilo de combate que o jogo propôs, um “hack n’ slash em 2D”, cheio de esquivas e combos e inimigos com golpes que acertam a metade da tela, ficou muito bem implementado.

Outro ponto legal do combate e que nos aproxima dos clássicos em 2D é o uso de armas extras que são usadas em trocas dos “corações”. Aqueles itens como faca, machado, água benta e cruz, apesar de que nesta demo apenas temos o contato com o…bumerangue? Pois é, uma espécie de estrela-ninja-eletrificada-bumerangue que imobiliza o inimigo por alguns segundos e explode. Achou estranho? Se você olhar para os games estrelados por Belmont, eu até concordo, mas se você pensar nos outros até soco inglês já foi arma. Minha opinião? Eu curti!

Mas estamos falando de um game desenvolvido para um portátil 3D, não estamos? Como está o 3D no 3DS? Essa foi a minha segunda surpresa! Como o jogo é um 2.5D, o 3D é apresentado em termos de profundidade. As dungeons acabaram ganhando muito mais detalhes e uma imersão maior dentro de um console de mão.

Para nós, uma agradável surpresa! O jogo está totalmente traduzido para português-BR! Manuscritos, diálogos, menus…tudo! O que acaba fazendo valer ainda mais a pena a compra desse game!

castlevania-lords-of-shadow-mirror-of-fate

E aí… vale a pena comprar?

Sinceramente, eu retorno as frases que disse anteriormente: essa série é “ou ame ou odeie”, porém existem boas diferenças entre o jogo dos consoles de mesa e esta continuação para portátil. A jogabilidade em 2.5D é a maior delas e impede comparações diretas, fazendo com que você deva experimentar a demo antes desta compra! E apesar do 3D não ser o que vende o jogo, temos que dar méritos pela implementação.

A grande questão é que tive amigos que odiaram e outros que adoraram o que viram, então se prevalece a escrita que os mais old-schools podem não gostar tanto… Sobre mim, eu irei sim pegar esse jogo assim que tiver uma boa oportunidade porque acho que os R$ 150,00 cobrados no Brasil por um jogo de 3DS está muito salgado, mas certamente irei adicioná-lo a minha coleção assim que tiver uma chance barata de adiquirí-lo…  Pelo menos eu aprovei!

Pior host do mundo, criou o Fênix Down para continuar falando de games. Mas sua mania compulsiva acabou criando mais colunas do que ele aguenta.

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

32 Comentario(s)

  • U_U ainda nem joguei LoS e já tem 2 sequencias pra sair.hehe
    Apesar de não ter visto muito coisa, gostei bastante da idéia do MoF ser em 2.5D, acho bem mais legal num portátil, além de lembrar um pouco mais os clássicos. Os gráficos parecem ótimos mesmo. Não tenho problemas com linearidade disfarçada e backtrack contanto que não seja repetitivo a ponto de ficar chato.
    Ainda não curto o lance de reboot na série (de série nenhuma aliás), mas merece uma chance. Num futuro provavelemnte distante jogarei no meu 3DS com fervor!^^

    • Não digo que ficou repetitivo nem chato pq quando voltei, era um inimigo novo
      maaaas, acho q ele podia me dar a opção de escolher o meu destino em vez de me obrigar seguir um caminho
      é claro, é só uma demo, não tem como julgar ainda, e pelo q conhecemos da série e se realmente eles fizerem um bom trabalho, duvido que isso se manterá na versao completa
      mas vale a pena sim, só por favor, jogue o LoS de console antes!!! Até pq o final… bom, melhor parar né?

      • Pois é. Até agora é promissor.
        Com certeza jogarei o LoS antes, não pelo final que todo mundo já sabe e a Konami inevitavelmente teve de spoilar na sequencia.hehehe

        • mas ainda quero um castlevania da cronologia principal =(

          • Somos 2. O problema é encaixar algum jogo na cronologia original, já que provavelmente já utilizaram todos os espaços de tempo disponíveis. Mas quem se importa com datas? Queremos mais!XD

          • huahuahua isso é
            mas trazer personagens que já apareceram para mim é uma boa solução para nao se perder no tempo
            e tapar os furos q ficaram pq sempre ficam….

  • alex_seph 3 anos atrs

    Muito bacana o preview. Joguei o demo e a principio não curti. Analisando pelo demo apenas, logicamente, achei que o jogo tenta passar que é um Castlevania estilo SOTN, mas ele não tem os mesmos elementos do game, como tiveram os diversos jogos da franquia lançados para DS. Apesar do combate ser interessante, achei que os golpes não tem peso. Você bate igual a um condenado nos inimigos e eles não reagem, parece até jogo de shoot em up onde os tiros não quebram o ritmo dos inimigos. Fora que você tem que bater prá caramba na caveirinha mais tosca para matar ela, tá doido.

    Achei o framerate meio zuado também, parece que o 3DS sofre para rodar o game. Não chega a ser sofrível como foi com Code of Princess, mas podia ser melhor.

    De resto gostei do game, mas, só pego em uma promoção. Vamos lá Play Asia, quero esse game a 40 Dilmas daqui a uns 2 meses, xD

    • isso é verdade, os personagens inimigos para recuar, mas é diferente de um hack n' slash onde vc tem diversos caras te atacando de angulos diferentes enquanto vc está aplicando um combo em um inimigo. Não senti o framerate caído nao…. nao sei se pq meu 3DS é o mais recente (XL) mas aqui rodou lisinho. Sobre a caveirinha mais tosca, lembre-se que o jogo tem levels, no início vc pode sofrer para matar as caveirinhas, mas no fim vc mata ela com um sopro… isso é normal em qq castlevania desses =P
      Não seja rabugento Alex! O jogo está divertido ;D Acho que ele nao vai baratear em 2 meses nao, pode preparar a carteira para pelo menos uns 100 em 2 meses huahuahua

  • peron_ 3 anos atrs

    Sem flame, essa demo me fez pensar que a Sony poderia ter feito um excelente God of War side-scroller pra PSP ou Vita.

