Sejam bem vindos a mais um Sidequest, o podcast do Fênix Down!

Nesta semana temos uma curiosa discussão com Smailin StockerDiego, Ogro Himself, Kun e Kazz sobre as diversas facetas do MetaGame! O que é? Como vive? Do que se alimenta? Descubra ouvindo já!

Neste podcast: Conheça os diversos significados do metagame, entenda que nem sempre achar brechas em jogos é roubo! Saiba como as comunidades crescem em volta dos games, além de aprender alguns dialetos para se aventurar em novos mundos! E mais, descubra quem é que está conjurando magic walls em edron!!! (dica: não é ele que é um broxa inútil!)

Ouça já e não esqueça de deixar o seu DOUBLE HANG LOOSE DE PÉ nos comentário aqui embaixo!

Edição: SquallNathan e Nicolas

E-mails: Diego/Fernando

Edição Final: Smailin Stocker

Feed do podcast: http://feeds.feedburner.com/fenixdownpodcast

Links:

Qualquer dúvida, sugestão, crítica ou elogio, envie para contato@fenixdown.com.br! E siga-nos no twitter : @fenix_down !

Pior host do mundo, criou o Fênix Down para continuar falando de games. Mas sua mania compulsiva acabou criando mais colunas do que ele aguenta.

Facebook Twitter YouTube 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

29 Comentario(s)

  • Rafael Nonato 2 anos atrs

    Mega feliz q o sidequest tenha voltado!! Escutando agora!!

  • kd o link do vídeo do cara do dark souls com as armaduras dos monstros rsrsr

  • Lucas Araujo 2 anos atrs

    O sidequest tem uma data pra sair?

  • Nem sempre você vai considerar ruim fazer metagame num RPG, principalmente se ele for narrativo. Ou seja, o jogo não depende de resultados de números, a diversão está em o quão bem a história está sendo estruturada. Num RPG onde a maioria dos mestres considera apenas os números o único fator que altera o jogo (ditos jogos de "torneio" como D&D) o metagame pode estragar o jogo.

    E citando o Magic, realmente Chaos Orb e Starfall (que destruiam qualquer carta q elas encostavam) foram regras que graças ao metagame o jogador foi capaz de abusar da interpretação para ganhar um campeonato (picotar a carta e jogar em cima de todas).

    "Burstado" = explodido. Porra, nem vou falar quem inventou esse anglicismo, né?

    EVE Online tem uma das curvas de aprendizado mais famosas da internet graças a este gráfico: http://syncaine.files.wordpress.com/2012/09/learn

    • Verdade, você tem razão. Não tinha me ocorrido na hora que RPGs mais narrativos como Fiasco, Violentina e cia o metagame não é só bem vindo como necessário pra construir uma historia coesa e bacana.

      P.S: Fernando e sua encarnação do Agustinho Carrara na ultima partida de Fiasco que joguei que o diga.

  • Yuri Ferreira 2 anos atrs

    E
    DU
    AR
    DO!

  • gordinho do baixaki 2 anos atrs

    Mete o que ? esse hobbit só ta fazendo programa com sacanagem

  • Opa….baixando para conferir!!!!

  • Olá pessoal, sou o Alepitecus, host do Hitcast, podcast do Combo Infinito. Gostei demais desse tema, e confesso que nunca tinha pensado por esse lado. Esse novo conceito de Metagame, não conm esse mesmo nome, está sendo aplicado em inúmeros softwares e empresas para fazer com que os funcionários e/ou usuários se interessem mais por algo.
    Parabéns pelo cast
    Um abraço

  • Mais um programa muito legal. Eu achei que o hang loose era feito COM o pé. Aí vi a realidade e fiquei deveras decepcionado.
    Sempre achei que metagame é o mundinho do game que existe fora dele, como estratégias, memes (como o jolly cooperation do dark souls) e coisas assim.
    Quanto ao filipino champ: se o jogo permite apelação, não é errado apelar. Ainda mais hoje em dia com patches e updates. Um jogo tem obrigação de ser equilibrado e bem feito, a nau ser que seja proposital como o caso do LoL.
    Abraço e fiquem com Deus. Nos vemos na bgs!

