F4 e saudações, gurizada! Uma das grandes verdades da vida é: não importa quão bom você seja em um game, existirá um coreano capaz de superá-lo.

SSmegamanNo YouTube encontramos muitos videos com recordes de pontos e speedruns. Os jogadores parecem conhecer o jogo intensivamente, abusam de glitches para atravessar paredes, já conhecem os inimigos que vão surgir na tela com antecedência, ignoram caminhos mais seguros ou itens vantajosos para poder percorrer o caminho mais curto.

Mas os emuladores usados para criar esses vídeos possuem recursos que permitem ao jogador trapacear de maneiras inacessíveis ao jogador de console. Será que mesmo um japonês hardcore é capaz de zerar Megaman em menos de 15 minutos? Não é possível afirmar que uma partida foi jogada por um ser humano a menos que seja mostrado o controle na mão do jogador.

Mesmo assim esses vídeos “trapaceiros” são muito divertidos de assistir. Os chamados Tool-Assisted Speedruns (ou TAS) acabaram se tornando uma nova categoria de competição. Em vez de reflexos e agilidade, o que vale é paciência, persistência e engenhosidade. Criar um TAS envolve descobrir qual é a sequencia ideal de botões a serem pressionados para atingir uma meta, como terminar um cenário no menor tempo possível.

SS Super-Mario-BrosAlém de entretenimento e competição, os TAS possuem um outro propósito interessante, que é estabelecer qual o limite teórico do recorde de um jogo. Quando o Usain Bolt correu 100 metros em 9,58 segundos ele ultrapassou o limite que era aceito por muitos analistas esportivos. Hoje eles chutam estimam que o limite humano para essa prova é de 9,29 segundos, mas talvez a marca de Bolt nunca seja superada. Já o recorde de speedrun tradicional de Super Mario Bros em 5:00 minutos ainda pode ser superado, já que seu TAS estabeleceu um recorde de 4:57 minutos.

Os recursos e técnicas usados na criação do TAS são:

  • Slow Motion – rodar o jogo em uma velocidade mais lenta (ou até mesmo um frame de cada vez) permite que no resultado final do TAS o jogador pareça reagir com reflexos ninja.
  • Save State (!) e Load State – velhos conhecidos dos fãs de emuladores, sua utilidade é óbvia: carregar um estado salvo anteriormente para ajudar caso o jogador cometa um erro. Também é usado como uma forma de “prever o futuro” da partida
  • Manipulação da sorte – nem todos jogos são verdadeiramente aleatórios. Ao decidir qual vai ser o bônus escondido num baú ou o próximo ataque do inimigo esses resultados podem depender da entrada que o jogador está inserindo nos botões (por exemplo, os lutadores de MKII que reagem com anti-aéreo quando você pula). Com Save States, o criador do TAS pode testar diversas ações que vão ter o resultado mais favorável para seu speedrun.
  • Engenharia reversa – os TASers que tem talento para “escovar bits” podem analisar o código de um jogo e depurar a memória do emulador em execução para encontrar bugs que favorecem o speedrun
  • Captura dos botões pressionados – o resultado final do trabalho do TAS é um script contendo os botões necessários para cumprir a sua meta. Se o jogo não possui nenhum elemento aleatório real no programa, o script deve sempre produzir o mesmo resultado quando executado novamente no emulador. Como a entrada dos comandos será feito pelo programa, alguns TASs podem se beneficiar de estratégias como pressionar botões muito mais rápido que um joystick convencional sendo usado por uma pessoa.

ss doomO site TAS Videos iniciou registrando TAS de Doom quando foi lançada em 99 uma versão com recursos de gravação de demos e Slow Motion. Não demorou muito para que começasse a disponibilizar TAS de jogos emulados. Vários TAS são submetidos ao site freqüentemente, e ele possui muitos videos interessantes em seu acervo. Vale muito a pena visitá-lo por algumas horas e assistir TAS fenomenais dos seus jogos favoritos.Se quiserem começar a experimentar seus próprios TAS, emuladores como o ZSNES, Gens e o Visual Boy Advance possuem algumas dessas ferramentas. Vale como uma experiência para descobrir os limites do seu jogo favorito ou derrotar o maldito coreano que quebrou meu recorde de Spider Fighter. F2 e até logo!