    A princípio, me assustei com o framerate escroto, mas, depois, não sei se me acostumei ou a taxa de quadros melhorou mesmo.

    E, com o perdão do trocadilho, esse foi o 3D que mais saltou aos olhos de todos os jogos de 3DS que já joguei.

    • entao curtiu tb? eu achei q valeu a pena dar uma jogada e até me empolguei de pegar ele quando der uma barateada. E o 3D ta bonito mesmo =P

  • Esse foi o primeiro jogo que eu vi para 3DS que realmente me fez querer comprar o portátil, ainda não vou comprar, mas esse jogo entra fácil pra lista!

    • é, deixa guardado pq vale pelo menos a experimentada
      mas nao vende o console nao

      • Vender não vende mesmo, mas o mundo dos portáteis ta complicado dessa vez, por enquanto estou pesando mais pro Vita, mas ainda não decidi pra qual lado da força eu vou…

  • Esse jogo é a minha última chance pro 3ds, tenho ele a mais de um ano mas não me dei muito bem com ele, poucos jogos do meu agrado e muito caro cada jogo

    • na real nao me arrependi muito com ele nao
      o 3d land e alguns jogos que peguei na e-shop, como o mutanto mudds http://www.fenixdown.com.br/2012/11/to-jogando-40… ja me divertiram um bocado.
      Minha namorada não larga por conta do Theatrhythm Final Fantasy e Harvest Moon New Beggining, mas esses nao sao pra mim mesmo…
      o Castlevania é certamente a minha próxima compra =)

      • Achei os jogos caros no e-shop, eu peguei ele porque achei que não ia ficar se sustentando tanto no mario e compania mas ainda acontece isso, espero que mude. Acabei pegando um psvita e tô curtindo muito mais, os jogos eu encontro eles um pouco mais barato, além de baixar alguns na psn+, e a biblioteca me agrada mais.

        • entao, os jogos AAA estão caros mesmo, coisa de 150 reais
          mas alguns estao legais, tipo 10 a 20 reais, q são preço acessiveism dependendo do jogo…
          mas assumo q tenho jogado mais vita mesmo por conta da ps+

      • Poisony 3 anos atrs

        Diego, ganhei um 3DS há pouco. É tranquilo comprar via e-shop? Suponho que precise de cartão internacional, apesar dos preços estarem em reais.

        • por acaso eu usei o intyernacional, entao nao sei se precisa ou nao =P
          mas é tranquilo sim, da pra comprar exatamente os créditos q vc precisa pro jogo em vez de comprar 50 e ficar com uns minguados la depois.
          Só uma coisa, os jogos ficam vinculados ao portatil. Se ele pifar, vc perde os jogos. Não existe conta na Nintendo. Então pense bem no que vc vai investir. Eu to pegando jogos beeem baratinhos…

  • Pocket Vin Diesel 3 anos atrs

    excelente preview….mas não tenho o 3ds…e p/ Vita ndaaaa!!!!

  • ??? ué pq não fizeram um video como os outros previews????

    • eh 3ds, nao tem como capturar sem cabos e sds de desenvolvedores e de imprensa… n se vende facil na internet. se filmasse com a camera ia ser um lixo tb…. preferi o bom e velho texto. Ficou ruim? =P

  • pedrowoyames 3 anos atrs

    Curti muito esse reboot do Castlevania. Pena que segundo a Mercury Steam o 2 será o último e eles partirão pra outras franquias (a menos que seja lucrativo suficiente não fazer isso, né?…)

    Comprar um 3DS está nos meus planos e to animado pra pegar esse jogo. Só que realmente 150 é desanimador haha…

    E sobre o espaço na cronologia antiga, isso é oq mais tem. Existe toda a guerra derradeira contra o Drácula que teria acontecido em 1999 que nunca foi retratada, além do período em que os Belmont desapareceram (o que eles estavam fazendo?). Fora a opção de utilizar personagens já consagrados. É só ter a vontade de fazer (bem feito, por favor!)

  • Poisony 3 anos atrs

    Baixei essa demo aí e ainda não joguei, haha. A de Fire Emblem Awakening acabou me chamando mais a atenção.

    Então, tenho um preconceito muito forte com esse reboot. Tudo que eu vejo no primeiro Castlevania Lords of Shadow parece tirado de outros jogos melhores (God Of War, Shadow of The Colossus…), só que executado de maneira mais porca e genérica. Mas é bom saber que eles estão fazendo esse título com o portátil em mente, fazendo uma experiência que faça sentido no 3DS, ao invés de só um port com gráfico piorado.

  • O jogo parece ser muito top!

  • É, cara, o mundo tá virando 3D =/
    Depois de MvC3, eu desacreditei completamente que jogos de grandes empresas mantenham-se em 2D…
    Pelo menos a jogabilidade parece estar ainda mais refinada.
    Mas é o que eu costumo dizer de animações 3D: É bom porque é em 3D, porque se fosse em 2D seria muito mais foda.
    E a propósito, gostava mais quando os nomes de Castlevania eram mais "musicais" =]

  • Ah, e uma pergunta babaca: Afinal, LoS é mesmo um reboot ou só são episódios cronologicamente mais antigos, como foi no caso do Lament of Innocence?