    • Uma das primeiras coisas que aprendi quando comecei a jogar fighting games mais seriamente foi: "não existe apelação". Eu aplico isso a todos os jogos. Não tem essa de tática suja, tática limpa, apelação, com honra, sem honra. A maioria dos jogos é binário, ele só entende ganhar ou perder, então a unica diferença é se vc está disposto a fazer o necessário (dentro das regras do jogo) pra ganhar.

      Inclusive aprendi lendo um ótimo texto que se não me engano chamava "Don't be a scrub", mas infelizmente não estou achando agora.

      Depois da gravação eu fiquei pensando sobre esse negocio de equilíbrio e acho que os jogos não tem essa obrigação. Acho que estamos mal acostumados já que os desenvolvedores hoje em dia se esforçam pra criar jogos super equilibrados e balanceados. Acho que parte da diversão de se jogar (pelo menos pra mim) é lidar com as adversidades. Lidar com o desequilíbrio faz parte disso.

  • Renato 2 anos atrs

    OBAAAA

  • Achei muito interessante o tema retratado. No começo pensei que ia ouvir muito mais sobre o conceito de metalinguagem, uma temática que sou apaixonada diga-se de passagem; mas me surpreendi ao ver/ouvir os diferentes ângulos apontados no podcast. Parabéns senhores. :)

  • Fala aí, Diego. Não se embanane com o meu nome. É Marcio e pronto. HUSER era o meu login no DCC, que carrego nas minhas identidades online até hoje. Ultimamente tenho mesclado com o meu nome porque o login Huser já estava ocupado em sites internacionais, geralmente. De início usava HuserMarcio, mas atualmente opto pelo oposto. Então, se vir um Huser, MarcioHuser ou HuserMarcio, seja junto ou separado, pode contar com quse 99% de certeza que serei eu :D

  • Pô! Eu também achava Kina babaca, por isso fiz Sader e Sacer!

    Sobre o Leeroy Jenkins, ele também aparece em mass effect =D

    Curti a trilha de Terraria.

    Quanto ao assunto do cast, não tenho nada relavante pra adicionar…

    Ah, Knights of Pen and Paper, Fifa e Hearthstone não são metagame, mas sim jogos metalinguísticos, porque eles fazem referência a ideia, a linguagem do jogo original, você não está diretamente jogando o outro jogo.
    Minha explicação é uma merda, mas quem entende direito disso pode explicar melhor.

  • thiago 2 anos atrs

    Porra…tava sentindo falta de mais um podcast. Desculpem o palavreado, mas, estamos "gamers", precisando de casts, e, demorô sr. Diego, pra lançar mais um podcast ou "sidequest"….não ouvi ainda, mas fiquei tão empolgado que quiz escrever antes. Podcasts sempre Diego, abraço brother.

    • thiago 2 anos atrs

      Ahhhh sim….me chamo thiago, tenho 36 anos, 2 filhos e curto podcasts sobre games. E acompanho vc Diogo, desde a época do nowloading. Tu eh o cara mestre…e não deixem de postar os podcasts. Abraços a todos

  • Cabral 2 anos atrs

    Opa Diego vlw pelo recadinho do HTR+, lembrando hein, queremos voltar no Lado B p/ falar do desenvolvimento do jogo, mas vamos esperar a versão do 3DS ficar pronta, OK?

    Poxa não ouvia o SideQuest (vergonha neste momento), mas já vou ouvir o retroativo e sempre acompanhar!

    Abraços!!!

  • Haruki 2 anos atrs

    Não conhecia esse video do double hang loose, o video do daniel paladino é incrivel mas chorei de tanto rir desse video do double hang loose…de pé!! É tão idiota que é engraçado. Agora vou ouvir o cast! rs

  • Haruki 2 anos atrs

    Grande Smailin, ja estava com saudade dele em podcasts

  • malhame 10 meses atrs

    Podcast morreu mesmo?