 

Computólogo, RPGista, Gamer, viúvo da Sega e Sonysta.

Twitter 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

11 Comentario(s)

  • Biostalker002 3 anos atrs

    Muito legal! Marcelo Tas curtiu isso (badumtss)

  • Muito interessante Ogro.Bastante esclarecedor.
    Já tinha visto vários vídeos TAS no youtube. Pra mim essa modalidade se resumia a utilizar cheats ou alterar a rom de alguma forma apenas para obter alguma vantagem num speedrun que seria humanamente impossível de manerira normal, tipo, começar o jogo com level máximo para poder "rushar", como nesse vídeo em que o jogador começa o obscuro (mas pra mim melhor versão e um dos melhores beat'em ups evar) Might Final Fight do Nes com o personagem em level 3 e máximo power http://www.youtube.com/watch?v=ymfVLWo4QVQ; ou chegar em certa parte com level mínimo como um que vi recentemente em que o maluco lutava com Sephirot em FFVII com Cloud level 8 sem materia alguma. http://www.youtube.com/watch?v=McxktIJljeE (ele não usa materia mas tem double command e MUITOS itens, mesmo assim é impressionante). http://www.youtube.com/watch?v=McxktIJljeE

    • Ogro Himself 3 anos atrs

      as vezes a ROM bem é alterada, mas sim os proprios registradores do emulador.

      O cara acha uma variavel que contem o nivel do char por ex, e altera ele ali mesmo

  • Ja vi muitos videos do TAS no youtube, outro dia vi um cara fechar Mega Man X de maneira absurda e nao acreditei como ele apertava rápido os botões e destruia os mavericks incrivelmente rápido.

    Dai nos relacionados tinah um zilhao de videos do TAS. Achei que esse TAS era uma lenda, um cara ultra foda q zerava os jogos de maneira espetacular!!!

    Dai o ogro veio com esse post e acabou com a minha ilusão. Valeu Ogro!

    • Ogro Himself 3 anos atrs

      Tu nao foi o unico que achava que TAS era uma pessoa. Rolava a lenda urbana que TAS era um japones mestre dos games.

  • Léo Corinthians 3 anos atrs

    Esse site TASVideos é realmente sensancional. lol

    Sim, TAS ñ tem nada a ver com trapaça, os TASers deixam bem claro que estão usando Savestate nas descrições dos videos, só se o cara for muito mal-caráter.

    E fazer TAS (de qualidade) é MUITO mais difícil do que parece. Tem gente que fica zuando mas quero ver alguém bater o recorde TAS do Sonic 3 por exemplo.

  • Poisony 3 anos atrs

    Muito interessante! Eu lembro que nos comentários do primeiro speedrun que eu vi no Youtube (Mega Man 2 em menos de 15 minutos) choviam suspeitas de TAS. E na época nem sabia o que era aquilo, imaginava ser apenas um cheat disponível no emulador. Imagino que pra aspirantes a programador e desenvolvedor seja extremamente gratificante conseguir montar um TAS crível e que sirva de parâmetro para speedruns "honestas".

  • João Marcos Silva 3 anos atrs

    Já assisti muito esses vídeos, ajudam bastante quando você quer terminar um jogo com mais rapidez.

  • Gilmarzinho 3 anos atrs

    Não sou muito chegado neste tipo de coisa. Sempre fui um gamer xiita, que não aceitava nem usar as "manhas" que a revista Supergame ensinava.
    Com certeza, vale como curiosidade e competição entre a comunidade gamer que se interessa por isso.

    A única vez que assisti um vídeo de TAS, foi quando estava preso em uma parte que não sabia o que fazer no Half-life, fazia mais de um mês. Assistindo o vídeo, descobri que eu teria que "voar" com o vento do ventilador. Algo que nunca passaria pela minha cabeça fazer, porque foge totalmente ao estilo de jogo que ele tinha se apresentado até então.
    Nunca mais vi um vídeo destes. E espero não ficar preso deste jeito em outro jogo, que precise assistir um TAS para descobrir que, o que eu tenho que fazer para passar de determinada fase, está mais para Looney Toones do que para Gordon Freeman. ahuhuhuahuahua

    Té.