Nesta geração, o 3DS tem sido o meu portátil preferido, não sei se pelos títulos que experimentei ou pela falta de algum que me chame a atenção no PSVITA. Mesmo o meu portátil da Sony ganhando mensalmente cerca de 3 títulos de graça (por conta da minha assinatura da PS Plus), quando quero jogar algo diferente eu passeio pelo e-Shop da Nintendo em busca de uma nova aventura. Seria isso apenas mania de gastar? Ou realmente a preferência pelo console?

Enfim, sem mais delongas (seja lá o que seja uma delonga), foi em um desses dias de tédi, que visitei o e-Shop da Nintendo e me deparei com o curioso  HarmoKnight! Um jogo que figurava entre os mais vendidos e achei interessante por parecer um belo sidescroller com temática musical, como seu próprio nome sugere.

Harmo-Knight-14

Bom, eu diria que esse é o problema de você não pesquisar sobre um game antes de comprar, ou simplesmente não jogar uma demo! Praticamente comprei gato por lebre, já que, por mais que o jogo se apresente como um sidescroller, ele é um completo jogo de ritmo com uma visão de game de plataforma.

Não fiquei chateado já que era um gênero que eu também curto, logo tratei de aproveitá-lo (até porque ou era isso ou a volta ao tédio…) mas, para a minha surpresa, me deparei com um dos melhores jogos no estilo já feitos!

Como todos os games de ritmo, a idéia é ser preciso executando ações nas horas exatas e assim, construir uma música. Mas enquanto em Guitar hero você tem notas caindo em sequência para serem apertadas, ou Rhythm Heaven que pede movimentos diferentes a cada novo minigame que ele te apresenta, ou até mesmo jogos como Ouendan (Elit Beat Agents) que você deve seguir um fluxo com a caneta e dar toques na tela de acordo com a música, em HarmoKnight você joga um sidescroller rítmico!

Ok, como é isso?

i_38158Antes de explicar o funcionamento do jogo, vamos contextualizá-lo! No game você é Tempo, um garoto que vive no planeta regido por elementos musicais chamado Melodia. Em um belo, dia um misterioso cometa cai sobre seu mundo trazendo Gargan e seus Noizoids que pretendem acabar com toda a harmonia do seu pacato planetinha. Tempo então recebe do velho ancião Woodwin, um cajado em forma de nota musical que deve ser entregue a alguém com o potencial de se transformar no HarmoKnight e salvar o planeta dos temíveis Noizoids!

Com esse plano de fundo, imagine que Tempo vai andando sem parar (Tempo, o personagem, ok?) , enquanto precisa pular obstáculos e acertar inimigos com seu cajado, e claro, produzindo sons enquanto executa estes atos. Além disso, ao longo da fase são espalhadas notas musicas e “plantas musicais” como tambores e pratos “plantados no solo” que vão ajudando a construir a música, conforme você as bate dentro do ritmo. E como um bom jogo de plataforma, se tomar dano, perde life!

Como todo game de ritmo, tudo pede um timming perfeito. Cada vez que os inimigos e itens são acertados dentro do ritmo, você coleta uma nota musical, como as que são espalhadas na fase. Ao final do level você recebe uma flor de bronze, prata ou ouro, conforme o seu desempenho. Uma vez que consiga finalizá-la com ao menos a congratulação de prata, você ganha uma Royal Note, que é utilizado para abrir outras fases no mapa de Melodia.

Um ponto interessante de ser um sidescroller é que seu caminho pode bifurcar! Em alguns momentos é possível escolher que rota seguir, no esquema plataforma de cima ou de baixo, e tentar a sorte em trechos diferentes na mesma fase. Claramente, um caminho é mais cheio de notas que outros, mas é facilmente percebido se você seguir o fluxo de notas que o jogo sugere de maneira transparente ao jogador.

249889-HarmoKnight3-noscale

Mas será que o jogo não cansa? Bom, ele tem uns meios de diferenciar a jogabilidade com a inserção de outros personagens que apresentam gameplays diferentes! Por exemplo, a personagem Lyra que usa uma “harpa e flecha” e atira em inimigos, além de não pular, apenas deslizar. E a dupla Tyko e seu macaco Cymbi que tocam tambor e pratos e pedem outro nível de sincronismo para o jogador. Existem ainda fases, que são apresentadas como bosses e minibosses que funcionam como minigames, onde o jogo te apresenta uma prévia dos botões e o ritmo a serem executados e você deve aplicá-los de maneira idêntica logo em seguida, enquanto se forma uma divertida e bem construída bossa basttle no plano de fundo.

HarmoKnight04

O jogo apresenta cerca de 60 fases, em 8 mundos tematizados com ambientação e estilo musical diferentes, gráficos lindos para o 3DS, um 3D muito bem aplicado! E se não fosse só isso, o jogo é dos mesmos criadores de Pokémon! Sim, a Game Freak ainda reservou algumas fases bônus com músicas do eterno clássico de gameboy para você se divertir ainda mais! Se você espera um bom replay em HarmoKnight, saiba que além de pegar a nota máxima em todas as fases, ainda é possível jogá-las em velocidade maior, o que na minha opinião é coreano demais, pelo menos para mim…

Em resumo, Harmony Knight é uma excelente pedida para quem busca um bom game de ritmo para 3DS. Certamente é uma experiência diferente dentro do estilo e que pode galgar até novos fãs para o gênero, com uma jogabilidade amigável aos fãs de plataforma!

Recomendo demais a vocês!

Pior host do mundo, criou o Fênix Down para continuar falando de games. Mas sua mania compulsiva acabou criando mais colunas do que ele aguenta.

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

2 Comentario(s)

  • Putzz, deu mais vontade ainda de jogar esse jogo! Pena que não conheço ninguém por perto que tenha um 3DS =/

  • Ótimo jogo de ritmo, joguei só a demo, mas valeu muito a pena, principalmente tendo a musica da bicicleta de Pokemon Red/Blue. XD
    Esse e o Theatrhythm Final Fantasy são dois jogos que eu não espera gostar, já que não sou muito fã de jogos nesse estilo.